WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
faculdade de ilheus




:: ‘Direitos Humanos’

Estudantes das licenciaturas interdisciplinares da UFSB organizam evento sobre Direitos Humanos

Com o tema Educação e Direitos Humanos como Práticas de Inclusão. Direitos Humanos para quem?, estudantes de licenciaturas interdisciplinares matriculados no Componente Curricular Educação e Direitos Humanos, ministrado pela professora Gilmara Oliveira, organizam o evento Conversando Direitos. O evento está previsto para esta terça-feira (17), das 18:30h às 21:30h, na sede do Sindicato do Magistério Municipal Público de Itabuna (Simpi, na avenida Manoel Souza Chaves, n. 2279, São Caetano, próximo ao Colégio Universitário de Itabuna).

Cinco palestrantes vão abordar diferentes aspectos dos Direitos Humanos. Ana Cristina Alves, Karen Lucy Póvoas, Carlos dos Santos Viana, Isabella dos Santos Silva, Maria Domingas Mateus e a índia Potyra Tê tratarão do tema em suas interfaces com a educação, as pessoas com deficiência, o movimento negro, LGBTI, indígenas e pessoas ligadas ao campo.

O Conversando Direitos conta com o apoio da Pró-Reitoria de Sustentabilidade e Integração Social (Prosis) e remete às comemorações dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Bebeto diz que atual modelo falido de segurança só amplia assassinatos de jovens negros

Deputado federal Bebeto Galvão.

Deputado federal Bebeto Galvão.

“O atual modelo de segurança pública vigente no país é um dos principais violadores dos Direitos Humanos. É um modelo de segurança falido, em que jovens negros e pobres, moradores de periferia, morrem todos dias de forma cruel”. Esse é o posicionamento do deputado federal Bebeto Galvão (PSB-BA), membro da CPI que investiga casos de violência e assassinatos de jovens negros, que promoveu audiência pública em Salvador nesta segunda-feira (11), com a presença de autoridades, familiares de vítimas de violência, representantes de movimentos sociais e estudiosos.

Na avaliação de Bebeto, é precisa repensar com urgência esse modelo brasileiro de segurança, em que a atuação predominante é o aparelhamento, encarceramento e enfrentamento, um modelo que se mostra falido pelos próprios números oficiais. O parlamentar exemplifica ao levantar que 30 mil jovens são assassinados por ano, sendo 80% dos casos relacionados a negros. Além disso, Bebeto lembra que no Brasil, mata-se mais pessoas do que nas 12 maiores zonas de guerra do mundo, segundo dados da Anistia Internacional. É um verdadeiro de epidemia de homicídio. E mesmo diante desses números assustadores, apenas 5% dos assassinatos se transformam em processos criminais. Então é a prova clara e concreta de que o modelo de segurança é falido e precisa ser extinto. Violência se combate com educação e oportunidade, e não com mais violência”, desabafa Bebeto Galvão.

Número de denúncias de violação dos direitos humanos cresce 77% em 2012

O número de denúncias de violações de direitos humanos, feitas por meio do Disque 100, alcançou 155.336 de janeiro a novembro deste ano. Os registros representam aumento de 77% em relação ao mesmo período de 2011, quando foram registradas 87.764 denúncias. Ao todo, considerando também as ligações com pedidos de orientações e de informações, foram feitos, de janeiro a novembro de 2012, 234.839 atendimentos.

Os dados foram divulgados hoje (10) pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, responsável pelo serviço, para marcar o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

:: LEIA MAIS »

faculdade madre thais

novembro 2018
D S T Q Q S S
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
Aguarde as próximas enquetes...


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia