WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
transporte ilegal
Aguarde as próximas enquetes...

:: ‘Tecnologia’

Inovação: Pesquisador da UESC anuncia possibilidade de fabricação de pneus a partir da fibra de coco

O pesquisador, professor/Dr. Celso Carlino Maria Fornari Junior.

A tecnologia desenvolvida na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), no Laboratório de Polímeros e Sistemas (LAPOS), revelou uma excelente utilização da casca do coco-da-bahia. A pesquisa direciona para o uso de fibras vegetais de coco na formação de materiais compósitos, o que equivale  dizer que é possível fazer pneu rodoviário composto com material natural e biodegradável, com propriedades maiores que 500% comparando-se com os materiais atuais.

Esse caminho inovador está sendo percorrido pelo professor/Dr. Celso Carlino Maria Fornari Junior, do Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas (DCET), da Universidade. As pesquisas iniciadas em 2010 vinham sendo desenvolvidas em sigilo, demonstram que a cadeia polimérica da celulose da fibra do coco, pode formar quimicamente uma ligação estável com as macromoléculas de borracha. Desta forma, a fibra de coco, tratada e acondicionada, pode substituir produtos de altíssimo valor agregado na construção de materiais tecnológicos.

“A fibra da casca do coco pode substituir o negro de fumo (carbono em dispersão muito fina, obtido por combustão incompleta de gás natural “do petróleo”. Muito empregado na indústria, principalmente da borracha, como carga reforçadora e como pigmento preto), o qual é amplamente aplicado nos mais diferentes produtos entre eles pneus de automóvel, caminhão e aviões. Além disso, a importância do negro de fumo na engenharia de materiais é tão significativa que o seu valor é cotado em dólar, atingindo entre US$ 1,05 a 1,50 por quilo do produto. Isso significa dizer, em outras palavras, que a fibra de coco pode atingir valores em reais em torno de aproximadamente R$ 4 mil a tonelada,” assinala o professor Fornari. :: LEIA MAIS »

Campanha de Mobilidade Urbana é discutida em Ilhéus

Temas como segregação socioespacial, acessibilidade, mobilidade adequada para idosos, mulheres e crianças, ciclovias, estudo de mobilidades alternativas, além do uso do espaço público no município de Ilhéus, foram debatidos em uma reunião que contou com a presença de setores que dialogam sobre a defesa de políticas de Mobilidade Urbana. A reunião foi  ontem (14) à tarde, no Centro Administrativo, no bairro da Conquista. O vice-prefeito de Ilhéus e secretário de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável, José Nazal Pacheco Soub, se enontrou com a Comissão de Elaboração do Plano Municipal de Mobilidade Urbana, agentes diretamente envolvidos na construção de uma campanha que promoverá uma série de eventos públicos, seminários, campanhas educativas e concursos culturais.

“A reunião serviu para trazer ideias para o plano de mobilização, que busca a priorização dos pedestres, portadores de necessidades especiais, ordenando as ações que são importantes em nossa cidade, visando atender a uma demanda que não é somente uma exigência legal, mas uma reivindicação da sociedade que hoje se impõe para ter esse atendimento”, disse o vice-prefeito.

O encontro contou com a presença do diretor de Transporte e Trânsito da (Sutran), Gilson Nascimento; da diretora presidente do Instituto Nossa Ilhéus (INI), Maria do Socorro Mendonça; do representante do Rotary Club de Ilhéus Jorge Amado, Armando Brum; do vice-presidente do Rotary Club de Ilhéus, Ricardo Becker; da presidenta da Associação Beneficente dos Deficientes Físicos de Ilhéus (ABEDEFI), Cleide Avelino; dos representantes da Associação Ilheense de Ciclismo, Amil Gomes dos Santos e Agnaldo Batista de Canabrava (Guigui); representantes do Instituto Nossa Ilhéus; da ABEDEFI, além dos servidores das secretarias municipais de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (Seplandes) e Turismo (Setur). :: LEIA MAIS »

Estudantes de Itabuna participam de campeonato de Robótica na Campus Party

Os estudantes da rede estadual estão por toda a parte na Campus Party, que acontece até domingo, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Eles estão acampados, apresentando projetos nas diferentes áreas temáticas do evento, visitando, trocando experiências e também ocupam espaços importantes como a etapa baiana do Campeonato Brasileiro de Robótica. Os representantes da rede são dos Centros Juvenis de Ciência e Cultura de Itabuna e Vitória da Conquista e do Centro de Educação Profissional de Feira de Santana. As equipes trouxeram protótipos de robôs, que foram criados usando muita criatividade, engenharia, inovação e até materiais recicláveis.

Estes é o caso dos robôs dos estudantes de Vitória da Conquista que, segundo o  professor Roberto Costa, têm grandes potenciais na competição. “Os dois robôs foram construídos, executados e programados pelos alunos, a partir de sucatas. Foram utilizados palitos de picolé, motor de aparelho de DVD, garrafas pet e pedaços de MDF. Acreditamos que vamos sair com uma premiação, porque estes robôs são capazes de competir e, por isso, estamos aqui”, enfatiza.

Os estudantes Hafik de Souza, 17 anos, e Leonardo de Oliveira, 15 anos, de Vitória da Conquista, são integrantes da equipe “Strike”, criadores do ‘Robô Bug’ e também estão cheios de expectativas. “Nosso robô foi bem elaborado. Queremos mostrar que, com material reciclado, você consegue fazer muita coisa, inclusive, um protótipo de robô. Estamos confiantes e gostando muito do evento”, declara Hafik. “A gente se preparou bastante. Todos os dias a gente se reunia no curso e ficava até tarde pensando nos detalhes do robô. A ansiedade está no nível máximo, mas estou gostando de estar aqui, de ficar acampado, de competir e conhecer outros protótipos também”, acrescenta o colega e parceiro de equipe, Leonardo. :: LEIA MAIS »

Lançado site de apoio à implantação do Projeto SEI Bahia

A Secretaria da Administração do Estado (Saeb) lançou uma ferramenta para auxiliar na implantação do SEI Bahia, o sistema oficial de gestão de processos e documentos administrativos eletrônicos e digitais no âmbito dos órgãos e das entidades do Poder Executivo. Trata-se do Portal SEI Bahia, que está disponível para acesso a partir desta quinta-feira (10). Desenvolvido pela Saeb, em parceria com a Companhia de Processamento de Dados (Prodeb), o site reúne as mais diversas informações e conteúdos sobre o novo software, que irá eliminar o uso do papel como suporte físico para documentos administrativos em todo o governo baiano.

De acordo com o coordenador de implantação do SEI Bahia, Anderson Vasconcelos, um dos principais objetivos do site é fornecer conhecimento e suporte técnico aos administradores locais, como são chamados os profissionais designados para coordenar a implantação do sistema em cada um dos 75 órgãos, autarquias e fundações onde o SEI será adotado. “O site vem para dotar os administradores locais das competências necessárias para garantir que o sistema se torne realidade em suas unidades”, explica.

Entre as ferramentas de apoio úteis aos administradores locais, Anderson cita as orientações técnicas para a implantação do sistema e a página sobre Legislação, onde é possível consultar, por exemplo, a Lei nº 12.618/2012, que regula o acesso a informações no âmbito do Estado da Bahia, entre outros instrumentos legais. Destaque também para a página de Boas Práticas, com dicas para aproveitar os recursos do novo sistema, e a videoteca, onde é possível conferir produções audiovisuais sobre o SEI.

:: LEIA MAIS »

Deputada Ângela Sousa viabiliza projetos de tecnologia para municípios baianos

Em audiência na Secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), a deputada Ângela Sousa (PSD) solicitou a implantação do Projeto Praça da Ciência no município de Ilhéus. O intuito, de acordo com a parlamentar, é fomentar a ciência entre os jovens ilheenses. “Levar esse projeto para Ilhéus irá proporcionar aos jovens estudantes de nossa cidade o aprendizado da física, além de os aproximar ainda mais da Ciência e da Tecnologia”, afirmou Ângela Sousa.

Criado pela Secti, o Praça da Ciência visa popularizar e estimular a construção de uma cultura científica nas diversas comunidades baianas. O secretário Vivaldo Mendonça garantiu a deputada que estudará a viabilidade de implantação do projeto em Ilhéus.

O Praça da Ciência é composto por oito brinquedos lúdico-científicos que facilitam a absorção e transferência de ensinamentos de física por alunos e professores que o utilizem. Cada unidade é dotada de conchas acústicas; bicicletas geradoras; harpas de tubo; alavancas; cadeiras e basquete giratórios e balanços de comprimentos diferentes.

CIDADANIA DIGITAL – Na oportunidade, a deputada solicitou também a implantação de um Centro Digital de Cidadania (CDC) nos municípios de Baixa Grande, Ibicaraí, Itabela e Guaratinga. :: LEIA MAIS »

Prefeito recebe Missão Chinesa que estuda investimentos na ZPE de Ilhéus

Missão Chinesa visita Ilhéus para conhecer Projeto da ZPE – Secom.

Há 30 anos, o município de Ilhéus luta para implantar a sua Zona de Processamento de Exportação (ZPE). Hoje (14), a visita de uma comitiva de empresários de Tianjin, na China, significou a ação mais concreta, nestas três décadas, para que o projeto possa, efetivamente, tornar-se realidade. Durante solenidade ocorrida no Teatro Municipal, representantes do Governo da Bahia, da Prefeitura Municipal e dos empresários brasileiros e estrangeiros, assinaram um Memorando de Entendimentos entre a ZPE de Ilhéus e a Comissão do Comércio do Governo de Tianjin. Em seguida, visitaram o Porto de Malhado e a área destinada à implantação da primeira etapa da ZPE local, equipamentos que aguardam investimentos para avançar.

“O Governo da Bahia está convencido de que está dando o mais importante passo para a concretização da ZPE”, afirmou o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, que representou o governador Rui Costa e o vice-governador João Leão na solenidade. A visita dos chineses é resultado de uma Missão de Negócios realizada pelo Governo da Bahia, ano passado.

Exemplo – Tianjin está situada no nordeste da China. É a terceira plataforma exportadora mais importante do País e uma das maiores comunidades econômicas, depois de Xangai e Pequim. A sua Área de Desenvolvimento Econômico-Tecnológico serve de base para praticamente todos os polos industriais, comerciais e financeiros da região. Com crescimento de mais de 30% ao ano, a cidade é, hoje, uma das maiores bases na China para indústrias relacionadas à alta-tecnologia e telecomunicações. ”Tenho certeza de que a gente vai fazer bons negócios no futuro”, afirmou o diretor-geral da Comissão de Comércio, Zhang Aiguo. :: LEIA MAIS »

Cinco dicas que ajudam você a proteger seus arquivos e seu computador

O ciberataque global com o vírus WannaCry infectou mais de 300 mil computadores em 150 países Foto: Reuters/Kacper Pempel

Cerca de 300 mil computadores, em 150 países, foram afetados por um vírus este mês. O ataque cibernético do dia 12 serve de alerta aos usuários para a necessidade de medidas de proteção. Entre as ações que devem ser adotadas, especialistas apontam a atualização de sistemas operacionais e uso de antivírus como as principais.

De acordo com Paulo Roberto Meirelles, professor de engenharia de software na Universidade de Brasília, o vírus disseminado, o WannaCry, “sequestra” dados dos usuários. Basicamente, o vírus criptografa (transforma informação em código) os arquivos do computador e, para descriptografar, o usuário precisa de uma “chave” (segredo) para voltar a ter acesso aos arquivos. Então, eles tentam vender esta chave aos usuários. O pagamento é cobrado em bitcoins – moeda virtual difícil de ser rastreada.

O especialista explica que estar com as atualizações de segurança da máquina em dia é fundamental para corrigir falhas antigas, apesar de não evitar novas falhas. Por isso, é importante ter um backup testado das informações, para serem reinstaladas após as atualizações.

De acordo com Ricardo Peixoto, da Alerta Security Solutions, empresa de cibersegurança, o vírus disseminado se aproveita de uma vulnerabilidade do sistema operacional da Microsoft para fazer um acesso privilegiado e infectar a máquina. “O código malicioso infecta a máquina e procura outras máquinas na rede que tenham a mesma vulnerabilidade, então ele copia o código malicioso para essa máquina remota e vai ser executado. Ele consegue se replicar na rede. A segunda etapa é criptografar os dados do usuário de forma com que ele tenha que pagar um resgate [em bitcoins] para ter seus dados de volta”, explica. O poder de disseminação do WannaCry dependeu da não atualização do sistema. :: LEIA MAIS »

Últimos dias de inscrição para 7ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia

As inscrições para a 7ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (Feciba) promovida pela Secretaria da Educação do Estado para estimular o estudo das Ciências em sala de aula, terminam nesta quarta-feira (310. Para se inscrever, gestores, professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual devem aderir ao evento, que será realizado em 2018, por meio do formulário disponível no Portal da Educação.

“A Feciba é uma das iniciativas, por meio da qual, estamos estimulando os nossos estudantes no estudo das Ciências e no interesse pela pesquisa científica, fazendo com que despertem para suas vocações e revelem suas capacidades criativas. É, sobretudo, um momento em que os alunos apresentam o resultado dos projetos desenvolvidos em sala de aula, orientados pelos professores, que têm relação com os lugares onde eles vivem e que, geralmente, apresentam soluções para problemas vivenciados pelas suas comunidades”, explica secretário Walter Pinheiro.

Uma das novidades para a 7ª Feciba é a premiação com Bolsa de Iniciação Científica Junior do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para os 22 primeiros colocados. Uma das etapas é a realização das Feiras Escolares de Ciências, Matemática e Empreendedorismo, que devem ocorrer de 1º de agosto e 30 de setembro deste ano. Todos os estudantes podem participar das feiras escolares independente da série, mas só os projetos dos estudantes do Ensino Fundamental e até o 2º ano do Ensino Médio serão submetidos à Feciba, tendo em vista que a 7ª edição será realizada no próximo ano letivo.

Na 7ª FECIBA, a modalidade Empreendedorismo também será ampliada, segundo destaca a coordenadora do Programa Ciência na Escola, da Secretaria da Educação do Estado, Shirley Costa. “Com isto, teremos a perspectiva do envolvimento da construção de conhecimentos, a partir dos aspectos econômicos das regiões onde as escolas estão inseridas. A nossa expectativa é que, com isto, iremos atrair muitos novos projetos voltados ao Empreendedorismo”, afirma.

Para isso, a Secretaria da Educação está fazendo parcerias com instituições que trabalham com o Empreendedorismo na Educação, como é o caso do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-BA), para a realização de oficinas e palestras sobre o tema no sede das instituição e durante a 6ª Feciba, que acontece no segundo semestre deste ano. O edital pode acessado também no Portal da Educação.

Eleitores que não realizarem o recadastramento biométrico ficarão impedidos de obter empréstimos

Os eleitores interessados em obter empréstimos deverão atentar para o recadastramento biométrico da Justiça Eleitoral. O alerta é do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), que vem chamando a atenção para as implicações geradas pelo cancelamento do título. Entre os transtornos, previstos pelo artigo de número 7 do Código Eleitoral (Lei nº 4.737, de 15 de julho de 1965), a impossibilidade de receber empréstimos.

Conforme a lei, o cidadão que tiver pendências com a Justiça Eleitoral estará impedido de “obter empréstimos nas autarquias, sociedades de economia mista, caixas econômicas federais ou estaduais, nos institutos e caixas de previdência social, bem como em qualquer estabelecimento de crédito mantido pelo governo, ou de cuja administração este participe, e com essas entidades celebrar contratos”. 

Conforme o TRE-BA é importante que os eleitores compareçam, o quanto antes, aos cartórios e postos da Justiça Eleitoral e realizem o procedimento. O recadastramento biométrico é um processo simples e está dividido em cinco etapas: coleta das digitais de todos os dedos das mãos, registro fotográfico, assinatura digital, revisão dos dados cadastrais e reimpressão de novo título.  :: LEIA MAIS »

SINDPOC e Secretário de Ciência e Tecnologia discutem inclusão dos policiais civis às novas tecnologias

A reunião teve como finalidade a realização de projetos que promovam qualificação técnica e científica da categoria

Representantes do SINDPOC e o Secretário de Ciência e Tecnologia da Bahia, José Vivaldo Lima, discutiram a possibilidade de uma parceria institucional que promova qualificação técnica e científica dos policiais civis, na noite desta terça-feira (23), no CAB, localizado na capital baiana.O objetivo do projeto consiste em realizar ações que fomentem  um maior acesso da categoria às novas tecnologias a partir da integração dos diversos Programas de inclusão digital que são implementados pelas Secretarias do Estado.

” Temos muitos policiais que ainda não possuem a qualificação técnica sobre as novas ferramentas de informática. Essa capacitação vai interferir diretamente no desempenho cotidiano do policial civil.  O SINDPOC percebeu essa lacuna e avalia como algo de extrema importância esse empoderamento tecnológico!”, destacou o Vice-Presidente do SINDIPOC, Eustácio Lopes.

O Secretário de Ciência e Tecnologia, José Vivaldo Lima, parabenizou a categoria pela iniciativa e cogitou a possibilidade de uma parceria que envolva a SECTI, FAPESB, SESI e SENAI com o intuito de promover um maior acesso dos policiais às novas tecnologias. “Para nós é um orgulho fazer um trabalho de valorização dos profissionais que são responsáveis pela nossa Segurança Pública. É fundamental executarmos ações que  fomentem a inclusão digital de quem luta todos os dias no combate à violência!”, pontuou o gestor da pasta.

Para o Diretor Jurídico do SINDPOC, Cláudio Lima, a adesão dos policiais às novas mídias vai melhorar a qualidade do serviço prestado à sociedade. ” Esse projeto vai ser fundamental! Vamos ter profissionais mais aptos a trabalhar com as plataformas digitais!”, comemorou o sindicalista. Na ocasião, o Secretário da SECTI convidou a categoria para participar do maior evento tecnológico do Brasil, Campus Party, que será realizado em Salvador, na Arena Fonte Nova, de 9 a 13 de agosto.

Evento de tecnologia em Ilhéus contou com mais de 60 horas de palestras e conferências

Três dias de evento, mais de 60 horas de palestras, mesas, debates e conferências transmitidas direto da Califórnia, nos Estados Unidos, e cerca de 1200 visitas por dia. Esses são os números do evento Nave de Inovação Bahia Sustentável (Nibs), encerrado na última sexta-feira, dia 19, no centro de convenções de Ilhéus.

A iniciativa, pioneira na região, atraiu estudantes, profissionais de tecnologia da informação e comunicação, desenvolvedores, pequenos empresários e empreendedores do cacau e chocolate. “Foi o pontapé inicial pra um evento que tem tudo pra se espalhar pelo nosso estado levando inovação, tecnologia e, sobretudo, conhecimento produzido no interior”, avaliou Gabriel Siqueira, co-criador do evento.

Nos três dias, o Nibs reuniu mais de trinta palestras que abordaram temas diversos, como os lançamentos de novos produtos do Google, o futuro dos negócios com a internet, a realidade do jornalismo frente às novas tecnologias, as inovações a serviço da cadeia do cacau e chocolate e os desafios para pequenos empresários empreenderem na grande rede.

Um dos alvos do evento, o público estudantil compareceu. Das palestras traduzidas em tempo real direto da Califórnia à sala de jogos, estiveram em todos os espaços. Para Camila Alves, estudante do curso técnico de informática do CeepAmev, “a oportunidade foi incrível, porque tivemos acesso a novos conhecimentos e sem precisar nem sair de nossa cidade”.
:: LEIA MAIS »

Evento transforma Ilhéus em centro de tecnologia e inovação da Bahia

Foto: Divulgação
O evento será realizado no Centro de Convenções de Ilhéus

Ilhéus recebe o evento ‘Nave de Inovação Bahia Sustentável (Nibs)’ entre esta quarta (17) e a próxima sexta-feira (19). Com o apoio do Governo do Estado, por meio das secretarias de Turismo (Setur) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e da Superintendência de Fomento ao Turismo da Bahia (Bahiathursa), o evento será realizado no Centro de Convenções.

Nos três dias, o Nibs vai apresentar novidades e tendências tecnológicas para diferentes áreas, como a produção de cacau e chocolate, empreendedorismo, e-commerce, maratona hacker, disputa de games e a terceira edição do evento anual ‘Google I/O Extended’, um dos mais esperados do setor. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site do Nibs.

Google I/O

Pelo terceiro ano consecutivo, o Instituto Nossa Ilhéus promove na cidade o ‘Google I/O Extended’. No evento, que será transmitido com tradução simultânea da Califórnia (EUA), serão lançadas as principais novidades da área de tecnologia, além de realizadas palestras, oficinas e bate-papos.

Os trabalhos do Extended acontecem nos três dias do Nibs. Na quarta (17), a partir das 8h, o credenciamento será seguido de abertura oficial e palestra magna com Francesco Farruggia, presidente da Campus Party, às 11h. Na quinta (18), o evento começa às 12h30, com palestra sobre o sistema Android. Na sexta (19), a partir das 13h30, o tema será inteligência artificial. :: LEIA MAIS »

Campus Party Bahia abre inscrições para voluntários

Foto: iBahia

Universitários e recém-formados em diversas áreas vinculadas à Tecnologia vão ter a chance única de enriquecer o currículo com a participação na organização de um dos mais importantes eventos do setor, a Campus Party Bahia (CPBA). As inscrições para colaborar, no megaevento, como voluntário, foram abertas nesta semana e podem ser realizadas até o dia 30 de junho.

De 9 a 13 de agosto, a Campus Party Bahia vai contar com voluntários que atuarão nas ações relacionadas ao Conteúdo e à Comunicação do evento. No entanto, é preciso estar cursando ou ter se graduado, recentemente, em cursos vinculados, além das áreas de atuação, às áreas temáticas Ciências; Inovação; Empreendedorismo; Entretenimento; e Criatividade.

No que se refere aos Conteúdos, o voluntário vai colaborar com a organização da programação dos palcos, workshops, palestrantes e tudo que compõe a programação da CPBA. Já no âmbito da Comunicação, quem for selecionado irá auxiliar na divulgação do evento, dará suporte à imprensa que for cobrir a feira, além de produzir imagens, vídeos e textos para as redes sociais junto com o time de Comunicação da Campus Party.

A carga horária de seis horas diárias permite que o voluntário, no tempo livre, curta todas as atrações de uma das maiores experiências tecnológicas do mundo. No final do programa, os voluntários – que precisam ter mais de 18 anos – recebem um certificado de participação. As inscrições devem ser feitas no endereço eletrônico.

Campus Party Bahia

A Secretaria Estadual da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) articulou, com a organização do megaevento, a vinda da Campus Party, pela primeira vez, para a Bahia. Reuniões estão sendo promovidas, recorrentemente, entre gestores do órgão estadual e representantes da organização da CPBA, a fim de promover a melhor experiência possível para os participantes.

Evento de tecnologia ‘NIBS ‘ traz workshops, palestras e feira para Ilhéus

De 17 a 19 de maio, uma nave com os últimos lançamentos tecnológicos vai aterrissar em Ilhéus, mais precisamente, no Centro de Convenções. É o NIBS – Nave de Inovação Bahia Sustentável, um evento gratuito que vai promover, além do Google I/O Extended, palestras sobre e-commerce, startups, eSports, Hackathon, feira com exposição de produtos do segmento de realidade virtual, softwares, hardwares e inovação tecnológica, e novidades em inovação e tecnologia para o cultivo de cacau e produção de chocolate. É a tecnologia a favor do desenvolvimento inteligente e sustentável do comércio e da cidade como um todo.

Já estão confirmados nomes como o presidente da Fundação Campus Party, Francesco Farruggia; o ativista da política hacker, Pedro Markun; o membro da ESL Brasil, maior equipe de eSports do país, Bernardo Mendes; o CEO e fundador do ezPark, Luiz Candreva; o desenvolvedor Android na startup recifense XARX, Project Reviewer na Udacity e vencedor de 14 hackathons, Adriel Café; e o palestrante nacional e internacional nos temas inovação, cultura empreendedora, microcrédito, negócios sociais e indústria 4.0., que é tambémmentor de eventos ligados ao empreendedorismo, como Campus Party, Epicentro, Slush Impact Brasil e Startup Weekend, Guto Ferreira.

Com o NIBS, Ilhéus e região entram de vez na agenda de eventos inovadores, sendo palco de debates importantes sobre indústria de tecnologia inovação, do crescimento e do comércio digital, da computação em nuvem. Busca, ainda, o incentivo à conexão com o mundo em diversas plataformas, além de promover o empreendedorismo e oportunizar networks. É um passo fundamental para somar no calendário onde já figuram a Campus Party, Festival Path, Social Media Week, o youPIX Festival e o Fórum E-commerce Brasil.

A realização do evento é resultado do apoio do Governo do Estado, por meio das Secretarias de Turismo (Setur) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI); da Bahiathursa e do Sebrae. Tem como parceiros o Instituto Nossa Ilhéus (INI), a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), o Costa do Cacau Convention Bureau, a Prefeitura de Ilhéus, a Associação de Turismo de Ilhéus e o Localdata Web. A organização é da MVU Promoções e Eventos.

setembro 2017
D S T Q Q S S
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia