WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




:: ‘H1N1’

Bahia registra 164 casos de A H1N1 com 19 óbitos

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) informa que até o dia 26 de maio deste ano foram notificados 1.090 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 82 óbitos. Dentre esses casos, 209 foram confirmados para Influenza, sendo 164 pelo subtipo A H1N1, com 19 deles evoluindo para óbito.

No mesmo período de 2017 foram notificados 275 casos de SRAG, com 21 óbitos. Dentre eles, 23 foram confirmados para Influenza, sendo dois casos de Influenza A H1N1 e nenhum óbito por A H1N1.

Foram confirmados casos de A H1N1 em 43 municípios e os óbitos ocorreram em nove deles. Salvador registrou onze (11) óbitos. Os outros municípios foram Apuarema (1); Camaçari (1); Irará (1); Lauro de Freitas (1); Retirolândia (1); Saúde (1); Serrinha (1) e Vitória da Conquista (1).

A faixa etária de maior ocorrência ficou entre os menores de cinco anos (57 casos e sete óbitos) e maiores de 60 anos (24 casos e cinco óbitos), sendo que 66,6% dos óbitos ocorreram no grupo dos menores de cinco anos.

Bahia registra 114 casos de H1N1 com 15 óbitos

Imagem Ilustrativa.

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) informa que até o dia 12 de maio deste ano foram notificados 752 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 57 óbitos. Dentre esses casos, 132 foram confirmados para Influenza, sendo 114 pelo subtipo A H1N1, com 15 deles evoluindo para óbito.

No mesmo período de 2017 foram notificados 216 casos de SRAG, com 19 óbitos. Dentre eles, 20 foram confirmados para Influenza sem registro de óbitos, sendo dois casos de Influenza A H1N1.

Foram confirmados casos de A H1N1 em 27 municípios e os óbitos ocorreram em seis deles. Salvador registrou dez (10) óbitos. Os outros municípios foram Camaçari (1); Lauro de Freitas (1); Retirolândia (1); Saúde (1) e Serrinha (1).

A faixa etária de maior ocorrência foi entre os menores de cinco anos e maiores de 60 anos, sendo que 63,1% dos óbitos ocorreram nesse grupo.

Campanha de vacinação contra a Influenza continua em Itacaré

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza – o vírus da gripe continua em Itacaré até o dia 1º de junho, quando devem ser imunizados idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional. E nesta semana, até o dia 06 de maio, devem ser vacinadas crianças com idade maior que 9 meses e menor que 5 anos, gestantes e puérperas (com até 45 dias após o parto).

De acordo com o secretário de Saúde, Ricardo Lins, a vacina já está disponível no posto da Unidade Básica de Saúde da rua João de Souza, atrás do Fórum, no posto de saúde do bairro Santo Antônio (Bairro Novo) e no posto Maria de Lourdes, no distrito de Taboquinhas. Já o dia D, 12 de maio, serão implantados vários pontos de vacinação na sede e em Taboquinhas. E na próxima semana será iniciada a vacinação na zona rural com unidades volantes. A meta é vacinar 90% do público alvo.

Conforme o calendário, de 07 a 13 de maio a vacina estará disponível para professores e pacientes diagnosticados com doenças crônicas. O dia 12 será o Dia D para vacinação de todos os grupos prioritários. E de 14 de maio a 01 de junho será o período destinado para todos os grupos prioritários, A equipe da Secretaria de Saúde de Itacaré refirma que pessoas com doenças crônicas (como o diabetes) e outras condições clínicas especiais também devem receber a vacina. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no posto de saúde. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS)devem procurar os postos de saúde em que estão registrados para ganhar a dose, sem a necessidade de receita. :: LEIA MAIS »

Mais de 5500 pessoas devem se vacinar contra a gripe em Una

Mais de 5500 pessoas devem se vacinar contra a gripe no município de Una. A expectativa da Secretaria Municipal da Saúde é imunizar pelo menos 90% do público-alvo da campanha de vacinação contra a gripe, iniciada na última segunda-feira (23) e que está mobilizando todos os profissionais das unidades de saúde da cidade e também as equipes móveis que estão percorrendo a zona rural do município. A campanha segue até o dia 1º de junho e a previsão é que mais de 54,4 milhões de pessoas que integram os grupos prioritários sejam vacinadas em todo o país.

Devem se vacinar pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses aos menores de cinco anos, trabalhadores de saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas – e os funcionários do sistema prisional.

Pessoas com doenças crônicas (como o diabetes) e outras condições clínicas especiais também devem receber a vacina. Neste caso, é preciso apresentar uma prescrição médica no posto de saúde. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS)devem procurar os postos de saúde em que estão registrados para ganhar a dose, sem a necessidade de receita. A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS). :: LEIA MAIS »

Secretaria de Saúde confirma caso da gripe influenza a em Itabuna

Itabuna tem o primeiro caso confirmado da gripe Influenza A (H1N1), segundo laudo do Laboratório Central do Estado (Lacen), em Salvador, divulgado nesta quarta-feira pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde. O paciente do sexo masculino, 29 anos, é do bairro de Fátima, já está fora de perigo, tanto que já retomou às suas atividades profissionais.

Caminhoneiro o paciente chegou a ficar internado no Hospital Calixto Midlej Filho, mas recebeu alta desde o dia 27 do mês passado. De acordo com o histórico de viagem, levantado pela Vigilância Epidemiológica, antes de chegar à Itabuna onde reside, o motorista esteve em outros municípios, como Uruçuca e até em outros estados, a exemplo do Espirito Santo.

O secretário municipal de Saúde, Paulo Bicalho, que é especialista em saúde pública, explicou que a gripe Influenza A tem sido tratada à base do medicamento Tamiflu. Ele informou também que, dos sete casos notificados da gripe Influenza A, no município, seis foram descartados. Apenas este envolvendo o caminhoneiro foi confirmado. Também foi descartado o contágio pelo vírus da gripe H1N1 entre os familiares do motorista. :: LEIA MAIS »

Ilhéus antecipa vacinação contra gripe

Vacinação contra o H1N1 começa em abril - Foto Gidelzo Silva Secom Ilheus.

Vacinação contra o H1N1 começa em abril – Foto da Secom Ilhéus.

A Secretaria da Saúde de Ilhéus, seguindo orientação da secretaria estadual de Saúde (Sesab), dará início, a partir do dia 18 deste mês, à campanha nacional de vacinação contra a gripe (influenza). A antecipação foi motivada pelo registro, este ano, em Salvador, de 11 casos de H1N1, com três mortes. O objetivo é alcançar aqui no município a meta de imunizar no mínimo 80% da população de cada grupo prioritário. No dia 30 será realizado o “Dia D” de mobilização nacional. :: LEIA MAIS »



agosto 2018
D S T Q Q S S
« jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Aguarde as próximas enquetes...


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia