WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
prefeitura ilheus transporte ilegal

:: ‘trânsito’

Campanha Maio amarelo, movimento mundial de alerta no trânsito

Da Secom PMI

Com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito, como acontece em todo o mundo, a Coordenação de Educação para o Trânsito, vinculada à Superintendência de Transporte e Trânsito (Sutran), realiza em maio, diversas ações educativas nas principais ruas e avenidas de Ilhéus. As atividades fazem parte do movimento “Maio amarelo”, para colocar em pauta a segurança viária e a segurança da população.

A abertura está prevista para as 8 horas do dia 1º de maio, com concentração na rua Araújo Pinho, centro de Ilhéus, seguida de caminhada no sentido da Praça Dom Eduardo, em frente da Catedral de São Sebastião. Nos dias 2, 3 e 4, das 6 às 9 horas, a Sutran faz panfletagem, conscientização oral e atividade prática com cadeira de rodas e andadores em vagas de carros nas ruas Araújo Pinho, 7 de Setembro e Tiradentes. “O objetivo desta ação é levar reflexão de que o direito do outro deve ser respeitado, possibilitando que o condutor de veículo automotor vivencie a dificuldade dos que realmente necessitam de vagas preferenciais”, lembrou Rogério Buralho, titular da Sutran.

Para os dias 9, 11 e 14 de maio, a partir das 9 horas, os trabalhos serão reiniciados na Praça Cairu, Rua 13 de Maio e posto temático, com panfletagem, conscientização oral, distribuição de brindes (lixeiras) e rosas amarelas às mães. “Neste dia, vamos fazer inversão de valores. Destruir a conotação pejorativa que culturalmente é atribuída à mulher condutora de veículo automotor, ‘só podia ser mulher’ e evidenciar todas as qualidades que ela agrega ao trânsito”, ressaltou Albervan Barreto, coordenador de Educação para o Trânsito, da Sutran. :: LEIA MAIS »

Trânsito desorganizado em Ilhéus gera caos

A situação dos semáforos quebrados vem ocasionando problemas sérios no trânsito de Ilhéus, e os motoristas tentam adivinhar de quem é a preferência nas vias.

Na manhã desta quarta-feira (05), quase flagramos um acidente na Av. Petrobras. Não é de agora que a empresa GCT, responsável pelas multas e semáforos em Ilhéus, vem prestando um desserviço ao município.

Ela vem desde o governo Newton Lima, sobreviveu à administração Jabista, e se mantém na atual gestão de Mário Alexandre.

Engarrafamento sentido zona sul, Av. Lomanto Junior. Foto de Edval Santana.

Além do problema dos semáforos, a “genialidade” de prepostos da prefeitura de Ilhéus em asfaltar em horário de pico a recém-criada rotatória da Zona Sul, ocasionou um verdadeiro caos aos motoristas. O congestionamento chegou até a Praça Cairú, centro da cidade.

Por meio das redes sociais, o vice-prefeito José Nazal entendeu a reclamação dos ilheenses, e em nome do governo pediu desculpas pelo ocorrido. “Fica aqui meu pedido pessoal de desculpa pelo ocorrido, mesmo não tendo culpa direta pela decisão, mas entendo também ser responsável por ser gestor”, disse Nazal.

Confira os novos valores das multas para as infrações mais cometidas pelos brasileiros

image_gallery

Infração de trânsito é qualquer desobediência às leis e normas contidas no Código de Trânsito Brasileiro, resoluções, portarias e decretos regulamentadores. As infrações são classificadas de acordo com a gravidade, em função do risco a que expõe os usuários do trânsito. “Mesmo que o cidadão seja contra a norma, é seu dever respeitá-la e procurar outros meios de defender a sua opinião. Cometer infrações de trânsito é uma atitude que pode levar a graves acidentes”, explica Celso Alves Mariano, especialista em trânsito e diretor do Portal.

A Lei 13.281/16 alterou vários artigos do Código de Trânsito Brasileiro que, em sua maioria, entram em vigor a partir de novembro. O texto foi sancionado pela ex-presidente Dilma Rousseff no dia 04 de maio de 2016.

As mudanças afetam diretamente o condutor, principalmente, aquele infrator do trânsito. As multas ficarão mais caras, os limites de velocidades foram alterados nas rodovias, o prazo para suspensão do direito de dirigir será aumentado e algumas infrações serão agravadas.

O Portal do Trânsito fez um levantamento com dados dos principais órgãos fiscalizadores do País e mostra como ficarão os novos valores para as infrações mais cometidas pelos brasileiros.

1. Excesso de velocidade

Exceder os limites de velocidade é uma das maiores causas de acidentes no trânsito e é a infração mais cometida em todo Brasil. “A velocidade inadequada reduz o tempo disponível para uma reação eficiente em caso de perigo”, diz Mariano.

Segundo o artigo 218 do CTB – Código de Trânsito Brasileiro, dirigir acima da velocidade máxima permitida pode ser enquadrado em três situações:

Acima do limite de velocidade em até 20% é infração média, com acréscimo de 4 pontos no prontuário do condutor e multa atualizada de R$130,16.

Acima do limite de velocidade entre 20% e 50% é infração grave, com acréscimo de 5 pontos no prontuário do condutor e multa com novo valor de R$195,23. :: LEIA MAIS »

Manifestação de ciclistas deixou trânsito lento na zona sul de Ilhéus

Jpeg

Por volta das 6h da manhã desta terça-feira (12), ciclistas realizaram um protesto, saindo da Maramata, e chegando até a ponte Lomanto Júnior. O protesto deixou o transito lento, e às 7:28h, os manifestante liberaram a pista.

Os ciclistas reivindicam a construção de ciclovias, e protestam contra recentes acidentes envolvendo ciclistas, um deles acarretando a morte de Carolaine Silva Menezes, 19 anos, no último dia 01 de julho, na av. Ubaitaba, Malhado.

O outro envolveu Alberto Xavier, atropelado na ponte Lomanto Júnior no último dia 05, encontra-se em estado grave internado no hospital de Base de Itabuna.

Trânsito no centro de Ilhéus sofrerá mudanças devido às competições de Triathlon e Paratriathlon

Av Soares Lopes terá modificação no trânsito. Foto Gidelzo Silva.

Av Soares Lopes terá modificação no trânsito. Foto Gidelzo Silva.

Devido à realização das etapas baiana do Triathlon e brasileira do Paratriathlon, que ocorrem em Ilhéus nesta sexta-feira, 6, e sábado, 7, a organização dos eventos e a Superintendência Municipal de Trânsito (Sutran) aconselham a quem costuma utilizar vias como as avenidas Soares Lopes e Dois de Julho a não estacionar veículos no local entre às 9h e 16h do sábado. Nesse período, o trânsito no local estará bloqueado.

A Sutran recomenda atenção dos motoristas para que não deixem veículos nos seguintes locais: Rua Coronel Paiva, ao lado da sorveteria Ponto Chic até o Edifício Cidade de Ilhéus; estacionamento da Avenida Soares Lopes, na pista que dá acesso à praia; estacionamento da Avenida Dois de Julho; residências e bares após os Velhos Marinheiros, também na Dois de Julho. Esses pontos deverão estar livres, sem veículos estacionados, para que possam ser realizadas as provas evitando riscos para os atletas, entre eles deficientes físicos.

Veículos que estejam na área restrita ao evento poderão ser guinchados, a fim de evitar transtornos ao prosseguimento das atividades. Serão feitas modificações também para quem sai do Outeiro de São Sebastião, pois deverão seguir até a Rua Coronel Paiva, na pequena travessa em frente à Catedral de São Sebastião. Agentes de trânsito irão permitir que estes veículos, quando não estiver havendo passagem de atletas, acessem a Rua Antônio Lavigne de Lemos, indo pela contramão e saindo pela Rua Conselheiro Dantas, que deve ficar fechada ao trânsito proveniente da Rua Santos Dumont.

A organização orienta que se deve evitar atravessar as ruas em áreas onde não existem fiscais da competição, pois as bicicletas passam em alta velocidade, formando pelotões com vinte ou até trinta competidores, o que pode colocar pessoas em risco.

*Informações da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Ilhéus.

Monopólio dos Ribeiros

O Monopólio dos Ribeiros é um verdadeiro Laranjal.

O Monopólio dos Ribeiros é um verdadeiro laranjal.

Um fato inusitado vem chamando atenção da imprensa regional. Uma empresa de vistoria automotiva vem lutando para abrir as portas no município, mas encontra grandes dificuldades por parte de liberação junto à Prefeitura.

A empresa, caso aberta, seria a segunda no município. A primeira empresa faz parte do “jogo comercial” instalada no setor de trânsito da cidade, envolvendo políticos, correligionários, e uma verdadeira “plantação de laranjal”, que a população já batizou de Monopólio dos Ribeiros.

O negocio é tão bom, que outra empresa no mesmo ramo, está sendo aberta pelo Monopólio dos Ribeiros, sem a burocracia encontrada pela quase concorrente.

Ilhéus virou a terra das Blitz. Tudo para favorecer o monopólio dos Ribeiros.

Dentro do monopólio tem autoescola, clínica de oftalmologia, empresa de guincho e estacionamento. Tudo com a conivência das autoridades municipais e estaduais nas repartições públicas de trânsito.

Alô Polícia Federal e Ministério Público !

*Matéria publicada originalmente em 15 de maio de 2015

STF decide que guardas-civis podem aplicar multas no trânsito em todo o País

multa-de-transito-www.maisdinheiromaisvida.com_.br_Por seis votos a cinco, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), em sessão nesta quinta-feira (6), decidiu que as guardas municipais têm competência para fiscalizar o trânsito, lavrar auto de infração de trânsito e impor multas. Seguindo divergência aberta pelo ministro Luís Roberto Barroso, o Tribunal entendeu que o poder de polícia de trânsito pode ser exercido pelo município, por delegação, pois o Código Brasileiro de Trânsito (CTB) estabeleceu que esta competência é comum aos órgãos federados. O recurso tem repercussão geral e a decisão servirá de base para a resolução de pelo menos 24 processos sobrestados em outras instâncias. :: LEIA MAIS »

Multas para ultrapassagem forçada e “rachas” estão mais caras a partir de hoje

d113f0860eb070c7e81a1e34d4569081

Mais de 2 mil mortes em acidentes tiveram como causa as colisões frontais.

As multas para motoristas flagrados em ultrapassagens forçadas ou em local proibido estão até dez vezes mais caras. As mudanças passam a valer a partir de hoje (1º), data do início da vigência da Lei 12.971, que alterou 11 artigos do Código de Trânsito Brasileiro. A nova legislação também aumenta a punição para quem for pego praticando corrida, disputa ou competição automobilística, o chamado “racha”.

O valor da multa para o motorista que forçar passagem entre veículos em pistas de duplo sentido passará de R$ 191,54 para R$ 1.915,40, além da suspensão do direito de dirigir. A sanção para ultrapassagens de risco, que normalmente obriga o outro veículo a sair da pista para evitar acidentes, dobrará se houver reincidência no período de até um ano. Nesse caso, o valor será R$ 3.830,80.

A multa para quem ultrapassar em situações perigosas ou em locais proibidos, como faixas de pedestres, curvas, trevos, túneis, pontes, faixas duplas contínuas e acostamentos, aumentou de R$ 127,69 para R$ 957,70. O valor da punição também dobrará no caso de reincidência em 12 meses.

:: LEIA MAIS »

Cosme Araújo sugere suspensão imediata das apreensões das cinquentinhas na cidade de Ilhéus

Cosme Araújo e Jabes Ribeiro

Cosme Araújo e Jabes Ribeiro

Demonstrando seriedade e respeito aos proprietários de cinquentinhas na cidade, o vereador, advogado e candidato a Deputado Estadual, Cosme Araújo, sugeriu no dia de ontem, 04, ao prefeito Jabes Ribeiro, que determine a suspensão imediata das apreensões dos ciclomotores, considerando o terror implantado para os mesmos.

O prefeito assegurou ao vereador que irá avocar, ou seja, chamar a responsabilidade o problema, encaminhando o setor jurídico para o mais rápido possível, ser feita uma avaliação do problema do quanto questionado.

O fato é que apesar da CTB (Código de Trânsito Brasileiro) prevê a necessidade de que para os proprietários de ciclomotores possam trafegar seja necessário de que possuam CNH ou autorização para tanto, existem divergências no que concerne a regulamentação do dispositivo previsto.

Por este norte, prevê também o CTB que a competência no caso vertido é do município para regularizar a documentação dos ciclomotores. Assim, diante das controvérsias em alguns estados, os representantes do Ministério Público estão sendo tolerantes em que se firmem Tacs (Termos de Ajustes de Condutas) com os desideratos de resolverem os impasses.

:: LEIA MAIS »

Multa de trânsito eletrônica – uma visão normativa

Por Gustavo Kruschewsky

E-mail : gcezar@uesc.br

Gustavo (2)Os acidentes de trânsito no Brasil estão cada vez mais aumentando. Várias são as razões, desde muitos veículos trafegando nas vias públicas acrescidas a insensatez e agressividade de alguns motoristas de carros, motos, caminhões e ônibus – até bicicletas – que não respeitam as regras impostas pelo Código de Trânsito Brasileiro e as normas impostas pelo CONTRAN. Pior ainda! Não respeitam a própria vida e a dos outros.  O stress dos motoristas no trânsito brasileiro é outra causa de constantes acidentes por não se ter uma mobilidade urbana eficiente, conforme acontece em países de 1.º mundo.

Equipamentos de fiscalização eletrônica do tráfego – radares – fixados em muitas vias públicas de várias cidades do Brasil têm até minimizados os acidentes, mas, longe de erradicar esse maldito fenômeno de ocorrência de sinistros que tem sido uma marca letal contra muitas pessoas.  Cinco aspectos devem ser fundamentais para instalação de radares e outras providências no manejo do trânsito de vias públicas: 1 – a reivindicação de moradores;  2 – estudo se há naquele local incidência de acidentes; 3 – verificar as normas determinadas principalmente pela Constituição Federal,  CTB – Código de Trânsito Brasileiro, pelo Denatran – Departamento Nacional de Trânsito e CONTRAN – Conselho Nacional de Trânsito; 4 – obediência pelo órgãos públicos municipais ao respectivo processo administrativo no manejo de autos de infração de trânsito  e  5 – aplicação devida, respeitando-se as normas legais, da verba arrecadada por multas justas.

Com o advento desses radares – conhecidos popularmente como pardais – surgiu por efeito outro fenômeno que é o aumento assustador de arrecadação de verbas, por muitos municípios, pagas precipitadamente pelos motoristas – sem antes buscarem seus direitos – acusados de  supostas multas por velocidade e avanço de sinal vermelho. É preciso saber que tipo de radar para fiscalização de velocidade é utilizado nas vias públicas. Os municípios “autuadores” devem respeitar o princípio constitucional da publicidade dos atos administrativos. Deve-se inserir no AIT – Auto de infração de trânsito – dentre outras informações, a identificação do instrumento que foi utilizado para medição da velocidade do veículo. Do contrário o AIT tornar-se-á insubsistente, nulo. Considerando-se também que se a irregularidade do veículo do suposto acusado for detectada por radar do tipo móvel ou portátil deverá ser obrigado a presença e referendo da autoridade ou do seu agente de trânsito no local da suposta infração. Não procedendo assim,  o auto de infração poderá ser nulificado. Vale dizer que a Deliberação 38/2003 não  obriga a presença e o referendo da autoridade do trânsito ou seu agente no local da infração se o medidor de velocidade for fixo ou estático com dispositivo registrador de imagem que atenda aos termos do parágrafo 2.º do artigo 1.º da Deliberação 38/2003 do CONTRAN.

:: LEIA MAIS »

Caos no trânsito de Ilhéus: Sinaleiras desligadas nos principais cruzamentos da cidade

Há muito tempo os ilheenses convivem com os engarrafamentos na zona sul. Agora outro problema vem gerando uma grande probabilidade de acidente, dessa vez no centro da cidade.

As sinaleiras do cruzamento das avenidas Itabuna e Canavieiras estão desligadas, gerando apreensão em motoristas e pedestres, já que por ali existe um intenso fluxo de veículos. Em contato com nossa redação, um taxista lembrou que o problema já persiste há quatro dias, e nenhum agente de trânsito foi enviado ao local, para organizar a situação.

Já que não tem nenhum representante da Setrans no local, o leitor nos enviou um vídeo com a situação do cruzamento, para que os responsáveis, de dentro de seus aclimatados e confortáveis gabinetes, observem o problema e se mobilizem para resolver.

Vídeo :

A agilidade esperada

Em contato com a nossa Redação, moradores e comerciantes da avenida Ubaitaba, uma das mais movimentadas vias do bairro do Malhado, pedem que haja agilidade nas intervenções que estão sendo feitas no local.

Eles ressaltam que o trânsito local já é bastante conturbado e o serviço realizado pela Coelba está contribuindo para que tal fique ainda mais perigoso.

No trecho onde a obra está sendo realizada é perceptível a ausência de pessoas incumbidas em organizar o fluxo de veículos, já que uma das faixas está interditada, causando uma verdadeira celeuma no trânsito.

Basta saber se haverá a agilidade esperada e se a via será entregue da mesma forma que estava antes.

abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia