WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
transporte ilegal iptu ilheues

:: ‘Educação’

Câmara de Ilhéus requer ao governador construção de nova unidade escolar na Zona Sul

Requerimento foi apresentado pelo vereador Paulo Carqueija.

Na sessão ordinária da última terça-feira, 14, o plenário da Câmara Municipal de Ilhéus aprovou, por unanimidade, o requerimento do vereador Paulo Carqueija que solicita ao governador Rui Costa, ao Secretário Estadual de Educação e ao Prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, a viabilização da construção de uma Unidade Escolar localizada entre o Bairro Nossa Senhora da Vitória e os Conjuntos Habitacionais “Sol e Mar I” e “Sol e Mar II”.

Segundo Paulo Carqueija, a solicitação foi motivada pela necessidade de atender tanto às 2.120 famílias contempladas com novas moradias no Sul da cidade, quanto às comunidades rurais dos distritos do Couto e do Santo Antônio, além de absorver também os alunos do Colégio Estadual Padre Luiz Palmeira, que foi desativado devido à construção da nova ponte de Ilhéus.

Ainda segundo o vereador, o papel da prefeitura neste momento é assumir as devidas providências e começar a estabelecer, desapropriar e doar uma área do município que possa atender a essa demanda. “Estas pessoas são responsáveis pela expressiva expansão populacional no setor do extremo-sul da cidade e precisam de melhor infraestrutura para se estabelecerem com dignidade na região juntamente com suas famílias”, afirma o parlamentar.

“Nós precisamos nos debruçar de fato sobre as estatísticas, sobre os números, para sabermos de verdade quais são os locais da cidade que realmente precisam de uma escola. Entre os bairros Hernani Sá, Nelson Costa e Pontal temos 12 unidades escolares públicas no total, ou seja, existem vagas ociosas nesses locais, ouve-se até que uma professora chegou a sortear uma bicicleta para estimular a matrícula em sua turma. Porém, na região entre o bairro Nossa Senhora da Vitória e os conjuntos habitacionais Sol e Mar I e Sol e Mar II, do empreendimento Minha Casa Minha Vida [MCMV], a carência por escolas é grande, existe a dificuldade de deslocamento e a real necessidade da instalação de uma unidade escolar pública naquele local, de preferência uma escola de ensino médio, e isso só poderá ser realizado com o apoio do Governo do Estado da Bahia”, salientou o edil.



Sai resultado da primeira chamada do ProUni

O resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) já está disponível para consulta. Os estudantes podem acessar a página do programa na internet ou entrar em contato com a Central de Atendimento por meio do telefone 0800-616161.

Os candidatos pré-selecionados têm até o próximo dia 13 para apresentar à instituição de ensino documentos que comprovem as informações prestadas na ficha de inscrição. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará, automaticamente, a reprovação do candidato.

De acordo com o Ministério da Educação, o resultado da segunda chamada do programa será divulgado no próximo dia 20. Os alunos que não forem selecionados nessa etapa ainda terão a chance de participar da lista de espera, que deve ser divulgada nos dias 7 e 8 de março.

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação em instituições privadas de educação superior de todo o país. A seleção dos candidatos é feita com base nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Neste processo seletivo, são oferecidas 214.110 bolsas de estudo. O número representa crescimento de 5% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram ofertadas 203.602 bolsas.

Contratos e membros do governo jabista estão sob investigação

Ônibus próprios do transporte escolar abandonados foi rotina na gestão do prefeito Jabes Ribeiro. Foto Jamesson Araújo

Algumas figurinhas que integraram o governo jabista, terminado em 2016, estão sendo investigadas por órgãos federais.

As áreas principais de atuações são: contratos da merenda e transporte escolar, além de obras que envolvem recursos federais.

Segundo informações colhidas pelo Blog Agravo, a pior situação envolve o contrato e prestação de serviço do transporte escolar, que foi terceirizado, e alguns investigados já foram ouvidos na Polícia Federal.

Vale lembrar que muitas das denúncias que motivaram as investigações no setor partiram do Blog Agravo. Tais publicações fizeram com que leitores tomassem conhecimento da situação e acionassem as autoridades;

Em uma operação padrão, prepostos da Controladoria Geral da União (CGU), estiveram em Ilhéus fiscalizando as obras de contenção de encostas na av. Itabuna. Segundo informações, pedaços dos ferros usados nas obras foram retirados para perícia. E o pior ainda está por vim: Apesar de integrantes do governo municipal não confirmarem, um rombo milionário foi detectado, e tem motivado reuniões entre o novo governo municipal, e prepostos de órgãos federais.

O futuro é logo ali, e para alguns será uma sala apertada no presidio Ariston Cardoso.

Escolas estaduais realizam Jornada Pedagógica para o planejamento do ano letivo 2017

A Secretaria da Educação do Estado promove, de 1º a 3 de fevereiro, a Jornada Pedagógica para o planejamento do ano letivo 2017. Trata-se de um espaço coletivo de organização do trabalho pedagógico, que envolve professores e gestores em todas as escolas estaduais e que, também, é aberto para os estudantes, as famílias e representantes das comunidades locais. Neste ano, a jornada tem como tema “Escola e Comunidade para Educar e Transformar” e acontece em dois momentos, tendo a segunda etapa programada para o dia 21 de julho.

A Jornada Pedagógica traz atividades diversificadas para o fortalecimento de práticas educativas e socialização de metodologias que despertem o interesse, a participação e a aprendizagem dos estudantes. Durante os três dias de trabalho, os participantes fazem uma avaliação do ano letivo anterior e discutem o Projeto Político Pedagógico das escolas, além do planejamento das atividades interdisciplinares a serem realizadas em cada unidade escolar. :: LEIA MAIS »

Educação Profissional encerra inscrições para Sorteio Eletrônico nesta terça-feira

As inscrições para o Sorteio Eletrônico da rede estadual de Educação Profissional terminam nesta terça-feira (17). São oferecidas 11.748 mil vagas para 33 cursos técnicos de nível médio de 11 Eixos Tecnológicos oferecidos nos Centros Estaduais e Territoriais de Educação Profissional e seus anexos, em 57 municípios baianos, nos 27 territórios de identidade.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente, no Portal da Educação. Das vagas, 9.288 são para o interior do estado e 2.460 mil para Salvador e região metropolitana. O sorteio será realizado às 15h do próximo dia 23, no auditório da Secretaria da Educação do Estado, localizada no Centro Administrativo da Bahia (CAB), na capital.

Somente pode participar do Sorteio Eletrônico o estudante que tenha concluído o Ensino Médio e suas modalidades, de forma gratuita, seja em estabelecimentos de ensino da rede pública de Educação – no âmbito federal, estadual ou municipal – ou que tenha, comprovadamente, cursado o Ensino Médio em instituição filantrópica ou em instituição privada na condição de bolsista integral.

No ato da inscrição, o candidato deve fazer a opção para um único município, Centro de Educação Profissional, curso e turno. Ele pode alterar os dados pessoais, a senha, o curso e o turno para o qual pleiteia a vaga nos Centros até o último dia de inscrição. Não será permitido alterar o município de residência e o CPF.

A matrícula para os contemplados no Sorteio Eletrônico ocorre no período de 1º a 3 de fevereiro. Os candidatos contemplados devem comparecer aos Centros Territoriais e Estaduais de Educação Profissional para os quais se inscreveram, apresentando cópias e originais do CPF, histórico escolar, carteira de identidade e comprovante de residência. O início das aulas está previsto para 6 de fevereiro. Saiba mais no Portal da Educação.

Mãe e filha concluem curso de direito juntas em Ilhéus

Karoline Vital

Mãe e filha realizam um sonho duplo: formar-se em direito e ter a pessoa mais amada como colega de turma. É o que estão vivendo Silvia Victal e Gabriela Victal, concluintes do curso na Faculdade de Ilhéus. Elas irão colar grau juntas em fevereiro de 2017 e já comemoram a conquista em família. “É uma sensação indescritível, maravilhosa. O que mais me marcou dessa experiência foi o sentimento de superação, saber que não importa o tempo para realizar um objetivo”, declara a mãe Silvia.

Gabriela ingressou no curso um ano antes de sua mãe. Ela diz que seu sonho de infância é ser juíza e o tema de seu trabalho de conclusão de curso é “Pensão por Morte para o Nascituro – uma reflexão com base no Direito a Vida”. Silvia disse que sempre admirou a área jurídica e recebeu o incentivo da filha, já graduanda, para cursar o bacharelado. Seu trabalho final aborda “A responsabilidade civil do advogado”.

Elas planejam dar continuidade aos estudos juntas, como a preparação para o exame da Ordem dos Advogados do Brasil e concursos. “Ao longo do curso, fizemos trabalhos, compartilhamos conhecimentos, materiais e vamos dar prosseguimento aos estudos, na medida do possível, já que nossos horários de trabalho são divergentes”, relatou a futura bacharela e mãe orgulhosa, Silvia.

Trabalhadores em educação de Canavieiras permanecem ocupando a Secretaria de Educação

img-20161213-wa0017

Desde a manhã da última terça-feira (13) os trabalhadores em Educação da Rede Municipal de Canavieiras permanecem ocupando as dependências da Secretaria municipal de Educação em sinal de protesto contra o atraso no pagamento dos salários referentes ao mês de novembro.

Em assembleia da categoria realizada nesta quinta-feira, os trabalhadores decidiram continuar no prédio até que o governo municipal realize o pagamento dos salários atrasados e garantem que permanecerão no local por tempo indeterminado. Na avaliação da categoria, a ocupação foi uma forma de mostrar que os trabalhadores não aceitam o atraso e exigem que os salários sejam regularizados.

Escolas estaduais realizam renovação de matrícula

Os estudantes que já estudam na rede estadual têm até o dia 30 de dezembro para realizar a renovação da matrícula. Todos os estudantes já matriculados e com frequência regular nas escolas estaduais podem fazer a renovação da matrícula pela internet. Para tanto, os pais, mães, responsáveis ou estudantes maiores de 16 anos, devem digitar o código na carta de renovação que o aluno recebe na escola no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br/matricula). Esta carta de renovação deverá ser devolvida à secretaria escolar para efetivar a renovação da matrícula.

Além da internet, quem preferir pode fazer a renovação presencialmente nas secretarias das escolas. É importante também observar se há alguma pendência de documentação junto à secretaria escolar para a atualização dos dados do estudante. O estudante também deve levar comprovante de residência, independentemente de ter mudado de endereço. A ma­trí­cula segue de 24 a 31 de ja­neiro para alunos que irão mudar de es­colas e alunos novos (Veja cronograma abaixo).

Eliana Carvalho, diretora de Planejamento e Atendimento da Rede Escolar, da Secretaria da Educação do Estado, Eliana Carvalho, chama a atenção dos  estudantes, pais e responsáveis para a observância deste prazo. “O estudante que não renovar a matrícula no período indicado perderá a vaga em sua escola atual. Se ele perder o prazo, vai ter que mudar de escola e fazer nova matrícula no dia 24 de janeiro de 2017, em uma das unidades escolares da rede estadual com vagas disponíveis”, explica a gestora.

sem-titulo

Na Bahia do Axé e Carnaval, a educação “dança” como a segunda pior do Brasil

Artigo do Professor Reinaldo Soares 

REINALDO SOARES FOTO DIVULGAÇÃOConsiderada a terra da alegria, a Bahia que ostenta o título de realizar o melhor carnaval de rua, convive com péssimos indicadores sociais.

Na última segunda-feira dia 5, foi divulgado o resultado de avaliação do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA), o mais importante instrumento de avaliação educacional do mundo, aplicado pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) em 70 países.

Foi avaliado o nível de aprendizagem dos alunos do Ensino Médio em Português, Matemática e Ciências. O resultado do Brasil foi trágico. Em um grupo de 70 países, o Brasil ficou na 65º posição, ostentando a 5º pior educação do mundo.

Na comparação entre os Estados Brasileiros, o Espírito Santo tem a melhor educação e a Bahia ocupa o penúltimo lugar, estando à frente apenas de Alagoas. O Estado da folia possui a segunda pior educação em um país que apresenta a quinta pior educação do mundo. Temos motivos para foliar? :: LEIA MAIS »

Rui sanciona lei que cria bolsa de estímulo para professores

Professores efetivos do magistério que exercem atividades nos ensinos fundamental e médio terão direito à Bolsa de Estímulo à Permanência em Atividade de Classe, de acordo com lei sancionada pelo governador Rui Costa nesta quinta-feira (1º). O projeto do Executivo foi aprovado pela Assembleia Legislativa da Bahia e a lei que institui a bolsa será publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta (2). O valor do benefício será de R$ 1.600 para o professor com carga horária de 40 horas, e de R$ 800, para aqueles com carga horária de 20 horas.

“Ao longo de quase dois anos de gestão, tenho destacado que a educação é uma das minhas prioridades, e isso tem sido comprovado com ações concretas do Governo. Essa é mais uma ação que tem como objetivo valorizar os professores, criando condições para que eles possam prolongar sua permanência dentro das escolas. É uma contribuição a mais para a construção do futuro dos nossos jovens”, comentou o governador Rui Costa.

:: LEIA MAIS »

O COLAPSO DA EDUCAÇÃO DE ILHÉUS

Por Reinaldo Soares 

REINALDO SOARES FOTO DIVULGAÇÃOPróxima de comemorar seus 500 anos, Ilhéus vivencia uma trágica realidade educacional que comprometerá o seu futuro. Muito se fala na importância da Educação, mas não se ver projetos e ações consistentes para melhorar seus indicadores.

Os indicadores são termômetros das Políticas Públicas. Eles nos indicam onde, quando, como e porque devemos investir. Essas quatro perguntas são fundamentais para o sucesso de todo gestor, seja ele privado ou público. Tendo como fontes o IBGE, INEP/MEC, QEdu, Fundação Lemann e a própria SEDUC, demonstraremos que os indicadores educacionais de Ilhéus são trágicos.

Com uma população estimada para 2016 de 178.216 habitantes, a rede pública municipal de Ilhéus, possui apenas 18 mil alunos matriculados. Em 2010 eram 28.219 alunos matriculados, ou seja, em seis anos, a rede encolheu em 10 mil alunos.

Essa drástica redução ocasiona perdas de receita para o município e exclusão de crianças, adolescentes e jovens do processo formativo. Se há inoperância no aspecto quantitativo, imaginem no qualitativo.

A partir dos resultados do IDEB e SAEB publicados em 2015, que avaliou os conhecimentos obtidos em Matemática e Português dos alunos do 5º e 9º ano do ensino fundamental, revelou uma situação de calamidade pública.

Dos alunos concluintes do 5º ano, 79% não aprenderam adequadamente leitura e produção de texto, ou seja, de cada 10 alunos concluintes dos anos iniciais do fundamental, 08 não conseguem ler e produzir um texto adequadamente. Quando se avalia os alunos do 9º ano, esse percentual se eleva para 86%. De cada 10 alunos que conclui o ensino fundamental e vão para o Ensino Médio, apenas 1,4 conseguem ler e produzir um texto adequadamente.

No que se refere aos conhecimentos em Matemática, apenas 14% dos alunos aprenderam o adequado na competência de resolução de problemas até o 5º ano na Rede Pública de Ensino. Nos anos finais do Ensino Fundamental, o resultado é mais alarmante, 96% dos alunos concluintes dos anos finais do Ensino Fundamental não aprenderam o adequado na competência de resolução de problemas. Significa afirmar, que a Rede Municipal de Ensino está aprovando o aluno para o Ensino Médio, sem este apresentar o mínimo de conhecimento em Matemática referente ao período estudado.

Diante dos dados apresentados, precisa-se urgente de uma força-tarefa para colocar a Educação Pública Municipal nos trilhos. O grande desafio será ampliar o número de matrículas e ao mesmo tempo garantir a aprendizagem dos alunos.

Esse grande desafio está ancorado em elementos importantes, como a implantação da Gestão Plena, para que os recursos da educação sejam exclusivamente utilizados na educação, cumprimento das metas contidas no Plano Municipal de Educação, valorização dos profissionais, construção, reforma e ampliação dos espaços escolares, estabelecimento de metas de desempenho de aprendizagem por unidade escolar, dentre outros.

É preciso compreender que os resultados obtidos pela Escola Pública não são de responsabilidade apenas da comunidade escolar. Toda a sociedade deve ser responsável por esses resultados, por isso, o setor produtivo, Igrejas, Rotari, Lyons, Sindicatos e Associações devem se envolver nessa força-tarefa. Se nada fizermos agora, o futuro de Ilhéus será cada vez mais incerto, pois todas as cidades e países que projetaram o seu futuro investiram na educação de seu povo.

*Reinaldo Soares é Mestre em Cultura e Turismo pela UESC/UFBA, Ex- Presidente do Conselho Municipal de Educação de Ilhéus- Diretor do IBEC , Palestrante, Professor da Pós-Graduação da FACSA/IBEC e do Colégio Estadual Padre Luis Palmeira. E-mail: profreinaldosoares@hotmail.com

Professor Ilheense acertou tema da redação do ENEM

emensonEsse ano de 2016 o professor Emenson Silva destacou se devido a prova do ENEM , ocorrida neste ultimo final de semana, onde a mídia da região comenta acerca da metodologia /didática aplicada pelo docente para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Segundo alunos do curso preparatório Pré-Enem do Colégio Fênix, o professor Emenson Silva trabalhou temas que caíram na prova de Ciências Humanas do exame acertando inclusive o tema da redação, que este ano tratou da questão da Intolerância Religiosa no Brasil.

O Professor e Pesquisador Emenson Silva é proprietário do Curso Gabaritando em Ilhéus no Malhado (Curso Preparatório para concurso da PM soldado e  CFO), como também ensina no Colégio Fênix ,onde atua há mas de 10 anos, lecionando filosofia, sociologia e atualidades.

Perguntamos qual o meio usado pelo professor para que, ocorresse esse reconhecimento regional com um profissional de educação da nossa cidade?

O mesmo respondeu que: “O caminho é planejamento, estudo e compromisso com aquilo que se faz, foram horas de leituras e pesquisas para alcançar esse resultado. Que bom que foi com um professor de um dos cursos preparatórios mas conceituados da Bahia, que é o Pré-Enem do Colégio Fênix de Ilhéus. Gostaria ainda de parabenizar a equipe de Professores do Fênix, por este resultado, em especial aos professores: Arleo Barbosa (história), Murillo Cesar (português), Phillipe Freire (Geografia), Paulo William (Matemática), Beth Medauar (Biologia), Jorge Kruschewsky (Física), Caio Pinheiro (Historia), Manoelito (Inglês), Ângela Damasceno (Literatura), Krause (Física), Cezar, Diego Bezerra (Redação) e Leandro (Química). Juntos somos mais fortes!” salientou Emenson.

APPI realizou assembleia temática para discutir os prejuízos da PEC 241

img_6854-640x427

A APPI/APLB-Sindicato realizou na manhã desta terça-feira, no auditório da sua sede, uma assembleia temática com os trabalhadores em educação das redes municipal e estadual para discutir a conjuntura municipal e nacional, em especial os prejuízos para o Brasil caso seja aprovada no Congresso Nacional a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/2016 que congela os gastos públicos por 20 anos e afeta principalmente os setores da educação e da saúde. O encontro teve como palestrantes o presidente do Sindicato dos Bancários na Bahia, Augusto Vasconcelos, e a presidente da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME), Gilvânia Nascimento.

O presidente da APPI/APLB-Sindicato, Osman Nogueira Junior, falou da importância da categoria estar atenta e unida para acompanhar a tramitação desse projeto e mobilizada para evitar que essas propostas sejam aprovadas pelo Congresso Nacional, tendo em vista os prejuízos que trazem para os trabalhadores. De acordo com os palestrantes, a PEC 241/2016 prevê o congelamento de gastos públicos em setores básicos como a educação, durante vinte anos, aliada à vedação de concursos públicos. Considerada como a “PEC do desmonte”, a proposta tem mobilizado estudantes, servidores públicos e movimentos sociais em todo o país, especialmente das instituições públicas de ensino, com o objetivo de barrar um processo que busca precarizar a educação.

Os palestrantes chamaram a atenção para a importância de todos os segmentos da sociedade nesse processo de mobilização contra a PEC, não somente nas redes sociais, mas realizando e participando das atividades. Já os trabalhadores em educação que participaram da palestra fizeram questão de colocar que é preciso também incentivar os movimentos que estão nessa luta. Segundo eles, enquanto setores importantes da educação e da saúde, por exemplo, não se dão conta dos prejuízos dessa PEC para o Brasil, os estudantes estão dando uma verdadeira aula de cidadania ocupando as instituições de ensino para barrar a proposta.

APOIO – Na assembleia temática os trabalhadores em educação decidiram apoiar os estudantes das instituições de ensino que estão ocupando as unidades contra a aprovação da PEC. Já nessa quarta-feira, os trabalhadores em educação das redes municipal e estadual de Ilhéus estarão participando de um ato em apoio aos estudantes do Instituto Federal da Bahia, às 16 horas, na rodovia Ilhéus-Itabuna. Já na sexta-feira, dia 28, às 8 horas da manhã, será a vez do apoio aos estudantes da Universidade Estadual de Santa Cruz A proposta é realizar nesses locais um ato público e também levar alimentos para os estudantes que permanecem ocupando as unidades de ensino.

Seminário debateu os riscos do uso de drogas dentro e fora das escolas

img_2016-10-18_13-38-12-640x632

Discutir sobre a violência, os problemas do uso das drogas dentro e fora das escolas e debater com os alunos, pais e professores sobre as consequências e as formas de evitar. Esse foram os principais objetivos do seminário realizado na manhã desta terça-feira, no auditório da APPI/APLB-Sindicato, um evento que integra a semana de segurança pública e que faz parte da campanha “”Ilhéus sem violência é bem melhor”, promovida pela APPI/APLB-Sindicato, Polícia Militar e Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o Conselho Tutelar e Grupamento de Bombeiros Militar.

O seminário contou com a participação de alunos e professores da Escola Municipal Pinóquio e do Centro Estadual de Educação Profissional em Logística, Transporte e Produção Industrial (Ceep), que fizeram questionamentos sobre o aumento da violência, as consequências do uso de drogas e como fazer para evitar. Durante o seminário a professora e psicopedagoga Marilene Araújo falou sobre o uso das drogas líticas e ilícitas, seus problemas e o papel da família, da comunidade e da escola nesse trabalho de alertar e evitar o uso de drogas. Também falou da falta de uma política mais eficaz de proteção às drogas e de como a comunidade enxerga a escola.

Já a delegada Andrea Oliveira falou do papel da polícia civil nesse trabalho de combate à violência. Também ressaltou o papel das drogas no aumento da violência na cidade e do envolvimento cada vez maior das crianças e adolescentes no mundo do crime. Também destacou a importância da comunidade participar desse trabalho de combate denunciando os crimes, sem que para isso precise se identificar. Já o sargento Cardoso, representante da CIPE-Cacaueira, complementou sobre os danos do uso de drogas e da necessidade da união de todos no combate. Também trouxe relatos e exemplos de crianças, adolescentes e jovens que perderam suas vidas, abandonaram seus sonhos e cometera m suicídios por usarem drogas.

A semana de segurança em Ilhéus prossegue nos dias 21 e 22 de outubro com uma exposição pública contra a violência, no Ginásio de Esportes Herval Soledade. A exposição será aberta ao público nesses dois dias, das 8 às 17 horas, com a apresentação de equipamentos utilizados pelas polícias para o combate às drogas e a violência. A campanha “Ilhéus sem violência é bem melhor” será encerrada no dia 22 de outubro com uma grande caminhada pela paz, com uma concentração às 8 horas da manhã, na sede da 68ª CIPM, na avenida Soares Lopes.

fevereiro 2017
D S T Q Q S S
« jan    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia