WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
prefeitura ilheus transporte ilegal

:: ‘prevenção’

Campanha Maio amarelo, movimento mundial de alerta no trânsito

Da Secom PMI

Com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito, como acontece em todo o mundo, a Coordenação de Educação para o Trânsito, vinculada à Superintendência de Transporte e Trânsito (Sutran), realiza em maio, diversas ações educativas nas principais ruas e avenidas de Ilhéus. As atividades fazem parte do movimento “Maio amarelo”, para colocar em pauta a segurança viária e a segurança da população.

A abertura está prevista para as 8 horas do dia 1º de maio, com concentração na rua Araújo Pinho, centro de Ilhéus, seguida de caminhada no sentido da Praça Dom Eduardo, em frente da Catedral de São Sebastião. Nos dias 2, 3 e 4, das 6 às 9 horas, a Sutran faz panfletagem, conscientização oral e atividade prática com cadeira de rodas e andadores em vagas de carros nas ruas Araújo Pinho, 7 de Setembro e Tiradentes. “O objetivo desta ação é levar reflexão de que o direito do outro deve ser respeitado, possibilitando que o condutor de veículo automotor vivencie a dificuldade dos que realmente necessitam de vagas preferenciais”, lembrou Rogério Buralho, titular da Sutran.

Para os dias 9, 11 e 14 de maio, a partir das 9 horas, os trabalhos serão reiniciados na Praça Cairu, Rua 13 de Maio e posto temático, com panfletagem, conscientização oral, distribuição de brindes (lixeiras) e rosas amarelas às mães. “Neste dia, vamos fazer inversão de valores. Destruir a conotação pejorativa que culturalmente é atribuída à mulher condutora de veículo automotor, ‘só podia ser mulher’ e evidenciar todas as qualidades que ela agrega ao trânsito”, ressaltou Albervan Barreto, coordenador de Educação para o Trânsito, da Sutran. :: LEIA MAIS »

Planserv orienta beneficiários sobre exames de prevenção contra câncer

Em meio à celebração do Dia Mundial de Luta contra o Câncer (8 de abril), o Planserv – Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais alerta seus beneficiários sobre os exames que previnem ou detectam a doença em estágio precoce, aumentando as chances de cura. O incentivo à adoção de hábitos saudáveis de vida e aos cuidados com a saúde para prevenção justifica-se pela estatística do Instituto Nacional do Câncer (INCA) que estima, para o biênio 2016-2017, o registro de 600 mil novos casos no Brasil. O tumor mais comum no homem é o de próstata e na mulher é o de mama.

Entre os exames de rastreamento do câncer comumente prescritos pelos médicos de diversas especialidades destacam-se o preventivo de colo uterino, anualmente, para mulheres a partir do início da atividade sexual; mamografia, uma vez por ano, para mulheres acima dos 40 anos; colonoscopia, para homens e mulheres acima dos 50 anos; PSA e toque retal, para homens acima dos 50 anos ou acima de 40 anos, se apresentar fatores de risco e Tomografia Computadorizada do Tórax, para pacientes com histórico prolongado de tabagismo.

Além de fazer os exames de rotina solicitados pelos médicos, é preciso melhorar hábitos alimentares, praticar atividades físicas regulares, abandonar vícios e reduzir o estresse. Mesmo tomando todas essas medidas para evitar a doença, ela pode surgir por uma pré-disposição genética. De acordo com a oncologista Loana Valença, quando há pessoas com câncer na família, é necessário identificar se foi um caso isolado ou se a doença tem caráter hereditário. “Se houver suspeita ou confirmação de doença hereditária, o rastreamento pode ser mais frequente que na população em geral”.

Atualmente, o arsenal terapêutico contra o câncer é muito maior do que há 20 anos. De acordo com a oncologista Geila Ribeiro Nuñes, os avanços vão desde a capacidade de prevenir a doença em famílias com alto risco genético, passando pela possibilidade de diagnósticos precoces e mais precisos, até o tratamento eficaz e menos invasivo. “Menos efeitos colaterais e mais qualidade de vida é o que buscamos para nossos pacientes oncológicos”.

Dengue: Homem alerta para água parada em canos de placas de sinalização de trânsito

1067520_920953811258162_920940391259504_43170_492_b

O vídeo mostra um cidadão do Paraná que fez um alerta para proliferação da dengue em canos de placas de trânsito.

Ele mostra que placas de sinalização de trânsito acumulam água e pode ser um ambiente propício para a reprodução do mosquito transmissor da dengue.

O vídeo foi gravado no centro do município de Dois Vizinhos, no Paraná, e postado na página do Facebook do morador.

Vídeo :

Informações da UOL

abril 2017
D S T Q Q S S
« mar    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia