WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
prefeitura de ilheus faculdade de ilheus




:: ‘Religião’

Ilhéus: Movimento do Cursilho convida comunidade para debate sobre a Campanha da Fraternidade 2018

O Movimento de Cursilho de Cristandade da Diocese de Ilhéus juntamente com a Escola Vivencial, realizam no próximo dia 15 de maio, às 19h, no Salão do Cursilho na Igreja São Jorge, Centro, uma mesa redonda com a temática “Campanha da Fraternidade 2018: Fraternidade e superação da violência”.

O evento contará com a presença de Dom Mauro Montagnoli, Bispo Diocesano, representantes da Polícia Militar e Câmara de Vereadores e uma psicóloga, que debaterão o assunto com foco no município de Ilhéus. Os palestrantes abordarão a construção social, histórica e psicológica do fenômeno violência, assim como fundamentarão sobre a importância e a contribuição da religião na superação da violência e importância dos Direitos Humanos na esfera da Segurança Pública. Toda comunidade está convidada!

Festa de Iemanjá reúne, em Ilhéus, populares simpatizantes e adeptos do candomblé

Foto Rodrigo Macedo.

O ritual em homenagem a Iemanjá, em Ilhéus, reuniu populares, muitos simpatizantes e adeptos do candomblé, neste dia 2 de fevereiro. As comemorações aconteceram em dois pontos da cidade: nas praias do Malhado e Nova Brasília e foram prestigiadas pelo prefeito Mário Alexandre. “Esta comemoração, além de integrar o calendário turístico de Ilhéus, merece o nosso respeito e o nosso apoio pelo que representa na história e na cultura da Bahia”, destacou o prefeito.

No bairro Nova Brasília, Mãe Laura há 40 anos comanda a festa. No Malhado, a centenária Mãe Carmosina, lidera a festa todos os anos. ”Esta é uma tradição que não pode morrer”, destacou Mãe Laura, ao som dos atabaques, dos movimentos das rodas de capoeira e diante de uma fila gigantesca de pessoas que doavam oferendas à Rainha do Mar e, em troca, buscavam um banho de alfazema e a proteção do orixá mais popular festejado com festas públicas no Brasil.

Foto de Rodrigo Macedo.

A carioca Isabela Moraes reside há seis meses em Ilhéus. Pela primeira vez, neste dia 2 de fevereiro, pôde presenciar o ritual de homenagem a Iemanjá. “Fascinante esse encontro de alegria e de fé”, resumiu. “São cenas que, de fasto, só conseguimos ver e sentir vivendo na Bahia”, completou.

Iemanjá é o orixá do povo Egba, divindade da fertilidade originalmente associada aos rios e desembocaduras. É a protetora dos pescadores, categoria popular que participa dos festejos. No bairro do Malhado, a alvorada aconteceu as 5 horas da manhã. Às 14 horas aconteceu a saída da procissão do Terreiro Sutão das Matas com a imagem de Iemanjá, em direção à litorânea norte. Em seguida, a entrega de oferendas com procissão marítima realizada por pescadores da Colônia Z-34.

Já no bairro Nova Brasília os festejos aconteceram a partir das 9 da manhã, com saudação e cânticos em louvação aos orixás. O local também registrou a apresentação de samba de roda com o grupo Samba de Treita e, a tarde houve a saída do cortejo com os balaios para o alto mar.

Brasil registra uma denúncia de intolerância religiosa a cada 15 horas

Templos são invadidos e profanados. Em outros casos, há agressões verbais, destruição de imagens sacras e até ataques incendiários ou tentativas de homicídio. O cenário preocupa adeptos de diversas religiões e, em pelo menos oito Estados, o Ministério Público investiga ocorrências recentes de intolerância. Entre janeiro de 2015 e o primeiro semestre deste ano, o Brasil registrou uma denúncia a cada 15 horas, mostram dados do Ministério dos Direitos Humanos (MDH).

Segundo levantamento da pasta, o Disque 100, canal que reúne denúncias, recebeu 1.486 relatos de discriminação religiosa no período, de xingamentos a medidas de órgãos públicos que violam a liberdade religiosa. “E sempre há mais casos do que os relatados”, explica Fabiano de Souza Lima, coordenador-geral do Disque 100. “A subnotificação é alta, considerando o cenário nacional”, diz. “Algumas pessoas não querem se envolver e preferem permanecer no anonimato a denunciar.”

Só neste ano foram registrados 169 casos: 35 em São Paulo, 33 no Rio e 14 em Minas, Estados com maior número de ocorrências informadas. Comparado ao mesmo período de 2016, haveria recuo de 55%, mas Lima explica que a oscilação de denúncias não reflete a realidade. :: LEIA MAIS »

Ilhéus: 1º Congresso da Família acontece no Iguape nos dias 29 e 30

Nos dias 29 e 30 de julho, o bairro Iguape irá receber o 1º Congresso da Família. O evento será realizado na Igreja Batista Luz do Iguape, que fica localizada à Rua Maria Luiza nº 66. Serão dois dias de congresso com a presença do Pr . Gildo Rorato (Ilhéus), Prª Anna Paula (Ilhéus) e Pr. Vanderlei Borges (Uruçuca). No sábado, a programação terá início às 19h e no domingo, a partir das 09h.



outubro 2018
D S T Q Q S S
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Aguarde as próximas enquetes...


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia