WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
embasa


:: ‘Água’

Comissão aprova instalação de eliminador de ar na tubulação de água

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos deputados aprovou o Projeto de Lei 527/15, que permite ao consumidor a instalação, provisória ou definitiva, de aparelho eliminador de ar na tubulação do sistema de abastecimento de água.

O projeto, do deputado César Halum (PRB-TO), também obriga os hidrômetros instalados após a promulgação da lei, se aprovada, a terem o eliminador de ar instalado conjuntamente.

 Segundo o autor, o ar presente no encanamento de água tem elevado o valor das faturas, pois faz os ponteiros girarem, como se água fosse, gerando cobrança por recursos não utilizados pelo consumidor

De acordo com o texto, os aparelhos deverão ser certificados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), e os custos da instalação serão da concessionária. A instalação e a retirada do aparelho deverão ser solicitadas à concessionária de água da região.
:: LEIA MAIS »

Embasa informa: interrupção do fornecimento de energia interrompe abastecimento de água da zona sul de Ilhéus hoje, 24

A Embasa informa que, devido ao desabastecimento de energia elétrica na captação de água do Rio do Engenho, por quase doze horas, as operações da Estação de Tratamento de Água (ETA) Pontal permaneceram interrompidas até o fim da manhã de hoje (24). Com a retomada do suprimento de energia, os bairros da zona sul de Ilhéus (ver lista) terão o abastecimento de água gradativamente regularizado nas próximas 24 horas. Usuários que dispõem de reservatório adequado para atender suas necessidades diárias de consumo não sentirão os efeitos da interrupção.

A previsão informada pela Coelba era de que a energia seria restabelecida às 2h40 da manhã de hoje, mas isso aconteceu somente às 10h40.

Bairros afetados: Avenida Princesa Isabel, BA 415, Barreira, Ceplus, Couto, Cururupe, Hernane Sá I e II, Ilhéus II, Jardim Atlântico, Loteamento São Caetano, Mar a Vista, Mar de Ilhéus I, Nossa Senhora da Vitória, Nelson Costa, Pérola do Mar, Pontal, Parque Olivença, Praia Dourada, Rodovia Ilhéus-Olivença, Santo Antônio de Pádua, São João, Sapetinga, Sol e Mar I e II, Urbis.

Implantação de reforço em rede distribuidora interrompe abastecimento dos Altos de Ilhéus nesta terça, 24

A Embasa informa que, para realizar o entroncamento de uma nova estação elevatória de água tratada que atenderá os Altos de Ilhéus, o abastecimento está interrompido na região desde às 8h desta terça-feira (24). Após a conclusão dos serviços, prevista para o fim da tarde de hoje, as localidades do Alto Carvalho, Alto da Esperança, Alto do Amparo, Alto do Coqueiro e Alto Legião terão o abastecimento gradativamente regularizado nas 24 horas subsequentes. A empresa recomenda aos usuários que utilizem menos água em suas rotinas nesse período.

A Embasa investiu R$ 1 milhão em novos equipamentos e redes para regularizar, de forma definitiva, o abastecimento de água nos chamados Altos de Ilhéus. As intervenções promovem o aumento da vazão de distribuição e garantem mais horas operadas. Outros bairros elevados da cidade, que estão conectados aos novos equipamentos desde a semana passada, já estão sentindo os efeitos das melhorias implantadas no sistema.

Após reajuste de 8,8% na conta, Embasa diminui quantidade de água que consumidor pode utilizar na tarifa mínima

Atualmente, consumidor paga R$ 25,30 na tarifa mínima e pode utilizar até 10 metros cúbicos de água. Com mudança, ele pagará 27,50 e só poderá usar 6 metros cúbicos (Foto: Reprodução/ TV TEM)

Além do reajuste de 8,8% na conta de água, que será cobrado a partir do mês de junho, a Embasa foi autorizada pela Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa) a diminuir a quantidade de água que o consumidor pode usar para pagar a tarifa mínima. Da forma como é cobrada atualmente, a tarifa mínima é cobrada para quem utiliza até 10 metros cúbicos d e água no mês mas, a partir de agosto, para pagar o valor mínimo, o consumidor só poderá gastar até 6 metros cúbicos de água.

Na prática, um metro cúbico equivale a 1.000 litros, quantidade média de água utilizada durante uma semana por uma família de quatro pessoas. No sistema atual, o valor da tarifa mínima é de R$ 25,30, ou seja, o consumidor paga R$ 25,30 e pode gastar até 10 metros cúbicos de água. Com o reajuste de 8,8% e mais a mudança de sistema, o consumidor só poderá gastar 6 metros cúbicos para pagar a tarifa mínima, que será reajustada para R$ 27, 50.

O pedido de reestruturação no sistema de cobrança da tarifa foi feito pela Embasa em 2016, quando a empresa pediu reajuste de mais de 50% à Agersa, que negou o aumento.

Através de nota, a Embasa afirmou que, no novo sistema, a principal mudança é a criação de uma nova faixa de consumo, entre 7 e 10 metros cúbicos (m³) de água por mês. Com isso, a tarifa mínima cobrada pela Embasa passará a ser aplicada para quem consome até 6m³ mensais. Na nova faixa (7m³ a 10m³), cada metro cúbico excedente do volume mínimo terá o valor de R$ 1,09 na categoria residencial normal, R$ 0,98 na categoria residencial intermediária e R$ 0,76 na categoria residencial social. :: LEIA MAIS »

Governo intensifica campanha de conscientização sobre a água

Da Secom/BA

Em meio às comemorações pelo Dia Mundial da Água (22 de março), o Governo do Estado, via Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), intensifica ações de conscientização, por meio do projeto Amigos da Água. A primeira localidade visitada, esta semana, foi a Comunidade de Estiva, no município de Itapé, no sul da Bahia, que vem enfrentando crise hídrica.

De acordo com o secretário Cássio Peixoto, a ideia é orientar a população, “que já vem sofrendo, em diversas partes do estado, com a pior seca dos últimos 100 anos, a refletir e construir novos hábitos, uma nova consciência, de forma a obter um novo olhar referente ao uso desse bem, que é vital para todas as atividades humana”. As visitas vão acontecer até esta sexta-feira (31).

A ação foi realizada utilizando atividades lúdicas de Educação Sócio Ambiental e Sanitária, envolvendo educadores e alunos, os poderes públicos e a sociedade em geral. Nesse contexto, o técnico Armando Campos Júnior enfatizou que “sem água não há vida. O equilíbrio e o futuro de nosso Planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos”.

A coordenadora do projeto, Ruth Viera, enfatizou o alerta da Organização das Nações Unidas (ONU) de que, até 2030, a demanda por água deve aumentar 50%, o que exigirá mais esforços para melhorar os sistemas de coleta e tratamento de águas residuais e garantir água tratada. Essa campanha envolvendo tantos segmentos é de extrema importância”.

Técnicos da SIHS, juntamente com a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), realizaram ações de capacitação para os integrantes da comissão de acompanhamento de obras na Barragem do Rio Colônia, que garantirá o abastecimento de água de qualidade por muitas décadas para mais de 350 mil moradores do município de Itabuna e região sul.

Manutenção preventiva interrompe abastecimento de água em bairros de Ilhéus nesta quinta-feira (22)

Um serviço de manutenção preventiva na Estação de Tratamento de Água (ETA) Centro vai interromper, amanhã (22), o abastecimento de água em alguns bairros de Ilhéus (ver lista abaixo). A parada operacional, programada para acontecer de 08h às 21h, é necessária para a substituição de equipamentos elétricos responsáveis pelo bombeamento de água no ponto de captação, situado na barragem do Iguape. Itens elétricos da ETA, como painéis de comando e fiação, também serão modernizados, de modo que a estação atenda satisfatoriamente aos usuários durante todo o verão, quando há aumento natural da demanda por água tratada.

Após a conclusão dos serviços, o fornecimento de água será gradativamente regularizado em até 48 horas. Usuários que dispõem de reservação suficiente para suas necessidades não sentirão os efeitos da interrupção.

Bairros afetados: Alto do Amparo, Alto do Aureliano, Alto do Cacau, Alto Carvalho, Alto do Coqueiro, Alto da Esperança, Alto Legião, Alto Nerival, Alto São Francisco, Av. Itabuna, Banco da Vitória, Basílio, Centro, Cidade Nova, Conquista, Esperança, Frei Vantuy, Malhado, Moradas do Bosque, Moradas do Porto, São Sebastião, Pacheco, Princesa Isabel, Salobrinho/UESC, Tapera, Teresópolis, Vila Cachoeira, Vila Nazaré, Teotônio Vilela.



Embasa mantém qualidade da água distribuída em Canavieiras

torneira-para-agua-4

A água fornecida no mês de agosto à população de Canavieiras pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) obedeceu aos parâmetros físico-químicos e bacteriológicos estabelecidos pela Portaria 2.914/11 do Ministério da Saúde. O resultado foi aferido pelos laudos do Centro de Diagnóstico e Controle de Qualidade (Ceniq), laboratório contratado pela Embasa para analisar a água distribuída no município.

A contratação de um laboratório externo para analisar mensalmente a água distribuída na cidade atende a determinação de medida liminar referente a ação civil pública no Juízo da Vara Cível da Comarca de Canavieiras. Segundo a Embasa, água distribuída também passa pelo controle de qualidade em laboratórios próprios da Empresa.

A Embasa está divulgando, até o final do processo judicial, mês a mês, o resultado das análises no próprio site, no escritório local de Canavieiras, ou na unidade regional da empresa em Itabuna. Para acesso rápido, clique aqui.

Manutenção na rede distribuidora interrompe o fornecimento de água em 11 bairros de Ilhéus

Bairros da zona norte de Ilhéus tiveram o abastecimento de água interrompido nesta quinta-feira. Foto de José Nazal.

Bairros da zona norte de Ilhéus tiveram o abastecimento de água interrompido nesta quinta-feira. Foto de José Nazal.

A Embasa informa que, para possibilitar a correção de vazamento em trecho da rede distribuidora de Ilhéus, o fornecimento de água está temporariamente suspenso em parte dos bairros atendidos pelo calendário de abastecimento desta quinta-feira (11). Técnicos da empresa estão executando o reparo e a previsão é que seja concluído ainda hoje. O fornecimento será retomado gradativamente após a conclusão do serviço, com fornecimento continuado pelo mesmo número de horas interrompidas.

Locais afetados: Alto Nerival, Alto Soledade, Aritaguá, Barra, Centro Industrial, Iguape, Jardim Savóia, Novo Ilhéus, São Domingos, São José e São Miguel.

Justiça derruba aumento da conta de água na Bahia

conta-embasa-310x165A Justiça baiana suspendeu o reajuste do valor da conta de água aprovado no dia 29 de abril de 2016. O juiz Ruy Brito, titular da 6ª Vara da Fazenda Pública, acatou a ação do líder do partido Democratas na Assembleia Legislativa, deputado Pablo Barrozo, e determinou à Agência Reguladora de Saneamento Básico da Bahia (Agersa) a suspensão.

A decisão começa a valer a partir de quarta-feira (1º), sob pena de multa diária no valor de R$50 mil. A Agersa autorizou à Embasa um reajuste de 9,95%, considerado abusivo pelo parlamentar. Na decisão, o magistrado aceitou os argumentos de Barrozo, incluindo o fato de que este é o quinto aumento consecutivo concedido pela Embasa com percentuais acima da inflação. :: LEIA MAIS »

Bahia tem 146 municípios em emergência

secaA estiagem prolongada fez o governo da Bahia homologar decretos de emergência em Vitória da Conquista e mais três municípios: Andaraí, Mairi e Caetité.

A homologação dos decretos, que terão validade de 180 dias, considera os danos causados pela seca à atividade econômica e à população em geral.

Em toda a Bahia, 146 municípios se encontram em situação de emergência e chega a 1,6 milhão o número de pessoas prejudicadas. Em Conquista, o prefeito Guilherme Menezes se reuniu com técnicos da Defesa Civil para traçar ações emergenciais.

As equipes da Defesa Civil seguem acompanhando a situação dos municípios atingidos pela estiagem. Segundo o órgão, 15 foram visitadas e as que manifestaram a necessidade de decretar emergência receberam orientações sobre isso. ( A Região)

MP apura agravamento da crise de abastecimento de água em Ilhéus

Represa do Iguape apresenta situação critica.

Represa do Iguape apresenta situação critica.

O agravamento da situação de crise no abastecimento de água em Ilhéus, sobretudo pela escassez de água no manancial de captação da bacia do Rio Itacanoeira, será apurado pelo Ministério Público do Estado da Bahia. O objetivo da Promotoria de Justiça Regional de Meio Ambiente de Ilhéus é diagnosticar se a crise foi agravada por intervenções humanas, responsabilizar os possíveis infratores ambientais – sejam eles pessoas físicas ou jurídicas, públicas ou privadas – e indicar as medidas cabíveis à mitigação da crise hídrica.

Em dezembro de 2015, o MP expediu uma recomendação ao Município de Ilhéus, ao Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e à Embasa para adoção de medidas que garantissem o uso prioritário da água para o consumo humano. Dentre estas medidas estavam a possibilidade de suspensão de outorgas e a restrição do fornecimento de água potável para ser utilizada como matéria prima em estabelecimentos industriais, comerciais e agrícolas. De acordo com a promotora de Justiça Aline Archangelo Salvador, titular da Promotoria Regional Ambiental de Ilhéus, o MP analisará se os termos da Recomendação foram devidamente cumpridos e qual o motivo para o rápido agravamento da situação de crise hídrica.

Governo da Bahia monta força tarefa para conter crise hídrica em Itabuna

Áreas estratégicas do município de Itabuna receberão 60 tanques de cinco mil litros para reserva de água potável na cidade. A ação aprovada pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) visa minimizar os impactos da crise hídrica na região. Outra medida adotada pelo Governo foi o aporte de recursos da ordem de R$ 3,8 milhões, publicado em Diário Oficial no final do mês de março, para ações emergenciais no abastecimento de água em Itabuna.

 Relocação de captação de água em Nova Ferradas, recuperação da Estação de Tratamento de Água da localidade, aumento da oferta e a melhoria da qualidade da água distribuída estão entre as medidas adotadas pela SIHS. “Ou seja, medidas que, de fato, mudarão a vida da população itabunense”, destacou o secretário Cássio Peixoto, ressaltando que todas as medidas atenderão aos padrões de potabilidade estabelecidos em lei. :: LEIA MAIS »

Itabuna: Vigilância aperta cerco à água duvidosa

Foto ilustrativa.

Foto ilustrativa.

O Departamento da Vigilância Sanitária de Itabuna vai intensificar as ações para evitar que os consumidores sejam enganados pelas distribuidoras e proprietários de fontes e poços artesianos no município.

A preocupação é para evitar possíveis doenças causadas por água contaminada, de origem duvidosa. A Vigilância Sanitária já emitiu mais de 200 notificações para que sejam apresentados laudos com análise da água.

O município também está exigindo a documentação das pessoas envolvidas na operação de transporte e venda de água.

A Vigilância Sanitária passará a exigir o credenciamento dos comerciantes, além do selo de qualidade dos vasilhames e da Secretaria Estadual da Fazenda. As medidas visam evitar o aparecimento de doenças causadas por água contaminada.

Existem em Itabuna 60 fontes de água, denominadas Solução Alternativa Individual, quando instaladas em residenciais, e Solução Alternativa Coletiva, usadas por restaurantes, hotéis e outros estabelecimentos comerciais.(A Região)

Abastecimento de água de Itabuna terá apoio da SIHS

Reunião do secretário Cássio Peixoto com prefeito de Itabuna.

Reunião do secretário Cássio Peixoto com prefeito de Itabuna.

Os itabunenses terão apoio da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) para receber água de qualidade na cidade. Devido aos problemas enfrentados pela crise hídrica na região, a secretaria vai adotar medidas de curto prazo, como envio de carros-pipa e aquisição de água tratada da Embasa para atendimento imediato à população, além do abastecimento de hospitais, postos de saúde e escolas. Outra medida será a retirada das baronesas do Rio Cachoeira, evitando a proliferação do mosquito da dengue.

Também está prevista a aquisição de 100 tanques e tubulações, distribuídos em pontos estratégicos do município, ampliando a capacidade de atendimento e captação de água para o abastecimento de áreas periféricas. “Estamos adotando medidas emergenciais, pontuais e urgentes para que a população não sofra ainda mais com a falta de potabilidade da água”, explica o secretário Cássio Peixoto, empenhado em oferecer qualidade de vida às pessoas que há tempos reivindicam melhorias para o abastecimento humano. :: LEIA MAIS »

Pedro Tavares apresenta projeto para beneficiar consumidor que economizar água

Deputado estadual Pedro Tavares ( PMDB). Foto divulgação.

Deputado estadual Pedro Tavares ( PMDB). Foto divulgação.

O deputado estadual e líder do PMDB na Assembleia Legislativa, Pedro Tavares  apresentou projeto de lei para estabelecer uma bonificação de tarifa para quem economizar água na Bahia. Com o intuito de gerenciar adequadamente a água, seu uso e seu suprimento e incentivar o reuso e a reciclagem de água para fins não potáveis, o projeto tem como objetivo beneficiar o consumidor ao ser constatada a diminuição do consumo mensal em um imóvel abastecido pela Embasa, com descontos que variam de 5% a 10% do valor devido sobre a mediação total, evitando o seu desperdício e uso indevido.

Segundo o deputado, as soluções para diminuir o consumo de água por parte do consumidor são compostas de diversas ações, como detecção e reparo de vazamentos, troca de equipamentos convencionais por economizadores de água, estudos para reaproveitamento da água e palestras educativas. Desta forma, a presente lei visa contemplar o consumidor que faz uso consciente da água, induzindo-lhe a adotar cada vez mais uma conduta zelosa perante este recurso natural e prestigiando aqueles que fazem uso racional, tendo em vista a sua progressiva escassez para uso humano.

:: LEIA MAIS »

Tarifas de água e esgoto sofrerão reajuste de 9,97% a partir de junho

torneira-para-agua-4Os consumidores baianos devem preparar o bolso para mais um aumento. Nesta sexta-feira (1º), a Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa) divulgou resolução que autoriza o reajuste anual das tarifas de água e esgoto da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). O aumento será de 9,97%.

Com o reajuste, a tarifa residencial social terá um aumento de 90 centavos, passando de R$ 9,40 para R$ 10,30. Já o valor para a residência intermediária subirá de R$ 18,40 para R$ 20,20 e a tarifa da residência normal será elevada de 20,90 para R$ 23. Os novos valores passarão a valer a partir do dia seis de junho.

A resolução será publicada no Diário Oficial do Estado no dia seis de maio. De acordo com a Agersa, o reajuste se dá com base na variação da inflação e outros parâmetros como elevação de custos fixos, como energia elétrica. ( Correio da Bahia)

mega turbonet

janeiro 2018
D S T Q Q S S
« dez    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Aguarde as próximas enquetes...


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia