WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: ‘Blitz’

A blitz contra o bom senso

Editorial

Gigantescos engarrafamentos e muita reclamação, esse é o saldo de várias blitze.

Um dos grandes males que assola o país, é a falta de fiscalização, e o não cumprimento das leis constituídas. Isso é fato.

Por causa disso, a corrupção, em todas as instâncias, se tornou prática corriqueira e chegou a atual situação. A crença na impunidade, e a certeza de que eles, os corruptos, jamais seriam descobertos, causou (e causa) gigantescos prejuízos aos cofres públicos.

Mas, para tudo nessa vida, o bom senso nunca deve sair de campo. Caso contrário, situações que tinham tudo para esbanjarem saldos positivo, acabam gerando transtornos, ofuscando as benesses que supostamente acarretariam.

Um bom exemplo para ilustrar isso, são as blitze que aconteceram em Ilhéus na sexta (10) e neste sábado (11). Ninguém questiona a imprescindibilidade de realiza-las, até porque, milhares de vidas são colocadas diariamente em risco, à mercê de irresponsáveis e criminosos em potencial, cujos veículos se convertem em verdadeiras armas. Para percebermos a dimensão disso, basta consultarmos as estatísticas de mortes no trânsito, devido à combinação: Bebida alcóolica + volante.

Mas, como nos ensinam os mais velhos, para tudo nessa vida deve haver ordem e decência. E são justamente essas duas palavras chaves, que notadamente foram retiradas do vocabulário dos idealizadores e realizadores das referidas blitze. Ou seja, o governo do Estado, através do Detran. Segundo informações, o alvo principal é pegar os automóveis com IPVA atrasado, além de flagrar condutores sob efeito de álcool.

Vejamos alguns absurdos cometidos. Na sexta, a operação começou no início da tarde, e perdurou até as 21h. Na operação, os condutores de veículos foram forçados a passar em frente ao estádio Mário Pessoa, onde a blitz foi realizada. Para isso, todas as vias foram bloqueadas, a exemplo da subida para o viaduto Catalão, e os acessos para as avenidas Soares Lopes e Canavieiras. Tal situação, consequentemente, em uma cidade com gravíssimos problemas de mobilidade urbana, contribuiu para que o trânsito ficasse travado, revoltando cidadãos de bem, que, geralmente apoiam esse tipo de fiscalização, mas que se mostraram totalmente revoltados como a forma irresponsável que tal foi conduzida.

Hoje, uma nova blitz foi realizada, dessa vez na avenida Lomanto Júnior, na altura do Muro do Aeroporto, para quem ia em direção a Olivença, e nas proximidades da curva do aeroporto, para quem vinha da zona sul. Mais uma vez, algumas vias foram obstruídas, colaborando para que o já conturbado fluxo de veículos na localidade, se tornasse um tormento de proporções infernais.

A frase de autoria do ex-governador Octavio Mangabeira, “Pense num absurdo, na Bahia tem precedente”, volta à tona com as Blitze em Ilhéus.

Uma coisa chamou a atenção nas operações: A presença de um estranho guincho, com placa do Rio de Janeiro, que conseqüentemente não é contribuinte baiano.

Perante essa situação, algumas perguntas pairam no ar: Até que ponto a realização de uma blitz (essenciais, desde que realizadas com sabedoria), pode interferir no nosso direito constitucional de ir e vir?

Onde estão os nossos representantes políticos, eleitos democraticamente para nos representar, e interceder pelo bem estar da população? Será que eles, deputados e o nosso prefeito, concordam com a forma que essas blitze estão sendo tocadas? E se discordam, continuarão de braços cruzados?

A população ilheense exige que nossos políticos se manifestem ante tal descalabro, e, obviamente, façam jus aos seus mandatos, tendo como companheiro o bom senso, e busquem soluções para esse problema.

É o que todos esperam!

Polícia Militar da Bahia dobra número de blitzes em todo o estado

Foto divulgação.

Foto divulgação.

Com o propósito de reforçar a segurança da população, a Polícia Militar da Bahia (PMBA) aumentou as ações preventivas nos principais corredores de tráfego das cidades baianas. A partir desta quarta-feira (2), dobram o número de blitzes em todo o estado, passando de 8.700 abordagens por mês para mais de 17 mil. A ampliação das operações estratégicas foi possível com a utilização de militares, que têm trocado alguns dias de folga pelo pagamento de horas extras garantidas pelo governo estadual.

As blitzes policiais buscam o combate a acidentes e crimes de trânsito, ao transporte de drogas e armas em veículos, e também inibir a atuação de infratores que almejam a prática de delitos, como assalto a pessoas e estabelecimentos comerciais, furtos a residências e outras diversas modalidades de crime. Além das abordagens, a Polícia Militar realiza cinco operações estratégicas simultaneamente em todo o estado.

Detran flagra três condutores em blitz da Lei Seca em Ilhéus

Além de ter a carteira de habilitação recolhida, o motociclista teve o veículo apreendido e vai pagar multa no valor de R$ 1.915, 40.

Além de ter a carteira de habilitação recolhida, o motociclista teve o veículo apreendido e vai pagar multa no valor de R$ 1.915, 40.

O encerramento da Caravana do Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA), em Ilhéus, no sul do estado, foi marcado pela realização da blitz da Lei Seca, na noite de quinta-feira (23).A operação teve a participação da Superintendência Municipal de Trânsito e Transporte (Sutran) e da Polícia Militar.

Três condutores não passaram no teste do bafômetro. O pedreiro Jorge Augusto Andrade, 35 anos, foi quem apresentou o maior índice de alcoolemia. “Saí do trabalho e fui encontrar um amigo que me convidou para o aniversário da esposa. Tomei cinco copos de cerveja e já seguia para casa quando fui abordado. Eu sei que a lei não tolera o mínimo de álcool. Fiz besteira”, lamentou. Além de ter a carteira de habilitação recolhida, o motociclista teve o veículo apreendido e vai pagar multa no valor de R$ 1.915, 40.

Na blitz, 80 veículos foram abordados e cinco apreendidos. “Conseguimos o apoio e a infraestrutura necessários para a realização do nosso trabalho com êxito, além da divulgação de informações importantes para os condutores que cometeram infrações. Acredito que, a partir de agora, eles terão consciência dos riscos de não ter um bom comportamento no trânsito”, disse o major Luide Souza, coordenador da Caravana.

O diretor administrativo do Detran, Lúcio Gomes, fez um balanço positivo dos quatro dias de ações do órgão em Ilhéus. “Finalizamos os trabalhos com a certeza que demos uma contribuição importante para a melhoria no trânsito da cidade, com uma ótima receptividade da população “.

Superintendência de Trânsito de Ilhéus realiza fiscalização contra veículos irregulares

Fiscalização contra veículos irregulares ocorreu em vários pontos da cidade.

Fiscalização contra veículos irregulares ocorreu em vários pontos da cidade.

A Superintendência de Transporte e Trânsito (Sutran) de Ilhéus tem realizado blitz com o intuito de retirar de circulação veículos que estejam com irregularidades, como falta de pagamento de impostos e licenciamento, ou que realizam transporte clandestino de passageiros. Em treze dias de fiscalização, o órgão apreendeu 74 carros e motos que não estavam em conformidade com a legislação vigente.

Segundo o chefe de Fiscalização de Transportes da Sutran, Carlos Campos, as blitz foram realizadas em pontos estratégicos de Ilhéus, como na Avenida Lomanto Júnior, no Pontal, no bairro Teotônio Vilela (saída para a BR-415), e no bairro Parque Infantil, que dá acesso à Rodovia Ilhéus-Itacaré, na zona norte. Vinculada à Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (Seintra), a Sutran contou com apoio da Polícia Militar para realizar as fiscalizações.

“Nesses treze dias de operação, retiramos uma quantidade considerável de veículos das ruas, principalmente por falta de licenciamento ou dívidas com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, o IPVA. Além disso, apreendemos ou multamos veículos e motoristas que realizavam transporte clandestino de passageiros, colocando em risco a vida humana”, enfatiza Carlos Campos.

Carros e motos apreendidos estão à disposição dos seus proprietários, desde que regularizem os débitos registrados. Para isso, devem procurar a sede da Sutran, localizada na Avenida Governador Roberto Santos (antiga Esperança), próximo à Delegacia da Polícia Federal. Segundo o superintendente de Transporte e Trânsito de Ilhéus, Isaac Vinhas, ações de fiscalização contra veículos irregulares ou que realizam transporte clandestino continuarão sendo realizadas na cidade.

*Matéria da Ascom da Prefeitura Municipal de Ilhéus

Justiça determina suspensão da blitz do IPVA na Bahia

a realização de blitz e apreensão de veículo por falta de pagamento do IPVA configuram exercício ilegal da administração pública e desrespeito aos princípios constitucionais.

a realização de blitz e apreensão de veículo por falta de pagamento do IPVA configuram exercício ilegal da administração pública e desrespeito aos princípios constitucionais.

A Justiça determinou a suspensão da blitz do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores IPVA em toda a Bahia. A liminar deferida na última sexta-feira (12) atende a uma ação movida pela Ordem dos Advogados da Bahia (OAB).

A decisão é da juíza Maria Verônica Moreira Ramiro, da 11° Vara da Fazenda Pública. Segundo a juíza, a realização de blitz e apreensão de veículo por falta de pagamento do IPVA configuram exercício ilegal da administração pública e desrespeito aos princípios constitucionais.

Com a decisão, o governo deve cobrar o imposto utilizando meios previstos na legislação, sem que haja apreensão dos automóveis dos contribuintes baianos por conta da falta de pagamento do IPVA, sob pena de multa de R$ 50 mil por operação de blitz.

:: LEIA MAIS »

outubro 2017
D S T Q Q S S
« set    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  
Aguarde as próximas enquetes...


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia