julho 2014
D S T Q Q S S
« jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

:: ‘Ilhéus’

COLUNA BATE PRONTO

Ele é o prefeito de fato!

Jabes Ribeiro e Jonh Ribeiro. O irmão do prefeito manda na secretarias de saúde,educação e Assistência Social.

Jabes Ribeiro e Jonh Ribeiro. O irmão do prefeito manda na secretarias de saúde,educação e Assistência Social.

A situação do atual governo municipal de Ilhéus supera qualquer outro caos administrativo, que os ilheenses já tenham testemunhado. O tão experiente Jabes Ribeiro, prefeito por quatro mandatos está perdido, desde o primeiro dia do seu quarto mandato. Nada funciona como deveria, máquina pública inchada de cargos comissionados, que mal conhecem a suas funções, e até os programas federais que tem verba carimbada, estão capengas.

O povo elegeu Jabes prefeito, mas o prefeito passou outorgou o poder que o povo lhe passou, para seus protetores e aliado incondicional, o seu secretário Isaac Albagli e o prefeito de fato de Ilhéus, Jonh Ribeiro. Nunca se viu na história de Ilhéus tanta interferência familiar em uma administração pública.

Nada acontece sem o aval dele!

Nada acontece nas secretárias de saúde, educação e Assistência Social, sem o aval de Jonh Ribeiro. É tanto poder que chega assustar até mesmo os aliados. Interferências na merenda escolar, transporte escolar, indicações políticas na assistência social, contratações na saúde, tudo é submetido ao “prefeito” Jonh Ribeiro.

E Jabes Ribeiro o que faz? Só viaja, e passa a maior parte do tempo em sua residência em Salvador. Basta observar a farra de diárias no diário oficial, para perceber que o município de ilhéus vem sendo governado por terceiros.

Cadê a PF e a polícia Civil?

O que mais chama atenção são os contratos suspeitos, que ultrapassam qualquer falta de transparência em outros governos que ai já passou. Existem coisas muitos graves acontecendo na atual administração, principalmente com verba federal.

O que podemos fazer? Nada! Apenas torcer que autoridades, principalmente o Ministério Público, Ministério Público Federal e Polícia Federal façam acontecer, e devolver um pouco de dignidade ao povo ilheense.

 Prefeito Incompetente!

Segundo o vereador do PT, Makrisi Angeli, tem dinheiro na saúde retornando ao ministério da saúde, porque a secretaria de saúde de Ilhéus não consegue realizar as licitações a tempo.

Câmara de vereadores é uma vergonha!

O secretário Isaac Albagli, compareceu ao legislativo ilheense e jogou solto, apenas foi interpelado por três vereadores. Os outros baixaram a cabeça, e não quiseram contrapor o primeiro ministro por medo. O que constatamos é que existe um jogo de cena, entre um vereador de oposição e o executivo. Com perguntas que podemos chamar de cretinas de fácil resposta, o vereador que tanto bate no governo, se comportou como uma profissional no ramo do sexo.

Tudo para Itabuna!

Câmara de vereadores de Ilhéus

Câmara de vereadores de Ilhéus

É impressionante o número de empresas de Itabuna que têm contrato com o legislativo ilheeense. Por isso e muito mais, está faltando movimentação financeira no comércio. Ao invés de convidar empresas e deixar visíveis os editais de licitação, a câmara vem dando oportunidade a empresas ligadas ao grupo político do PC do B.

Vai chamar a sociedade civil organizada

Não vai demorar o prefeito viajante Jabes Ribeiro, chamar a sociedade civil organizada para pedir apoio e compreensão. Já são dois anos de governo e o cabra já chamou a sociedade civil organizada umas duas vezes. Infelizmente, só aparecem aquelas entidades que são ligadas ao prefeito, que não tem vergonha na cara.

Vereadores da Base de Jabes estão com Paulo Souto

A situação política do candidato ao governo da Bahia em Ilhéus é complicadíssima. O aliado prefeito Jabes Ribeiro, vem tomando bola nas costas quando o assunto é apoio a Rui Costa. Ao menos sete vereadores que compõem a base de Jabes, na câmara de vereadores vão caminhar com a candidatura da oposição, Paulo Souto.

Em bate papo com esse blogueiro, alguns colocam o apoio a Paulo Souto, devido o final da tolerância, quando o assunto é promessa.

E a pergunta que não quer calar: Quando o vice-prefeito de Ilhéus vai romper com Jabes?

O Vice-prefeito de Ilhéus, Cacá Colchões vai ser um dos coordenadores da campanha de Souto e Geddel em Ilhéus.

O Vice-prefeito de Ilhéus, Cacá Colchões vai ser um dos coordenadores da campanha de Souto e Geddel em Ilhéus.

No meio político a pergunta mais frequente é, até quando o vice-prefeito de Ilhéus, Cacá Colchões (PMDB), vai continuar dentro deste desgoverno e concordando com os desmandos do prefeito Jabes Ribeiro ?

Conhecido pelo seu caráter ilibado, temos certeza que o vice-prefeito está incomodado com a situação de inércia da atual gestão.

Sem condições de trabalho, Cacá vem fazendo milagres a frente da pasta de indústria e comércio.

Na última sexta – feira Cacá declarou apoio à chapa oposicionista, e bateu forte no governador e seu candidato Rui Costa, aliados do prefeito Jabes Ribeiro.

Polo de Informática pode perder empresas e a cidade de Ilhéus perder impostos e empregos

 Por Jamesson Araújo/ Blog Agravo

Polo de informática sofre com abandono do governo da Bahia e por parte da prefeitura municipal de Ilhéus.

Polo de informática sofre com abandono do governo da Bahia e por parte da prefeitura municipal de Ilhéus.

Há duas décadas, o polo de informática de Ilhéus era inaugurado pelo ex-governador Paulo Souto, com 74 empresas ativas, responsável por 20 % de toda fabricação em computadores do Brasil, chegando a faturar mais de 2,2 bilhões de reais anuais, gerando 2.500 empregos diretos. Hoje a realidade é completamente diferente!

Durante anos, a falta de atenção dos governos da Bahia e do município de Ilhéus, vem prejudicando e impedindo que o polo atraia novos investimentos privados. Vias esburacadas, falta de segurança, de iluminação, de limpeza e o principal, falta de terraplanagem, que permita a realização de obras e construção de novos empreendimentos, em um polo esquecido pelos governantes.

No presente ano, as empresas de informática ainda conseguem gerar mais de 1.247 empregos diretos e jogam nos cofres do município de Ilhéus mais de dois milhões de reais em impostos. Mas faturamento anual caiu pela metade, um bilhão e duzentos mil reais.

O governo do estado da Bahia até admite que a responsabilidade sobre o Polo seja dele, mas alega não ter recursos para atender as principais reivindicações do empresariado. Em 2010, a Sudic – Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial chegou a anunciar investimentos na ordem de R$ 1.901.682,86 para recuperação e manutenção do Distrito Industrial de Ilhéus, mas como a maioria dos investimentos anunciado pelo governo da Bahia (PT), ficaram apenas na publicidade institucional.

A Secretaria Estadual de Indústria, Comércio e Mineração, informou em agosto de 2013, que teria aberto um processo de licitação, na modalidade concorrência pública, com o objetivo de contratar uma empresa de engenharia para a execução de obras e serviços em manutenção, iluminação, limpeza e recuperação das vias do Distrito Industrial de Ilhéus.  Hoje, 12/05/2014, nada aconteceu !

Recentemente um empresário do polo fez um pedido ao prefeito, Jabes Ribeiro  para intervir que uma pequena parte do asfalto que o governador prometeu a Ilhéus fosse aplicado no polo de informática. O prefeito foi direto: Não posso isto é obra realizada pelo estado.

Será que a geração de uma receita tão alta para o estado e o município, não merecem esforços diretos?

Será que empresas que geram grande parte da mão de obra do município, não merece reivindicação de melhorias por parte do município?

Os empresários salientam que a única que vem brigando pelo Polo é a deputada estadual Ângela Sousa, que vem lutando junto à secretaria de Indústria e Comercio da Bahia, por melhorias no polo. Infelizmente, como todos sabem o governo da Bahia é inoperante e segundo informações, outros polos da Bahia, fora o de Camaçari, estão à duras penas, em situação vexatória.

Segundo o Sindicato das Indústrias de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos, Computadores, Informática e Similares de Ilhéus e Itabuna – SINEC, a falta de equipamentos  contribuem diretamente com a falta de desenvolvimento do polo. Uma delas foi à saída dos aviões aeronaves Airbus A320 do aeroporto Jorge Amado, que tem maior capacidade de passageiros e também de carga, hoje operam em Ilhéus os Airbus A319, que tem a prioridade em bagagem dos passageiros, deixando as cargas em segundo plano. Com isso os empresários reclamaram, por entender que houve queda no fluxo de cargas, principalmente para o Pólo de Informática de Ilhéus.

O Tão prometido Terminal alfandegário no aeroporto Jorge Amado, anunciado em 2004, como a maioria dos projetos do governo federal para região cacaueira, acabou ficando apenas na teoria e nas publicidades institucionais do governo da Bahia. A implantação do terminal, que também envolve a Receita Federal, criaria facilidades não só com a redução das barreiras burocráticas, como também através do aumento da competitividade das empresas que operam na fabricação de computadores e eletroeletrônicos, as quais teriam custo menor com frete, uma vez que hoje os produtos e equipamentos importados são retirados em Salvador e depois transportados para Ilhéus.

O terminal permitirá maior agilidade e menores custos, atendendo a reivindicação das empresas que operam num mercado competitivo e trabalham pelo sistema jus-in-time, ou seja, disponibilizando produtos e serviços em função do ritmo de reposição de estoques, reduzindo assim os custos operacionais. Além disso, proporcionaria aumento de arrecadação do município.

É lamentável como o governo municipal não enxerga no polo de informática, como uma saída para gerar mais empregos diretos e indiretos, assim amenizando a crise social que abala a cidade.  Quantos desempregados temos hoje na cidade?

Outra questão subjetiva é o papel da Sudic – Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial, que não tem orçamento e não tem dado a prioridade para aqueles empresários, que chegam ao município com pressa de investir imediatamente. As informações chegadas é que existem doações de terrenos a empresários que não constroem, apenas usufruem da propriedade para empréstimo bancários ou vendas.

Assim caminha o polo de informática de Ilhéus, um dos primeiros do Brasil, que hoje acaba de ficar para trás. Um dos maiores vetores de geração de emprego e renda para Ilhéus e para a Bahia, o polo de informática pode perder empresas e consequentemente empregos, já que o estado de Santa Catarina vem fazendo propostas viáveis de infraestrutura e financeiras para que as fábricas mudem para lá.

O PT ilheense e Jabes Ribeiro no mesmo palanque.

10170861_786280154716224_5008437889048916429_n

Carmelita, Alisson Mendonça, o PT ilheense e Jabes Ribeiro no mesmo palanque.

Petistas de várias cidades, que integram o grupo “Lideranças do Território Litoral Sul”,  lotaram hoje (4) o Clube Social de Ilhéus para acompanhar o Programa de Governo Participativo (PGP), que contou com a presença do pré-candidato ao governo da Bahia, Rui Costa, deputados federais e estaduais, e mais representantes dos partidos aliados: PSD, PCdoB, PDT, PP, PR, PRB, PSL, PTB e Solidariedade.

No mesmo palanque, lá estava a estrela do PT ilheense, Carmelita Ângela, outras lideranças petistas e o prefeito Jabes Ribeiro (PP), mostrando que, apesar do discurso de oposição ao governo municipal, o PT tem Jabes Ribeiro como um aliado incondicional.

Durante os discursos, todos encarregaram de reiterar as promessas não cumpridas que todo o povo da Bahia já sabe.

Quem não se lembra da campanha difamatória do PT ilheense, que colocou um discurso de Cacá Colchões, em um passado próximo, falando cobras e lagartos contra Jabes ?

O PT ilheense aceitou o apoio de Jabes, sem pestanejar !

A subida do PT ilheense no mesmo palanque do prefeito Jabes Ribeiro, não é a mesma pratica do vice-prefeito?

Ilhéus : Pacientes denunciam descasos em atendimentos na Maternidade Santa Helena

Senhora Cleudes com sua filha Vanusia, apresentando distensão abdominal, esperando atendimento na Maternidade.Foto de Nathally Felix.

Senhora Cleudes com sua filha Vanusia, apresentando distensão abdominal, esperando atendimento na Maternidade. Foto de Nathally Felix.

Em menos de 24 horas nossa redação recebeu duas denúncias graves, sobre o tratamento desumano por parte de funcionários (a) da maternidade Santa Helena (Hospital São José).

Nesta quinta-feira (27), a senhora Cleudes foi obrigada a procurar ajuda no posto de saúde da Conquista, para socorrer sua filha de nome Vanusia, que há cinco dias deu a luz a uma criança, mas acabou no pós parto apresentando distensão abdominal, cujo o incomodo a estava impedindo de comer, se locomover e até respirar. Mesmo assim foi liberada pelo médico Dr. Carlos Lira, com uma requisição de ultra-sonografia. Onde o procedimento certo seria o encaminhamento, ainda internada a um especialista para análise da enfermidade.

Levada novamente a maternidade, por intermédio, de uma equipe do posto de saúde que se mostrou preocupada com a situação, Vanusia esbarrou na má vontade de uma funcionária, que dificultou o acesso ao obstetra plantonista, tendo que ir dá entrada no Pronto socorro, sendo atendida adequadamente.

Já na última sexta-feira (21), uma leitora do Blog deu entrada na maternidade Santa Helena com descolamento na placenta e perdendo muito sangue, sofreu, presenciou deboche e péssimo tratamento.

“A parteira do sábado (22), que desconheço o nome, tratou todas as mulheres grávidas que lá estavam, sentindo dores muito fortes e com sangramentos, com arrogância e cinismo sem igual. Eu estava com descolamento na placenta e perdendo muito sangue, estava deitada com muita dor, cheguei ao ponto de me contorcer e ela veio a mim e disse: Levante agora, isso ai é pra quem chegar com trabalho de parto, sendo que foi outra enfermeira que tinha mandado eu me deitar. Continuei deitada, pois estava com muita dor e sangramento forte e ela perguntou novamente: você está surda? Levante logo! Não tive reação, pois me encontrava em estado mal”. Salientou a leitora.

A paciente também lembra o atendimento do médico obstetra de plantão no sábado. “Tratou-me pior do que um animal sujo sarnento. Porque será que todas as mulheres que estavam lá receberam esse tratamento? Inclusive eu? Todas eram do SUS. Sistema único de saúde… Ora, pois todas que tinham convênios eram tratadas como rainhas. Dr. Carlos Alberto Sampaio Pithon, ao me atender agiu como o pior de todos os homens. Eu estava perdendo muito sangue, ele fez o toque e o meu feto desceu, ao ver aquela cena, chorei muito, pois nunca tinha passado por aquilo e estava com muita dor, ele virou pra mim e disse em alto e bom som: Largue de presepada e levante logo, pois tem muita gente pra ser atendida, vamos, vamos, levante logo!”

Não poderiam ser diferentes, os dois casos o atendimento foi pelo SUS- Sistema Único de Saúde. Cadê o conselho de saúde de Ilhéus?

O espaço está aberto para a direção da maternidade, ou médicos citados que possam dá suas versões.

Em entrevista, Newton reafirma pedido de propina de vereador, relata fatos novos e fala de seu governo.

newton-lima_1

Newton partiu para o ataque novamente.

O ex-prefeito Newton Lima foi entrevistado hoje (26), pelos radialistas Marinho Santos e Robertinho Scarpita, programa tropa de Elite na Rádio Baiana de Ilhéus, confirmando tudo que disse no plenário da câmara e narrou fatos novos sobre a acusação, onde cinco vereadores por intermédio do vereador James Kosta, pediu R$ 250 mil para aprovação de suas contas.

Na entrevista Newton volta a isentar o vereador Valmir de Inema, afirmando que o mesmo não cobrou nenhum recurso, apenas levou James que não sabia aonde era sua residência.

“Tenho orgulho de dizer que minhas contas foram rejeitadas, mas tenho minha consciência do dever cumprido, e a não me entregar aos apelos do suborno, apelos da corrupção, de um vereador covarde que veio a minha casa fazer uma proposta daquela natureza”.

Sobre o ataque do vereador Nerival ontem no plenário da câmara, Newton salientou, “O vereador Nerival não merece nem resposta, vereador Nerival é marcado por um discurso leviano, um discurso sem precedente, um discurso indecente, inclusive esse discurso corre todo o Brasil. É o nível dessa câmara de Ilhéus”.

Confira a entrevista :

Vereadores rebatem acusação e prometem processar o ex- prefeito Newton Lima

guritaeivo

Os vereadores Gurita e Ivo Evangelista

Depois da votação que reprovaram as contas de Newton Lima por 13 a 5, os vereadores Gurita (PP) e Ivo Evangelista ( PRB) foram entrevistados pelo Blog Agravo, aonde negaram e rebateram as acusações do prefeito Newton Lima, de que cinco vereadores teriam pedido dinheiro, pela aprovação das contas.

O vereador Ivo Evangelista negou que tenha tido qualquer contato com o ex-prefeito Newton Lima. “Eu não sei nem onde ele mora. Nunca me dirigir à palavra a Newton Lima. Fiquei preocupado com essa que James esteve na casa do ex-prefeito, nunca pedi a James para me representar”. Salientou Ivo.

Já vereador Gurita (PP), se mostrava incrédulo com a situação. “Estou requerendo a gravação, transcrição da sessão e vou processar Newton Lima, por calunia e difamação. Ele citou meu nome de uma possível conversa com outro vereador. Eu vou ter que assumir uma coisa que não autorizei? Não participei de nenhuma conversa ou reunião nesse sentido”.

Ouça a entrevista com o vereador Gurita :

Ouça a entrevista com o vereador Ivo Evangelista :

Justiça garante pagamento do piso nacional dos professores em Ilhéus

Greve durou três meses

Greve durou quase três meses em 2013.

A juíza titular da 1ª Vara do Trabalho de Ilhéus, Alice Catarina Pires, julgou procedente a ação movida pela APP/APLB-Sindicato e determinou ao município o pagamento do piso nacional do magistério. Na sentença que garante o direito dos trabalhadores, a magistrada informa que a Lei 11.738/2008, cuja constitucionalidade já foi reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal, instituiu, em prol da valorização da educação, um piso salarial nacional do magistério.

Clique aqui veja a sentença na íntegra.

Na sua decisão, a juíza coloca que a lei definiu que se trata de “valor abaixo do qual a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios não poderão fixar o vencimento inicial das carreiras do magistério público da educação básica, para jornada de, no máximo, 40 horas semanais”. Diz ainda que a legislação esclarece que por profissionais do magistério público da educação básica entendem-se não só os que se dedicam à docência, mas também ao suporte pedagógico à docência. “Por aí se vê que a norma federal impõe um salário mínimo para o início da carreira do magistério público da educação básica, abaixo do qual não é possível fixar-lhes a remuneração”.

Informa a juíza que  não há qualquer justificativa para o Município deixar de observar a regra imperativa, com pagamento inferior ou defasado de seus professores. “Neste sentido qualquer alegação da defesa não se sustenta, ainda mais se, como é fato incontroverso, o reclamado vinha observando o pagamento do piso até 2012 e a partir de janeiro de 2013 deixou de fazê-lo, sem qualquer justificativa aceitável”.

:: LEIA MAIS »

Sindicatos buscam acordo com governo para evitar greve em Ilhéus

Sindicatos em reunião.

Sindicatos em reunião.

Representantes da APPI/APLB-Sindicato, Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ilhéus (Sinsepi) e Sindicato dos Guardas Municipais (Sindguarda) estão realizando constantes reuniões com a proposta de discutir ações conjuntas para garantir o fechamento do acordo de campanha salarial 2014. A proposta dos sindicatos é que o governo municipal abra o diálogo com os trabalhadores, concedendo o reajuste salarial garantido pela legislação, evitando assim que seja deflagrada uma greve geral no município como ocorreu no ano passado.

Em 2013 os trabalhadores de todas as categorias de servidores públicos municipais ficaram cerca de 80 dias em greve na busca de um acordo. Como o governo municipal não apresentou uma proposta concreta de reposição salarial, os trabalhadores decidiram protocolar, no dia 07 de outubro, as ações na Justiça do Trabalho para reivindicar seus direitos. As audiências estão sendo realizadas e a sentença deverá ser publicada nos próximos dias.

Nas ações judiciais movidas pelos sindicatos referentes à campanha salarial de 2013, os trabalhadores reivindicam a reposição anual de 6,5 % para todas as categorias, e 7,97% para os professores, como manda a Constituição Federal e a Lei de Responsabilidade Fiscal. “Estamos abertos para o diálogo para evitar que uma nova greve seja deflagrada, o que por certo trará prejuízos para todos. Mas não vamos abrir mão dos nossos direitos”, reafirmaram os líderes sindicais.

Ilhéus : Buracos se multiplicam nas vias públicas

Foto feita no sábado (22) em horário de pico do trânsito de Ilhéus.

Foto feita no sábado (22) em horário de pico do trânsito de Ilhéus.

É quase impossível os motoristas trafegarem pelas principais vias públicas da cidade, sem que sejam vítimas dos buracos, onde levam  sérios problemas aos veículos,  e até mesmo colocando a vida de pedestres e motoristas em risco.

 Em plena Praça Cairu,  ponto de maior circulação de veículos na cidade, um motorista revoltado resolveu marcar uma cratera com um galho de árvore.

Enquanto isso o prefeito Jabes Ribeiro, continua junto com seu colega mitômano Jaques Wagner prometendo recapeamento asfáltico.

Quem não lembra o discurso de Jabes antes mesmo de tomar posse, afirmando que foi recebido pelo governador,  e que em menos de 90 dias Ilhéus receberia um banho de asfalto ?

Sem falar na máfia das multas, e a mais nova do Guincho, que se instalaram em Ilhéus, arrecadam uma fortuna. A população tem o direito de saber como esses recursos estão sendo aplicados.

Uma Vergonha!

Condema não liberou licença para construção de Shopping, afirma Cacá Colchões

Estádio ainda é o preferido por empresários para construção do Shopping, mas o local é descartado a priori pelo governo Municipal, devido a rejeição dos ilheenses por causa do IME.

O Condema – Conselho de Meio Ambiente de Ilhéus, aprovou a licença ambiental para comercialização de um loteamento particular no Km 5 da empresa Cidadelle com 450 lotes e a construção do stand de vendas, indo na contra mão da informação divulgada pela mídia afirmando que a licença seria para a construção do primeiro Shopping da cidade.

A informação foi confirmada pelo Vice-prefeito e secretário de indústria e comercio, Cacá Colchões, que admitiu existir um projeto do Shopping na orla sul da cidade da mesma empresa do loteamento, mas até o momento não foi apresentado à prefeitura municipal de Ilhéus, apenas extra oficialmente.

Segundo Cacá explicou a redação do Blog Agravo, as negociações continuam com um grupo de empresários, um deles de Recife, que tem a intenção de instalar um shopping Center na cidade de Ilhéus.

Em agosto/ 2013 divulgamos em primeira mão dois projetos, entre eles esse da zona sul da cidade, além de outro que teve o pedido de empresários para que o governo disponibilizasse o terreno do estádio Mario Pessoa, que acabou gerando uma grande discussão entre os ilheenses na mídia local, sendo descartada a priori pelo governo por causa do IME (Instituto Municipal de Ensino).

Estão previstos até 2016 a construção de vários shoppings Center no interior da Bahia. Por trás desses novos investimentos estão grandes grupos empresariais, como o Enashopp, que administra o Shopping Iguatemi e o Aeroclube em Salvador e o EPP, presidido pelo coordenador local da Associação Brasileira de Shoppings Center (Abrasce-BA), Edson Piaggio.

Ilhéus está entre as cidades que serão contempladas, onde o projeto está em fase de negociação. Seriam investidos de R$ 70 milhões e gerando 1.200 empregos diretos.

Ilhéus : Empresas de ônibus acionam Justiça pedindo reajuste de tarifa

viametroAs duas empresas que operam o sistema de transporte em Ilhéus, São Miguel e Viametro, entraram com uma ação na Justiça, alegando desequilíbrio econômico-financeiro e solicitando um reajuste nas tarifas, dos atuais R$ 2,40 para R$ 3,19, valor que, segundo os empresários, serviria para recompor a defasagem existente.

A Prefeitura de Ilhéus, alega que está aguardando o resultado final da auditoria no sistema de transporte público do município, em relação ao custo das tarifas, para definir se  haverá ou não qualquer aumento tarifário neste ano de 2014.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano, Isaac Albagli, as empresas também encaminharam a solicitação à Prefeitura Municipal, porém ele garante que qualquer decisão a respeito somente será efetivada após uma análise cuidadosa das planilhas de custos enviada. “Mas, de qualquer modo, só será definido se haverá reajuste ou não após conhecermos o resultado da auditoria contratada pela Prefeitura e que está sendo feita pela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas)”, assegurou.

Vale lembrar que a Câmara Municipal de Ilhéus, via bancada de oposição, conseguiu abrir uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar a caixa preta do transporte público ilheense. Travado pelos vereadores da situação a CEI caiu no esquecimento popular, além de caminhar para ser ingrediente de uma grande pizza.

Ilhéus : Distritos de Inema e Pimenteira podem ficar sem Transporte Público

Situação é preocupante.

Situação da estrada é preocupante em Inema e Pimenteira.

Em virtude da inoperância do Governo do Estado através do DERBA, a única via de acesso que liga os distritos de Inema e Pimenteira ao povoado de União Queimada, está totalmente intrafegável, conforme já foi citado em matérias anteriores, porém a situação pode  ficar ainda mais crítica.

Segundo os moradores, as empresas que fazem a linha ameaçam parar desde sexta-feira (14), interrompendo suas atividades devido a precária situação intrafegável da estrada.

Se isso vir a acontecer, a população ficará ilhada, sem ao menos ter o direito de resolver seus problemas na sede e em outros municípios.

É o triste retrato do descaso para com a população sofrida, a morosidade do Governo da Bahia vai além do suportável, levando milhares de pessoas ao desespero, pois terão suas produções agrícolas paradas e o direito de ir e vir também será afetado.

eletroar



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia