WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
hospital sao jose secom bahia prefeitura ilheus transporte ilegal

:: ‘Meio-ambiente’

Câmara de Ilhéus proporcionou debate sobre meio ambiente

Na noite da quinta-feira, 16, a Câmara Municipal de Ilhéus abriu as portas para falar do Meio Ambiente. Em diálogo com a Campanha da Fraternidade 2017, que este ano tem como tema “Biomas Brasileiros e Defesa da Vida”, os vereadores convidaram representantes de diversos setores da sociedade com o objetivo de discutir as questões pendentes sobre as políticas ambientais do município de Ilhéus.

Os vereadores Paulo Meio Quilo, Makrisi, Juarez Barbosa e Gil Gomes conduziram o seminário. A princípio, a maioria dos integrantes da mesa posicionou-se rapidamente sobre o tema, apontando os pontos fortes e fracos da situação atual do Meio Ambiente em Ilhéus. O vice-prefeito e historiador José Nazal se destacou em sua fala, pois além de palavras, trouxe imagens antigas e atuais da cidade, demonstrando os impactos do crescimento desordenado do município. “Ilhéus é uma cidade com tantas belezas naturais que inúmeras pessoas ao redor do mundo nos visitam e acabam ficando, isso é indiscutível. Mas se a gente não contiver as agressões ambientais que estamos sofrendo com o passar do tempo, Ilhéus será uma cidade com baixíssima qualidade de vida muito em breve”, declarou José Nazal.

A sessão especial se caracterizou também pelo encontro ecumênico. Entre os representantes da mesa ofeicial, estavam Dom Mauro Montagnoli, bispo diocesano de Ilhéus e Mãe Almerinda de Souza, do Terreiro Ilê Axé de Luando, ambos preocupados com os rumos que a nossa região está tomando com relação aos cuidados com o Meio Ambiente. “Essa noite é muito importante para a nossa comunidade, pois vamos refletir sobre a nossa situação real. Temos que tomar consciência para podermos dar continuidade à vida no planeta” afirmou o bispo.

Além deless, compareceram à mesa: Emílio Gusmão, superintendente de Meio Ambiente de Ilhéus; Ruben Armua, superintendente do Ibama na Bahia; Marcell Moraes (PV), Deputado Estadual e Presidente da Comissão de Meio Ambiente do Estado da Bahia; entre outros convidados que enriqueceram o debate. Vale destacar também, as presenças de Maria do Socorro Mendonça, presidente do Instituto Nossa Ilhéus, Padre Cristo e Maria D’ajuda, representando a Cáritas Diocesana de Ilhéus.

Segundo o vereador Makrisi, “é Importante para nós, cristãos e cristãs, que militamos nos movimentos da Igreja, possamos também discutir temas importantes para a sociedade como este, por isso o caráter ecumênico dessa audiência e os meus agradecimentos a todos os presentes neste plenário”, declarou o edil.

 

Fiscalização impede ocupação de área pública nos condomínios Sol e Mar em Ilhéus

Atendendo a frequentes reclamações dos moradores dos condomínios Sol e Mar 1 e 2, construídos através do programa “Minha Casa Minha Vida”, na estrada do Couto, localizado no trecho da rodovia BA-251, entre a zona sul de Ilhéus e o município de Buerarema, a Prefeitura, por meio da Superintendência Municipal de Meio Ambiente da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, iniciou um trabalho de fiscalização no local, no último dia 31, com o objetivo de impedir a ocupação de área pública existente no local.

As equipes de fiscalização de posturas e de fiscalização especial (FOE) compareceram ao local, observaram e notificaram irregularidades nas áreas públicas existentes nos condomínios, visando impedir a invasão na área comum aos condôminos. Outra reclamação feita por populares é também a ameaça fr invasão da área verde existente no entorno do conjunto residencial Mar e Sol.

Segundo o superintendente municipal de Meio Ambiente, a operação de fiscalização promove o bem estar dos moradores e a preservação estética e ambiental dos condomínios. “É um verdadeiro serviço de utilidade pública que coloca, lado a lado, administração municipal e população, defendendo os interesses coletivos, de toda uma comunidade”, acrescentou.

Conforme a legislação vigente, a contrapartida que cada município deverá dar para o programa “Minha Casa Minha Vida” é a construção da infraestrutura externa, assim como alguns equipamentos públicos como creche, posto de saúde e escola. Para isso, é preciso ter área pública livre para abrigar esses serviços e assim garantir o pleno funcionamento dos condomínios habitacionais.

Ministério Público manda suspender a limpeza da Praia do Malhado

Foto arquivo de Jamesson Araújo

O Ministério Público Federal mandou suspender a limpeza da Praia do Malhado, que estava sendo realizada pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos. O órgão alega se tratar de uma área de ‘restinga’, vegetação sob proteção ambiental, conforme Código Florestal brasileiro, recomendando assim a suspensão imediata dos trabalhos para não causar prejuízos ao ecossistema local.

A operação que faz parte do programa “Cidade Limpa”, é uma determinação do Prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, tendo em vista os preparativos para a festa de Iemanjá, em 02 de fevereiro, como parte das providências para que a Praia do Malhado esteja adequada para receber de forma digna comunidade e turistas que acompanham anualmente o cortejo, homenagens e entrega de oferendas à “rainha das águas”.

A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e da Procuradoria Geral do Município, pedirá audiência ao Ministério Público Federal a fim de manter entendimentos e pacificar a questão, de modo que o município possa efetuar a limpeza das praias sem interferir na vegetação sob proteção da legislação ambiental.

Para o secretário Jorge Cunha não foi causado nenhum dano ao meio ambiente, “uma vez que a área que limpamos, até o momento, não tinha restinga”. Cunha ainda afirma: “retiramos baronesas trazidas pelos rios, lixo, entulho e espécies vegetais exóticas, como braquiária decumbens e capim sempre verde, dentre outras”.



Projeto Vida oferece apoio às políticas ambientais de Ilhéus

Professor Guilhardes Júnior, e o superintendente Emílio Gusmão.

Nessa terça-feira (10),, coordenador do colegiado de direito da UESC, visitou a Superintendência de Meio Ambiente de Ilhéus. Ele apresentou projetos e ofereceu apoio técnico ao município.

Na UESC, o professor coordena o projeto de extensão Vivências Interdisciplinares em Direitos Socioambientais (VIDA), que promove ações relacionadas com a conservação do meio ambiente. Na visita à Superintendência, Guilhardes disponibilizou vagas para fiscais ambientais da prefeitura no curso de capacitação que o programa vai promover para policiais militares da Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPA). A atividade de formação se concentrará no trabalho de proteção da Mata Atlântica, o maior patrimônio natural do sul da Bahia. O superintendente Emílio Gusmão recebeu as propostas do visitante com entusiasmo. Segundo ele, a atitude generosa do professor coincidiu com o compromisso do governo Mário e Nazal de atender as reivindicações dos servidores por mais atividades de capacitação técnica. Segundo Emílio Gusmão, alguns servidores demonstraram interesse em aprimorar sua formação, porque não tiveram muitas oportunidades desse tipo nos governos anteriores. Por isso, “a visita do professor Guilhardes nos deixou muito otimistas. Ainda com carências estruturais, cabe à prefeitura agregar apoiadores qualificados para aprimorar as políticas públicas do município”.

Como é advogado, Guilhardes também se dispôs a auxiliar o município a tratar algumas questões jurídicas, como o aprimoramento do seu arcabouço legal sobre o meio ambiente. Além disso, na próxima semana vai acompanhar a equipe da Superintendência numa visita ao Parque Municipal da Boa Esperança.

Ilhéus: Moradores realizam mutirão de limpeza das margens da Lagoa Encantada

lagoacachoeira

Um dos lugares mais bonitos da Bahia, a Lagoa Encantada, localizado no município de Ilhéus, vai ter suas margens limpas por um mutirão feito por um grupo de moradores da localidade. Marcado para domingo (06), o mutirão começa no início da manhã e terá como objetivo a ação de conscientização para preservação da natureza em um dos pontos de maior turismo se conservados limpos.

Uma primeira limpeza já foi feita no último domingo (31) nas cachoeiras da Caldeira e Apipique. De acordo com os organizadores do mutirão, a Lagoa Encantada está há anos abandonada pelo poder público e a iniciativa dos moradores é importante para resgatar autoestima dos moradores.

A ideia é tornar as áreas turísticas da Lagoa Encantada um espaço de conivência dos moradores e visitantes. A iniciativa é dos organizadores Gilson Barbosa, Humberto Sá, Marcelo Oliveira e tem o apoio da Lagoa Encantada Cidadania e Turismo Sustentável (Lects).

Galeria de fotos :

Nazal diz que Meio Ambiente será uma das prioridades do novo governo

img_20161004_103412031-640x360

O prefeito eleito de Ilhéus, Mário Alexandre, e seu vice José Nazal, concederam uma coletiva à imprensa na manhã desta terça-feira (04), onde responderam inúmeros questionamentos sobre os rumos do novo governo.

O Blogueiro Jamesson Araújo, um dos editores do Blog Agravo, questionou a Nazal sobre futuro da concessão da Embasa na exploração dos serviços de Ilhéus, a crise hídrica, além do absurdo canal do Bairro do Malhado.

Ouça a explicação de Nazal na íntegra:

​​Pedro Tavares quer criar a Semana de Conscientização da Coleta Seletiva

PEDROTAVARES_FOTOALBA

Deputado Estadual Pedro Tavares.

A  Bahia  poderá  ter  em  seu calendário  de  comemorações a  “Semana  Estadual  de Conscientização da Coleta Seletiva”. Projeto de lei do peemedebista Pedro Tavares estabelece a segunda semana do mês de junho para a realização do evento, que deve  “promover  a discussão e conscientização  sobre  resíduos sólidos na Bahia, envolvendo entidades representativas da sociedade civil, poder público, iniciativa privada e população”, dentre outros objetivos e ações.

Segundo  o  parlamentar,  o objetivo é “fomentar um ciclo de debates e proporcionar um ambiente  favorável  para  soluções referentes aos resíduos sólidos” na Bahia. Ele chama a atenção para o fato de estarmos “vivenciando um cenário de consumo crescente e que a falta de consciência  social  para  a  solução dessa  problemática  só  tem  aumentado. Somado a isso, temos um  sistema  ineficaz  que não garante  a  destinação  correta  e não promove ações preventivas e  educativas  para  redução,  reaproveitamento  e  não  geração de resíduos sólidos”.

Será possível  “não somente  prever  mecanismos  de  coletas  seletivas, mas  conscientizar  a população de que mesmo com as políticas mais avançadas, sem a iniciativa individual  dos cidadãos  todo  e qualquer esforço será ineficiente”, diz. Pela proposição, os objetivos são “fomentar a economia solidária e a inclusão social; propor soluções para a redução, reutilização, reciclagem, compostagem e não geração de resíduos sólidos; promover  ações  educativas  sobre resíduos  sólidos;  incentivar o  consumo  consciente;  realizar palestras,  fóruns,  seminários  e eventos em geral sobre resíduos sólidos e ações coletivas de limpeza em espaços públicos; disseminar e incentivar a produção científica acadêmica”.

O projeto, entende Tavares, é uma “maneira de proporcionar um cenário promissor para a discussão e conscientização sobre a temática dos resíduos sólidos no Estado, envolvendo e engajando a sociedade civil organizada,  poder  público,  iniciativa privada e a população como um todo”

Transferência de gestão de praias da União para os municípios será debatida hoje (22)

Praias de Canavieiras (1)

Acontece nesta sexta-feira (23), a partir das 13h, a audiência pública sobre a implementação da Lei 13.240/2015, que transfere a gestão de praias da União para os municípios. Realizado pelo Ministério Público Federal no auditório da Procuradoria Regional da República da 2ª Região, o evento debaterá os impactos das novas políticas de gerenciamento costeiro.

O objetivo é conhecer e debater a viabilidade e as condições de gestão das praias, considerando os aspectos jurídicos, técnicos e de gestão participativa. A audiência busca também esclarecer pontos relacionados à futura implementação da norma, entre eles, a garantia de que os espaços costeiros serão usados conforme sua classificação, uso e ocupação das praias, inclusive ambulantes e quiosques.

“A audiência do Rio de Janeiro é continuidade da que ocorreu em Brasília no mês passado, e teve ampla participação dos órgãos públicos e da população, resultando num debate muito produtivo em que cada participante trouxe suas preocupações, dúvidas e recebeu contribuições para evoluir nas conclusões sobre o novo regime. Com certeza, a audiência do Rio de Janeiro, que contará com alguns dos participantes da audiência de Brasília, avançará ainda mais na compreensão do tema”, analisa a procuradora regional da República Gisele Porto.

A próxima audiência pública já marcada acontecerá em Salvador no dia 26/8. A série de audiências é uma iniciativa do projeto MPF pelo Gerenciamento Costeiro (MPF-Gerco), um projeto da 4ª Câmara de Coordenação e Revisão (meio ambiente e patrimônio cultural) que tem a finalidade de desenvolver modelos de atuação para auxiliar os membros que atuam nas áreas costeiras do país. O MPF Gerco pretende facilitar o trabalho integrado na proteção da costa brasileira e na solução e prevenção de conflitos.

O debate será transmitido ao vivo. Clique aqui para assistir !

Polícia Ambiental apreende armas, munições e resgata pássaros em Ilhéus

CIPPA/PS, lotada na Base Costa do Cacau em Ilhéus, composta pelos policiais: SGT PM Alberto, SD PM Cupertino, SD PM Trindade, SD PM Andrade e SD PM Demétrios.

CIPPA/PS, lotada na Base Costa do Cacau em Ilhéus, composta pelos policiais: SGT PM Alberto, SD PM Cupertino, SD PM Trindade, SD PM Andrade e SD PM Demétrios.

A guarnição da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental – CIPPA/OS após dar início à operação Ambiente Seguro na zona rural de Ilhéus, apreenderam duas armas de fogo calibre 32, 09 (nove) pássaros da fauna silvestre, e uma motosserra na região do Itariri.

De acordo com o Major PM Wesley Siqueira, comandante da CIPPA/PS, a operação Ambiente Seguro foi deflagrada na região de atuação da Polícia Ambiental, com a finalidade de inibir o crime praticado nessas áreas, identificando os responsáveis para que possam responder pela prática criminosa.

Todo o material apreendido foi apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Ilhéus, juntamente com os infratores.

Ilhéus: uma praia se encontra em estado impróprio para o banho

Ilhéus: Praia do Malhado mais uma vez imprópria para banho.

Ilhéus: Praia do Malhado mais uma vez imprópria para banho.

Das praias avaliadas pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema) na Costa do Cacau, Litoral Sul – BA, uma se encontra em estado impróprio para banho neste fim de semana.

O Inema chama atenção para que os banhistas evitem a praia de Malhado (próximo à escultura da sereia).

O diagnóstico das condições de balneabilidade é obtido mediante o recolhimento de amostras, durante cinco semanas, nas praias da Barra de São Miguel, Marciano, Malhado, Avenida, Cristo, Opaba, Milionários, Olivença e Cururupe, 100m antes lançamento da Ceplus e 100m depois lançamento da Ceplus. :: LEIA MAIS »

O meio ambiente pede socorro, alerta Pedro Tavares

A Chapada pega fogo há três meses. Foto: BRAL/Facebook.

A Chapada pega fogo há três meses. Foto: BRAL/Facebook.

O incêndio que atinge o Parque Nacional da Chapada Diamantina já é considerado um dos maiores desastres ambientais da Bahia. Ao todo, quatro focos foram registrados nesta terça-feira (17) e dois deles causam destruição há pelo menos 20 dias.

Durante pronunciamento no plenário da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 18, o deputado Pedro Tavares (PMDB) lamentou os prejuízos causados pelas chamas. “A Chapada se transformou em um dos principais destinos turísticos do Brasil justamente por sua biodiversidade e beleza. É muito triste, pois são prejuízos incalculáveis. Espero que depois de todo esse sofrimento, haja um planejamento tanto de combate, quanto de prevenção, para que isso não volte a acontecer”, disse o peemedebista.

Além dos impactos causados pelo fogo, Pedro Tavares se mostrou preocupado com outros problemas ambientais. A Barragem do Sobradinho, por exemplo, atingiu 2,5% do volume útil, o mais baixo da história. Esse número vem caindo dia a dia.” Infelizmente, o Sobradinho está quase em seu volume morto. O Rio São Francisco está passando por um momento crítico de seca, desmatamento e poluição. É necessário, mais do que nunca, que a sociedade e o poder público se atentem para essa luta. É preciso um trabalho de conscientização sobre a importância do meio ambiente e o nosso dever de preservá-lo para as próximas gerações”, alertou Tavares.

Ilhéus: uma praia está imprópria para banho

Praia do Malhado. Foto Jamesson Araújo

Praia do Malhado. Foto Jamesson Araújo

Das praias avaliadas pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema) na Costa do Cacau, Litoral Sul – BA, uma está imprópria para o banho neste fim de semana.

O Inema chama atenção para que os banhistas evitem as praias de Malhado (próximo à escultura da sereia). Nas demais praias de Ilhéus, as condições são normais, lembrando que deve-se evitar o banho de mar em tempo chuvoso.

O diagnóstico das condições de balneabilidade é obtido mediante o recolhimento de amostras, durante cinco semanas, nas praias da Barra de São Miguel, Marciano, Malhado, Avenida, Cristo, Opaba, Milionários, Olivença e Cururupe, 100m antes lançamento da Ceplus e 100m depois lançamento da Ceplus.

Maramata promove palestra sobre descarte de lixo no mar

Palestra conscientizou sobre danos causados pelo descarte de lixo jogado no mar.Foto Gidelzo Silva Secom-Ilhéus

Palestra conscientizou sobre danos causados pelo descarte de lixo jogado no mar.Foto Gidelzo Silva Secom-Ilhéus

A Universidade Livre do Mar e da Mata (Maramata), autarquia da Prefeitura de Ilhéus, promoveu palestra de conscientização sobre os impactos do descarte de lixo nos mares, com a bióloga suíça Daniela Guedes. O evento ocorreu nesta terça-feira (28), no auditório da Bahia Pesca, localizado no Terminal Pesqueiro de Ilhéus. O evento é parte da programação da Maramata na operação Ilhéus em Ação, e tem por objetivo realizar uma série de atividades acerca da conscientização da população quanto ao descarte dos resíduos sólidos.

  “Lixo marinho: uma ameaça para o meio ambiente”, foi o tema principal da palestra, que abordou o modo com que o lixo, muitas vezes considerado inofensivo, interfere no dia-a-dia, promovendo desde a poluição visual a graves problemas de saúde.

 Sobre o tema, Daniela Guedes afirmou ser algo que carece de muita atenção. “Mesmo sendo grave, muitos de nós temos a consciência de que a tartaruga-marinha confunde a sacolinha plástica com o seu alimento. Mas não paramos para pensar que, quando os peixes ingerem esses materiais, eles transmitem para nós, quando o consumimos, toda a química presente no plástico”, explica.

O público presente foi composto em sua maioria por estudantes de biologia e profissionais da área. “A palestra foi aberta a todos, porém, não nos surpreendeu a grande presença de pessoas que estão diretamente envolvidas com assuntos ambientais”, comenta o presidente da Maramata, Luis Frederico Andrade

Inema realiza Operação de fiscalização de desmatamento no sul do Estado

Nova-Imagem-7O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), através da sua Unidade Regional Sul- Itabuna realizou no último mês de março “Operação sequestro de carbono”. A demanda teve o objetivo de atender denúncias de desmatamentos nos municípios de Ilhéus, Itacaré, Coaraci, Almadina, Itajuípe, Uruçuca, Canavieiras, Camacã, Pau Brasil e Santa Luzia, área de abrangência da UR Sul.

A operação, que contou com apoio da Cia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA) e do Ministério Público da Bahia (MPBA), vistoriou 20 processos de denúncias de desmatamentos, resultando na apreensão de 5,8 m³ de madeira nativa da Mata Atlântica, 01 serra circular de bancada (artesanal), 01 moto-serra; emitidas 08 notificações, 01 embargo, 04 apreensões, 12 interdições temporárias e 07 multas.

Para o coordenador administrativo da UR Sul, Walmir do Carmo, a operação ultrapassou as expectativas, pois “atendeu às diversas denúncias de fiscalização registradas na Unidade, sendo uma forma de conter e punir os infratores responsáveis pelos diversos desmatamentos na Região Sul do Estado”.

maio 2017
D S T Q Q S S
« abr    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia