WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




:: ‘Vacina’

Ilhéus antecipa Campanha de Vacinação contra Poliomielite e Sarampo

Embora a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo comece no dia 6 de agosto, Ilhéus vai antecipar o trabalho de imunização das crianças e adultos que integram o público alvo, com o objetivo de ampliar o índice de cobertura no município.  Durante reunião com a equipe técnica da Sesau, na tarde desta quarta-feira, 11, a secretária de Saúde, Elizângela Oliveira, discutiu medidas visando maior conscientização dos pais no sentido de levar as crianças aos postos de vacinação.

Serão disponibilizadas, na zona urbana, 13 salas de vacinas durante todo o período de campanha. Além das ações previstas em nível nacional, a secretaria municipal de Saúde realizará mais três dias de intensa mobilização para a vacinação no município. O primeiro dia “D” será 21 de julho, sábado, quando a imunização poderá ser feita das 8 às 12 horas, nas unidades de saúde do Nossa Senhora da Vitória, Hernani-Sá, Ilhéus II, Olivença e no CAE III (antigo SESP).

De acordo com a secretária municipal de saúde, Elizângela Oliveira, além da ampliação do número de salas de vacinas, a Sesau vai promover um curso teórico e prático de capacitação, com carga horária de 20 horas, para todos os vacinadores. “Através do curso, vamos capacitar mais profissionais para atuar na campanha”, salienta. :: LEIA MAIS »

Vacinação contra gripe prossegue até esta sexta-feira em Itacaré

A campanha de vacinação contra a Influenza – o vírus da gripe continua em Itacaré até esta sexta-feira, dia 22. E para garantir um número bem maior de pessoas vacinadas, a Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Saúde, está ampliando ainda mais o atendimento, aumentando o número de postos com o medicamento e implantando unidades volantes. A meta é imunizar 90 por cento do público alvo mas para isso é preciso que as pessoas que fazem parte desse grupo prioritário compareçam aos postos de vacinação.

No último dia 14 a Prefeitura de Itacaré realizou o Dia D Municipal de Vacina, intensificando a vacinação em todos os postos. Além disso, foi implantado um posto volante na praça do Fórum e na praça dos Cachorros, pela manhã. A vacina é destinada a idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

A equipe da Secretaria de Saúde de Itacaré refirma que pessoas com doenças crônicas (como o diabetes) e outras condições clínicas especiais também devem receber a vacina. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no posto de saúde. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS)devem procurar os postos de saúde em que estão registrados para ganhar a dose, sem a necessidade de receita.
:: LEIA MAIS »

Nova mobilização pela vacinação contra a gripe acontece no sábado, 26, em Ilhéus

Campanha de Vacinação. Foto Clodoaldo Ribeiro

Quem ainda não pode se vacinar contra o vírus da gripe Influenza, em Ilhéus, tem até o dia 1º de junho para a imunização nos postos municipais de saúde, de segunda a sexta-feira. Outra oportunidade para isso também ocorre no próximo sábado, dia 26, em nova mobilização municipal pela campanha de vacinação contra a gripe, em pontos fixos instalados em várias regiões da cidade. Uma equipe volante percorre as localidades da zona rural.

Segundo a coordenação de Imunização da secretaria municipal de Saúde (Sesau), no próximo sábado, a vacinação funcionará e postos extras montados Terminal Rodoviário Urbano, no calçadão da Rua Marquês de Paranaguá (proximidades da Farmácia Vellanes), na Central de Abastecimento do Malhado, no CAE III (antigo Sesp) e na sede da Associação de Moradores do Teotônio Vilela, no período das 8 às 12 horas.

Conforme dados da coordenação de Imunização da Sesau, na terceira semana da campanha, 20.999 ilheenses já receberam as doses da vacina, o que representa 51,48 por cento da cobertura do público alvo. “Os grupos que são vacinados são escolhidos exatamente pelo papel, pelo risco, por estarem expostas às formas mais graves ou eventualmente participam da cadeia de transmissão”, explicou a chefe do setor de Imunização, Walkiria Cardeal.Segundo ela, a meta é atingir 90 por cento de cobertura vacinal. Esse aumento leva em consideração os últimos anos no país, quando a meta ultrapassou 80 por cento. :: LEIA MAIS »

Vacinação contra gripe segue até dia 1º de junho em Ilhéus

Foto: Secom

No último sábado, dia 12, em Ilhéus, aconteceu o dia “D” de vacinação contra a gripe. A secretaria municipal de Saúde (Sesau) ampliou os postos de atendimento para receber o público alvo da campanha, durante todo o dia. A chefe do Setor de Imunização da Sesau, Walkiria Cardeal, informou que do início da campanha até hoje foram vacinadas 16.530 pessoas, o que corresponde a 40,53% da cobertura vacinal. E avisa que a vacinação contra a gripe no município segue até o dia 1° de junho.

No Dia D da vacinação, foram disponibilizados 16 postos de atendimento na cidade, entre eles, a unidades básicas de saúde do Iguape, do Morada do Porto – Banco da Vitória, CSU (Centro Social Urbano), posto de saúde do Pontal, Associação de Moradores da Urbis, PSF Nossa Senhora da Vitória, Olivença, Mangueira, Vila Cachoeira, Centro de Saúde Euler Ázaro, CAE III (antiga Fundação Sesp), nos PSF dos bairros Vilela 3 e 4, Salobrinho e Conquista.

Além dessas localidades, mais pontos extras foram colocados, como um na igreja Assembleia de Deus, no Parque Infantil, e na Feira da Mulher no Centro do vereador Fabrício Nascimento, além de duas equipes volantes. Mesmo assim, a chefe de Imunização considera que o comparecimento aos postos de vacinação foi menor que o esperado. Foram vacinadas 2.491 pessoas, sendo 1.933 do público alvo, e 558, pessoas com doenças crônicas. :: LEIA MAIS »

Ilhéus mobilizada para a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe

A secretaria municipal de Saúde (Sesau) está mobilizada para realizar, neste sábado, 12 de maio, , em Ilhéus, o “Dia D” da campanha nacional de vacinação contra a gripe. A meta é imunizar cerca de 44.436 pessoas e reduzir complicações que podem produzir casos graves da doença, internações e até mesmo a morte.

A chefe do Setor de Imunização da Sesau, Walkiria Cardeal, lembra que a vacina é segura e não representa risco para a saúde de quem a recebe. “Vale ressaltar que ela não vai provocar doença e sim melhorar o sistema imunológico a produzir anticorpos”. A campanha segue até o dia 1º de junho.

Por sua vez, a secretária de saúde, Elizângela Oliveira, disse que além de idosos, a vacina deve ser aplicada em gestantes, mulheres que tiveram filhos há menos de 45 dias, crianças entre seis meses e menos de cinco anos de idade, trabalhadores da saúde, professores, indígenas e portadores de doenças crônicas. Para essas pessoas, disse a secretária “a gripe pode ser mais perigosa. Uma doença que na maioria das vezes tem evolução benigna, mas que nesses grupos de risco ela pode se agravar, ser internada e ou a óbito uma unidade de saúde durante a campanha”, explica.

Postos – Neste sábado, a Sesau vai manter em funcionamento as unidades básicas de saúde dos bairros Iguape, Morada do Porto (Banco da Vitória), CSU, Herval Soledade, Associação de Moradores da Urbis, Programa Saúde da Família (PSF) de Nossa Senhora da Vitória, Olivença, Mangueira, Vila Cachoeira, Centro de Saúde Euler Ázaro, CAE III (antiga Fundação Sesp), e nos PSF dos bairros Teotônio Vilela (3 e 4), Salobrinho e Conquista. Além disso, será montado uma Feira de atendimento na rua da Barrakitika, no centro.

*Matéria distribuída pela Secretaria de Comunicação Social – Secom

Ilhéus: Moradores questionam nota da Prefeitura sobre disponibilidade de vacinas nos postos de Saúde

No início da tarde o Blog Agravo divulgou uma matéria enviada pela Secom da Prefeitura de Ilhéus com o título “Ilhéus mantém disponível em todas as unidades de saúde a vacina contra gripe”. O texto informa que todas as unidades de Saúde do município estão ofertando a vacina contra a gripe. Imediatamente após a publicação, vários leitores questionaram a veracidade das informações ditas pela PMI.

O Blog Agravo entrou em contato com a assessoria de imprensa do município, que informou haver um erro na informação e que nem todos os postos estão ofertando a vacina. A Secom prometeu enviar à redação do Agravo a lista com os postos que realmente estão imunizando as pessoas.

Ilhéus mantém disponível em todas as unidades de saúde a vacina contra gripe

Ilhéus mantém disponível em todas as unidades de saúde a vacina contra gripe – Secom Rodrigo Macedo

A aplicação da vacina contra a gripe – influenza 2018 – em Ilhéus está disponível em todas as unidades de saúde no município. A previsão é atingir a meta de 90% dos grupos prioritários que são pessoas com 60 anos de idade ou mais, crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto; trabalhadores da saúde, professores, povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas. Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medida socioeducativa e funcionários do sistema prisional estão entre as pessoas prioritárias.

Iniciada no último dia 23 deste mês, o “dia D” de mobilização nacional acontece no dia 12 de maio. A secretária de Saúde de Ilhéus, Elisângela Oliveira, disse que a campanha objetiva reduzir as complicações, internações e mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza na população alvo a vacinação. A estratégia de vacinação no município segue conforme recomendação do Ministério da Saúde que são decisões respaldadas em bases técnicas, científicas e logísticas, evidência epidemiológica, eficácia e segurança do produto.

Já a chefe do departamento de Imunização da Secretaria de Saúde, Walkiria Cardeal, lembra que o município vai receber o mesmo número de doses recebidas no ano passado. Nesta primeira etapa de vacinação cerca de 37% das doses serão disponibilizadas e o foco nos primeiros dias de imunização são as crianças, idosos e gestantes.

Alerta – A influenza é uma doença respiratória infecciosa, de origem viral, que pode levar ao agravamento e até ao óbito especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção. Além de causar sintomas como febre alta, nariz entupido, cansaço e dor no corpo, a gripe pode trazer complicações como pneumonia e infarto.

Matéria atualizada às 15:30h

No início da tarde o Blog Agravo divulgou uma matéria enviada pela Secom da Prefeitura de Ilhéus com o título “Ilhéus mantém disponível em todas as unidades de saúde a vacina contra gripe”. O texto informa que todas as unidades de Saúde do município estão ofertando a vacina contra a gripe. Imediatamente após a publicação, vários leitores questionaram a veracidade das informações ditas pela PMI.

O Blog Agravo entrou em contato com a assessoria de imprensa do município, que informou haver um erro na informação e que nem todos os postos estão ofertando a vacina. A Secom prometeu enviar à redação do Agravo a lista com os postos que realmente estão imunizando as pessoas.

Mais de 5500 pessoas devem se vacinar contra a gripe em Una

Mais de 5500 pessoas devem se vacinar contra a gripe no município de Una. A expectativa da Secretaria Municipal da Saúde é imunizar pelo menos 90% do público-alvo da campanha de vacinação contra a gripe, iniciada na última segunda-feira (23) e que está mobilizando todos os profissionais das unidades de saúde da cidade e também as equipes móveis que estão percorrendo a zona rural do município. A campanha segue até o dia 1º de junho e a previsão é que mais de 54,4 milhões de pessoas que integram os grupos prioritários sejam vacinadas em todo o país.

Devem se vacinar pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses aos menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

Pessoas com doenças crônicas (como o diabetes) e outras condições clínicas especiais também devem receber a vacina. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no posto de saúde. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS)devem procurar os postos de saúde em que estão registrados para ganhar a dose, sem a necessidade de receita. A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). :: LEIA MAIS »

Vacina contra febre amarela deve ser aplicada dez dias antes da viagem

O Ministério da Saúde ressalta a importância da prevenção e da imunização Flavia Villela/Agência Brasil

A poucos dias do início do carnaval, o Ministério da Saúde reforçou hoje (29) que a vacina contra a febre amarela deve ser aplicada pelo menos dez dias antes de qualquer viagem para locais do país onde há recomendação de imunização. A pasta destacou que a orientação só é válida para pessoas que nunca se vacinaram: quem já tiver recebido uma dose ao longo da vida não precisa procurar novamente os postos de saúde.

“Para garantir a proteção, a dose deve ser aplicada com, pelo menos, dez dias de antecedência à viagem, tempo necessário para o organismo produzir os anticorpos contra a doença”, informou o ministério por meio de nota. Ao todo, 20 estados e o Distrito Federal fazem parte da chamada Área com Recomendação de Vacinação. “Para quem vai se deslocar no período do carnaval para uma dessas áreas, a recomendação é buscar a imunização até o fim de janeiro”.

Os casos de febre amarela registrados no país, segundo o comunicado, permanecem no ciclo silvestre da doença – quando a enfermidade é transmitida apenas por mosquitos encontrados em regiões de mata, dos gêneros Haemagogus e Sabethes. O último caso de febre amarela urbana foi registrado no Brasil em 1942. “Portanto, os cuidados devem ser redobrados para os viajantes que se deslocarem para zonas rurais e áreas de mata”, informou o ministério. :: LEIA MAIS »

Ilhéus amplia número de postos para vacinação contra febre amarela apenas para público-alvo

Seguindo orientação do Núcleo Regional de Saúde, da Secretaria de Saúde da Bahia, a Prefeitura de Ilhéus vai continuar aplicando doses vacina contra a febre amarela nas crianças de nove meses de idade e em adultos maiores de 60 anos que estarão se deslocando para áreas de risco. Estes, devem apresentar comprovante da viagem.

Para este público-alvo, a Sesau ampliou a liberação da vacina em mais duas unidades de saúde. Em Olivença, o atendimento está sendo feito pela manhã. E na unidade de saúde Euler Azaro, no bairro Teotônio Vilela, nos dois turnos.

Para além destas duas novas opções, a vacina continua sendo aplicada no período da manhã ocorre nas unidades de saúde Almiro Vinhaes, localizada na Avenida Princesa Isabel; no Centro Social Urbano (CSU), no bairro da Barra, e em Vila Cachoeira, localizada à margem da rodovia Ilhéus-Itabuna. :: LEIA MAIS »

Em Ilhéus, Sesau divulga postos de vacinação contra a febre amarela

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Com o objetivo de ampliar as ações preventivas contra a febre amarela no município, a secretaria de Saúde de Ilhéus (Sesau) divulgou os locais onde se encontram disponível as vacinas. No período da manhã, nas unidades de saúde Almiro Vinhaes, localizada na Avenida Princesa Isabel, no posto Centro Social Urbano (CSU), no Bairro da Barra, e no povoado de Vila Cachoeira, localizado à margem da Rodovia Ilhéus-Itabuna, já dispõem de salas de vacina.

Já no período da tarde, nos postos do Centro de Atendimento Especializado (CAE III), no prédio da antiga sede da Fundação Sesp, na Avenida Canavieiras, no centro da cidade; e na unidade do Programa Saúde da Família (PSF) situada no bairro da Conquista. No período da noite, as vacinas estão disponíveis nas unidades do PSF dos bairros Ilhéus II e Hernani Sá (Urbis).

“Não há registro de filas nem de movimento anormal nos postos de saúde. Uma só dose é necessária para imunização”, diz a coordenadora de Imunização da Sesau, Walkíria Cardeal.  Ela disse que o objetivo da ação é reforçar a prevenção contra os riscos da febre amarela. E reforçou: “Quem nunca recebeu a vacina, a exemplo de pessoas acima de 60 anos de idade e que desejam viajar para áreas de recomendação também devem procurar seu médico para avaliação”, explicou.

Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (12) pela diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O serviço já era regulamentado em alguns estados, como São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e Distrito Federal. Com a decisão, que será publicada no Diário Oficial da União nos próximos dias, ela será estendida às demais unidades da federação.

A resolução também estabelece exigências para estabelecimentos de saúde que vão oferecer o serviço. Esses devem estar inscritos no Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde (CNES), disponibilizar o calendário nacional de vacinação e os tipos de medicamentos disponíveis aos clientes.

Em cada local é obrigatória a designação de um responsável técnico e a contratação de profissionais habilitados para aplicar vacinas, com a realização de capacitações constantes. As instalações precisam ser adequadas e seguir parâmetros estabelecidos nas normas do setor, como ambiente refrigerado para armazenar as vacinas e cuidados no transporte dos materiais para não prejudicar a qualidade.

As regras aprovadas pela Anvisa também preveem obrigatoriedade de registro das informações nos cartões de vacinação e de erros ou problemas no sistema da agência e liberdade para emitir Certificados Internacionais de Vacinação.

Pessoas que nunca tiveram dengue não devem tomar vacina da doença, diz Anvisa

Foto ilustrativa.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária divulgou nesta quarta-feira (29) que o laboratório Sanofi-Aventis, fabricante da vacina da dengue, apresentou informações que sugerem que pessoas que nunca tiveram contato com o vírus da dengue podem desenvolver formas mais graves da doença caso tomem a vacina. A vacina Dengvaxia foi aprovada no Brasil em 28 de dezembro de 2015 e não é oferecida pelo Programa Nacional de Imunizações.

A suspeita do laboratório, apresentada nesta semana,  ainda não é conclusiva, mas, diante do problema, a recomendação da Anvisa é que a vacina não seja tomada por pessoas que nunca tiveram dengue. Apesar de esclarecer que a vacina por si só não é capaz de desencadear um quadro grave da doença nem induzir ao aparecimento espontâneo da dengue – para isso, é preciso ser picado por um mosquito infectado -, existe a possibilidade de que pessoas soronegativas desenvolvam um quadro mais agudo de dengue caso sejam infectadas após terem recebido o medicamento.

A bula da vacina será atualizada enquanto a Anvisa avalia os dados completos dos estudos, que ainda serão apresentados pelo fabricante. A vacina da Sanofi, chamada Dengvaxia, é a única aprovada no Brasil. O produto é indicado para imunização contra os quatro subtipos do vírus. Para as pessoas que já tiveram dengue, a Anvisa avalia que o benefício do uso da vacina permanece favorável.

Por meio de um comunicado, a Anvisa esclareceu que “este risco não havia sido identificado nos estudos apresentados para o registro da vacina na população para a qual a vacina foi aprovada”. A agência informou que, antes do registro, os efeitos da imunização foram estudados em mais de 40 mil pessoas em todo o mundo, e que as pesquisas seguiram os padrões estabelecidos por guias internacionais da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Campanha para atualizar caderneta de vacinação segue até o dia 29 em Ilhéus

Crianças e adolescentes com até 15 anos já podem se vacinar nas Unidades de Saúde de Ilhéus, durante a Campanha Nacional de Multivacinação, que segue até o dia 29 de setembro. Pais ou responsáveis devem levar a caderneta para avaliar se há necessidade de atualização.

Uma força-tarefa será realizada neste sábado (16), quando todos os postos de saúde da rede pública estarão abertos das 8h às 17h.

A caderneta de vacinação é um documento necessário para a vida toda. A atualização é de extrema importância para que as doses sejam aplicadas de acordo com cada indivíduo.

Confira os pontos de vacinação em funcionamento em Ilhéus

Zona Norte – PSF Iguape e CSU

Centro – CAE III  (antigo SESP), PSF Conquista, Centro de Saúde Almiro Vinhais (Av. Princesa Isabel)

Zona Oeste – PSF Euler Ázaro (Teotônio Vilela), Banco da Vitória, Vila Cachoeira.

Zona Sul –  PSFs da Urbis, Posto Herval Soledade (Pontal), Olivença e Ilhéus II.

Já na zona rural, equipes volantes atuarão em caravana, em uma ação coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde.

Campanha de Multivacinação começa nesta segunda

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) informa que no período de 11 a 22 de setembro estará desenvolvendo a Campanha Nacional de Multivacinação. O Dia D de Vacinação, dia de mobilização nacional, será no sábado (16). Nesta campanha, todas as vacinas serão oferecidas e é importante que crianças e adolescentes sejam levados para complementar o cartão de vacinação ou tomar uma vacina que ainda não foi aplicada. O Calendário Nacional de Vacinação atualmente dispõe de 14 vacinas para crianças e cinco para adolescentes.

Todos os 417 municípios baianos estarão participando da Campanha Nacional de Multivacinação para a atualização da Caderneta de Vacinação da Criança e do Adolescente. A população deve ser dirigir aos postos e centros de saúde municipais, munida da Caderneta de Vacinação para que as crianças e adolescentes possam ficar imunizados contra as doenças imunopreveníveis.

De acordo com o Ministério da Saúde, esta estratégia busca resgatar a população não vacinada ou com esquemas de vacinação incompletos, tanto na infância como na adolescência, visando melhorar as coberturas vacinais e assim manter controladas, eliminadas ou erradicadas as doenças imunopreveníveis no Brasil.

A incidência das doenças imunopreveníveis mostra que mudanças importantes ocorreram no seu comportamento com o uso de vacinas e o avanço nas coberturas vacinais. Entretanto, a heterogeneidade dos resultados dessas coberturas vacinais pode contribuir para o recrudescimento de doenças e requer, portanto, a adoção de estratégias adicionais para o resgate e vacinação das crianças e adolescentes ainda não vacinados.

Instituto Butantã começa a testar vacina contra a dengue em todo o país

umadengue11Os testes da terceira e última etapa da vacina contra a dengue, que já vinham sendo feitos desde fevereiro com 1,2 mil voluntários recrutados pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), começaram a ser realizados também, nessa quinta-feira (23), com 1,2 mil voluntários na Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp), no interior paulista.

O Hospital das Clínicas e a Famerp são dois dos 14 centros de estudo credenciados pelo Instituto Butantã – que desenvolve a vacina -, onde serão feitos os testes da terceira etapa do projeto. Esta fase envolverá 17 mil pessoas em 13 cidades, nas cinco regiões do país. Na próxima semana, segundo o instituto, um centro em Manaus (AM) e outro em Boa Vista (RO) também darão início aos trabalhos.

A última etapa da pesquisa servirá para comprovar a eficácia da vacina. Do total de voluntários, dois terços receberão a vacina e um terço receberá placebo, que é uma substância com as mesmas características da vacina, mas sem os vírus, ou seja, sem efeito. Ninguém – nem a equipe médica e nem o voluntário – saberá quem vai receber a vacina e quem receberá o placebo. O objetivo é descobrir, a partir dos exames do material coletado desses voluntários, se quem tomou a vacina ficou protegido e se quem tomou o placebo contraiu a doença. ( Agência Brasil)

julho 2018
D S T Q Q S S
« jun    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Aguarde as próximas enquetes...


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia