WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




:: ‘Eleições’

PT coloca aliados históricos PSB e PC do B em segundo plano na Bahia

Por Jamesson Araújo

Partidos históricos e que sempre respaldaram a luta petista, a exemplo da defesa da ex-presidente Dilma, hoje na Bahia, estão em segundo plano politico. Depois de organizar a chapa majoritária com o PP, PSD, só sobrou para os eternos aliados as suplências das candidaturas ao Senado.

O Governador Rui Costa queria anunciar ontem durante a confraternização de São João, mas o PC do B boicotou o evento, e mostrou publicamente seu descontentamento com as migalhas que lhes deram. Sem voto, um dos caciques do PC do B baiano, deputado federal Davidson Magalhães não quer a suplência de Ângelo Coronel ( PSD) ao Senado, e sim a de Jacques Wagner, pois acha que a vitória é certa.

O deputado federal Bebeto Galvão (PSB) é especulado na suplência de Wagner ao Senado. Resumindo, o PSB e PC do B se apequenaram e fazem a leitura que a eleição de Angelo Coronel ao Senado é o ponto fraco da chapa majoritária de Rui.

A leitura política é que os aliados subjugados sabem que uma vaga ao Senado está mais para a oposição, que seria um vexame para o governador e o PSD.

O clima de instabilidade devido a essa celeuma ao Senado, vem gerando críticas e desconforto a base aliada ao favoritíssimo de Rui Costa.

ACM Neto se reúne hoje com Ciro Gomes

Ciro Gomes quer o apoio do DEM.

Presidente nacional do Democratas, ACM Neto vai se reunir hoje (19) com o presidenciável Ciro Gomes, mas o partido tem perdido o interesse de apoiar o pré-candidato do PDT, segundo a Coluna do Estadão.

De acordo com a publicação, parte dos democratas não gostou do fato de Ciro comparar o vereador de São Paulo, Fernando Holiday (DEM), a um “capitãozinho do mato”. Diante disto, a cúpula do partido já fala em abrir conversas com o pré-candidato do Podemos, Álvaro Dias.

A avaliação de líderes do Centro é de que Álvaro Dias tem chance de crescer entre o eleitorado caso os cinco partidos do Centro se unam em torno dele. Isto porque as legendas aumentariam o tempo de exposição dele na TV.

Rui Costa adia anúncio da chapa a pedido de aliados

Governador Rui Costa

Depois que o PCdoB resolveu boicotar a festa de confraternização de São João do governador Rui Costa (PT) no Palácio de Ondina, ele decidiu suspender o anúncio da chapa majoritária como estava previsto para esta segunda-feira (19). No entanto, o chefe do Palácio de Ondina prometeu divulgar a chapa ainda esta semana. “Nós já temos a composição da chapa, mas alguns partidos – que não necessariamente estão pleiteando lugar na chapa – pediram para conversar comigo antes do anúncio. Em respeito a eles, hoje vou conversar com eles, alinhar o encaminhamento e ouvir o que eles têm a dizer”, alegou, em entrevista à imprensa, durante o lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar 2018/2019, que tem um conjunto de ações voltadas para o fortalecimento dos produtores ainda que adotou “critérios da política” para definir a composição governista. Aliados do petista baiano garantem que a chapa será formada por Rui e o vice-governador João Leão (PP), como candidatos à reeleição, além do ex-governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), e do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Angelo Coronel (PSD), como postulantes ao Senado.

*Com Informações do Política Livre.

Vaga de suplência ao Senado para Lídice não foi bem recebida pelo PSB, diz Wagner

Jacques Wagner.

O ex-governador Jaques Wagner (PT) disse nesta segunda-feira (18) que o PSB não recebeu bem a proposta feita à senadora Lídice da Mata de pleitear a suplência ao Senado na chapa majoritária do governador Rui Costa (PT). “Esse oferecimento foi feito para ela, A informação que eu tenho, foi de que no partido isso não foi bem recebido, mas essa oferta foi dita a todos os parceiros, que essa hipótese era prioritária”, disse Wagner.

*Informações  do Política Livre.

Governador Rui Costa deverá definir chapa majoritária ainda hoje

Coronel ao lado Rui Costa, durante evento em Itabuna nesta segunda-feira (18).

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, Angelo Coronel, participou hoje (18.06), ao lado do governador Rui Costa, em Itabuna, da assinatura da ordem de serviço para construção da policlínica regional, que deverá atender a 31 municípios do Sul do estado. Sobre a possibilidade de concorrer a uma das duas vagas ao Senado, Coronel diz que o anúncio está na iminência de ocorrer. “O governador Rui Costa, que é o grande comandante do processo, está conversando com todos os líderes da coalizão governista. O PSD, o meu partido, indicou o meu nome para concorrer ao Senado, respaldado por quase 90 prefeitos, nove deputados estaduais, cinco deputados federais e um senador. O suspense está chegando ao fim: a definição deve ocorrer hoje e o anúncio oficial da chapa completa será feito logo”, confirmou Angelo Coronel.

O presidente da ALBA garante que está preparado e pronto – caso a indicação de sua pré-candidatura ao Senado seja confirmada – para um novo desafio em sua carreira política. “Carrego a experiência de já ter exercido mandatos tanto no Executivo quanto no Legislativo. A principal bandeira de nossa atuação no Senado – se o povo baiano me conceder a honra de representá-lo – será a rediscussão do pacto federativo. Na repartição atual, os municípios ficam com toda a responsabilidade de atender ao cidadão, mas não têm os recursos. Ou seja: ficam com o ônus, mas sem o bônus. Outras duas questões fundamentais que irei debater, e me aplicar para encontrar soluções, serão os gargalos na saúde e na segurança”, diz Coronel.

PPS decide apoiar candidatura de Zé Ronaldo ao governo da Bahia

Zé Ronaldo recebeu o apoio do PSDB e agora do PPS.

O PPS confirmou, na manhã de ontem, o apoio à pré-candidatura de José Ronaldo (DEM) ao governo da Bahia. O anúncio foi feito durante o Congresso Estadual da legenda, realizado no auditório do Salvador Shopping Business, no Caminho das Árvores. Presidente do PPS na Bahia, o vereador Joceval Rodrigues ressaltou que a pré-candidatura do democrata é a oportunidade de a Bahia ter um novo projeto. Ao agradecer o apoio, José Ronaldo afirmou que, até lideranças ligadas ao governador Rui Costa (PT), que é candidato à reeleição, tem manifestado o desejo de ficar de seu lado.

“Temos recebido manifestações de apoio de diversos partidos, inclusive, de lideranças de partidos ligados à situação, inconformadas com a forma como o governo do PT conduz o estado. Em todos os municípios que visitamos recebemos inúmeras manifestações de pessoas insatisfeitas com as seguidas promessas que nunca saem do papel e com os problemas relacionados à segurança. Não podemos continuar liderando os índices de violência do país. A educação foi abandonada e as pessoas morrem na fila da regulação. A Bahia quer mudança, quer voltar a se desenvolver”, afirmou o democrata no evento. :: LEIA MAIS »

Fachin pede para 2ª Turma julgar pedido de liberdade de Lula no dia 26

O ex-presidente Lula

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu para ser incluído na pauta do dia 26 o julgamento do pedido de liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O julgamento será na Segunda Turma, integrada por cinco ministros. Caberá ao presidente do colegiado, Ricardo Lewandowski, marcar uma data para o recurso ser analisado. No recurso, a defesa do petista pede o efeito suspensivo da condenação do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) até que o STF julgue seu recurso.

*Informações do Jornal O Globo.

MDB anuncia pré-candidatura do médico ilheense Jorge Viana ao senado

Ex-deputado federal e médico Jorge Viana é pré-candidato ao senado pelo MDB.

O Pré-candidato ao governo do estado, o ex-ministro João Santana (MDB) anunciou o primeiro pré-candidato ao Senado em sua chapa: o ex-deputado federal nos anos 80 Jorge Viana, que terá como suplente Roberto Carlos de Souza, conhecido como Robertão.

Jorge Viana é filiado histórico do MDB, figura ativa na política ilheense e proprietário do Hospital de Ilhéus.

Em entrevista ao Bocão News, na manhã desta terça-feira (12), Santana afirmou que o segundo pré-candidato para a Câmara Alta e o pré-candidato a vice ainda estão em discussão com quatro outros partidos.

“Por uma questão partidária, apresentamos os nomes deles. Ainda não temos uma necessidade premente de dizer os outros nomes porque estamos preocupados em levar ao povo os princípios da nossa campanha”, declarou, fazendo mistério sobre as siglas com as quais tem conversado. “Tancredo dizia que não existe segredo de dois”.

*Informações do Bocão News.

Pré-candidato a deputado estadual, Cacá vai priorizar campanha em Ilhéus e cidades Circunvizinhas

Cacá está empolgado com a candidatura a deputado estadual.

No último sábado, 09, filiados e correligionários do Partido Progressista participaram de um encontro municipal na Câmara de Vereadores de Ilhéus. O evento contou com a presença do secretário geral do PP baiano, Jabes Ribeiro, dos vereadores Aldemir Almeida, Luiz Carlos Escuta e Tarcísio Paixão, além de inúmeras lideranças regionais. Durante o encontro ficou definido a pré-candidatura de Cacá Colchões a deputado estadual.

Segundo o ex-prefeito Jabes Ribeiro, em entrevista ao Programa O Tabuleiro nesta segunda -feira (11), o nome de Cacá já se destaca nas pesquisas de consumo interno do partido.

Em bate papo com a redação do Blog Agravo, Cacá se mostrou entusiasmado com a nova empreitada política e espera capitanear a lacuna deixada por outros políticos, devido a rejeição ou mudança para candidatura a deputado federal.

Cacá salientou que a campanha vai priorizar Ilhéus e Itabuna, além das cidades circunvizinhas, menos Una e Canavieiras, por conta de um acordo feito com o deputado estadual e aliado,  Eduardo Sales (PP).

“Podemos ampliar ainda mais nosso campo na campanha dependendo da dobradinha com o deputado federal, que ainda estamos conversando”, disse Cacá.

Rui tem apoio de 64,5% dos prefeitos para reeleição

Rui tem apoio da maioria dos prefeitos.

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), tentará a reeleição em outubro com pelo menos 269 prefeitos ao seu lado – o que significa ter 64,5% dos palanques municipais ao seu dispor. Esse número, porém, pode ser ainda maior entre as 417 cidades baianas, já que a migração de prefeitos anteriormente oposicionistas para a base do governo só cresce após o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), ter desistido se candidatar ao Palácio de Ondina.O número de defecções é difícil de ser calculado, em razão da informalidade das migrações, muitas delas, ainda não oficializadas.

Mas o senador Otto Alencar, cacique do PSD na Bahia, afirma que somente a legenda dele contabiliza mais seis prefeitos após a desistência do líder do DEM. A expectativa, avalia um interlocutor do PSD, é que o número de municípios administrados pela sigla, que elegeu 81 prefeitos nas eleições de 2016, chegue a 100 em pouco tempo – consolidando-se como a maior força partidária da base aliada governista.

Até prefeitos do DEM, partido que encabeçará a chapa oposicionista, já estão migrando para a base do governo, segundo apurou o Estado.Atualmente, os partidos que compõem o grupo de oposição ao governo Rui Costa – DEM, PSDB, MDB, PRB, PPS, PTB, PSC, PV, PTC, PHS, Solidariedade e Avante – conta oficialmente com 34,8% dos palanques municipais (o que corresponde a 145 prefeitos). Esse número, no entanto, cai para 97 se for considerado que o MDB, partido que comanda 48 prefeituras baianas, lançou pré-candidatura própria ao governo, do ex-ministro da Integração Nacional João Santana.

O MDB ainda negocia para atrair para seu lado alguns partidos que atualmente estão alinhados ao pré-candidato do DEM ao governo, José Ronaldo, ex-prefeito de Feira de Santana e principal postulante da oposição ao Palácio de Ondina.A Rede, que se apresenta como independente na disputa ao governo e tem a ex-vice-prefeita Célia Sacramento como pré-candidata, administra três municípios no estado – o que corresponde a 0,7% do total de cidades da Bahia.

*Informações da Tribuna da Bahia

Na pesquisa espontânea, Bolsonaro ultrapassa Lula pela primeira vez

Jair Bolsonaro (PSL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil – Daniel Pinheiro/Agência Brasil).

O nome do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) ultrapassou pela primeira vez o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na pesquisa espontânea do instituto Datafolha, divulgada neste domingo.

Neste tipo de levantamento, em que os entrevistados indicam suas intenções de voto sem ver nenhuma lista de candidatos, Bolsonaro tem 12% enquanto Lula soma 10%.

Na pesquisa anterior, feita entre 11 e 13 de abril, logo após a prisão de Lula, o petista alcançava 13% das respostas espontâneas — Bolsonaro tinha 11%. Essa diferença já foi de nove pontos percentuais em setembro de 2017, quando o petista tinha 18% e o deputado, 9%.

A maioria, entretanto, é de indecisos (46%); em branco, nulo ou nenhum somam 23% das respostas. A margem de erro é de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Condenado em segunda instância na Operação Lava Jato, Lula está tecnicamente impedido de disputar a eleição, segundo o atual entendimento da Lei da Ficha Limpa.

Pesquisa estimulada

Nos cenários estimulados, a ex-senadora Marina Silva (Rede) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) disputariam uma vaga para enfrentar Bolsonaro no segundo turno.

Tanto Marina Silva quanto Ciro Gomes ganhariam de Bolsonaro em um eventual segundo turno. Entre os dois nomes da esquerda, no entanto, apenas Marina tem vantagem superior à margem de erro, de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Por não concordar com os resultados, Bolsonaro fez um vídeo criticando a pesquisa.

*Informações da Revista Veja.

Partidos ainda não decidiram como distribuirão fundo eleitoral

Nas primeiras eleições majoritárias e proporcionais após a proibição do financiamento empresarial de campanhas, os partidos políticos ainda não definiram de que forma vão dividir os recursos do fundo eleitoral entre os seus candidatos. Criado no ano passado para regulamentar o repasse de recursos públicos entre as legendas, o Fundo Especial de Financiamento de Campanha deve ficar em R$ 1,716 bilhão este ano de dinheiro público.

A maior parte é dividida proporcionalmente entre os partidos, levando em conta o número de representantes no Congresso Nacional. Ou seja, as siglas que elegeram o maior número de parlamentares em 2014 – MDB, PT e PSDB – terão direito à maior fatia do bolo. Já o menor percentual, de 0,57%, será destinado aos partidos menores, chamados de nanicos, que ficarão com R$ 980 mil cada.

Martelo batido: Cacá Colchões será candidato a deputado

Cacá fará anúncio de sua candidatura neste sábado (09).

O ex-vice prefeito de Ilhéus, Carlos Machado, conhecido popularmente como Cacá Colchões vai sair candidato a deputado, mais ainda não se sabe; se federal ou estadual.

Uma reunião cúpula do PP- Partido Progressista nesta sexta-feira (08) deve direcionar o caminho menos árduo para Cacá.

O anúncio da candidatura a federal ou estadual será feito neste sábado (09) na Câmara de Vereadores de Ilhéus, local que vai receber a reunião da executiva e diretório do PP, às 10 horas da manhã.

O evento contará com vereadores do partido e do ex- prefeito e secretário estadual do PP, Jabes Ribeiro.
A candidatura de Cacá mexe com o tabuleiro político e dependendo do caminho, polemiza com o deputado federal Bebeto Galvão( PSB) ou deputada estadual Ângela Sousa (PSD).

Manuela D’Ávila cumpre agenda em Itabuna no próximo sábado (9)

A pré-candidata à presidência da República, pelo PCdoB, Manuela D’Ávila cumpre agenda em Itabuna no próximo sábado (9). A deputada estadual gaúcha terá um encontro – aberto ao público – com lideranças, militantes e representantes de diversos setores no Instituto de Cultura Espírita de Itabuna (ICEI), às 9h30min.

Na pauta do evento terá o debate “Em Defesa da Democracia, Emprego e Desenvolvimento”, na ocasião, D’Ávila apresentará propostas para o Brasil. A vinda de Manuela em terra grapiúna mobiliza as redes sociais com #Manu em Itabuna. Já confirmaram presença prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, o presidente estadual do PCdoB, Davidson Magalhães, o presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza e os deputados federais Alice Portugal e Daniel Almeida.

Lula avalia que, se Wagner for eleito presidente, pode livrá-lo da prisão

Ex-Ministro e ex-governador da Bahia, Jaques Wagner.

A decisão do STF de acabar com a prerrogativa de foro para congressistas ampliou as opções de “plano B” no PT caso o ex-presidente Lula seja impedido de disputar a eleição. De acordo com a Coluna do Estadão, alvo da Lava Jato, a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, entrou na lista de cotados. Ela tem sinalizado que irá disputar vaga de deputada federal, mas, sem a garantia de que manterá seus casos no Supremo, pode acabar assumindo a vaga de candidata ao Planalto. Jaques Wagner, também investigado, planeja disputar o Senado e diz que não aceitará outra missão. Gleisi e Wagner seriam os únicos que, na avaliação de Lula, teriam coragem de assinar o indulto para livrá-lo da prisão e de rever a lei da delação premiada. Fernando Haddad não cumpriria tarefas como essas. Jaques Wagner nega que tenha mudado seus planos por causa do fim do foro privilegiado. “Sou candidato ao Senado e já estou em campanha”, disse ele. Gleisi não retornou.

Informações do Estadão.

TSE não conhece de consulta sobre candidatura a presidente da República de réu que responde a ação penal

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não conheceu de consulta formulada pelo deputado federal Marcos Rogério (DEM–RO) que questionava se era possível a um réu de ação penal em trâmite na Justiça Federal se candidatar a presidente da República. A decisão foi tomada por unanimidade, na sessão administrativa desta terça-feira (29).

Segundo o disposto no inciso XII do art. 23 da Lei nº 4.737/1965 (Código Eleitoral), cabe privativamente ao TSE responder às consultas eleitorais feitas em tese por autoridade com jurisdição federal ou por órgão nacional de partido político.

Na consulta que foi objeto de análise da Corte, o parlamentar fez os seguintes questionamentos:

“Pode um réu em ação penal na Justiça Federal candidatar-se à Presidência da República?

Em caso de resposta positiva à pergunta anterior, caso eleito e perdurando a condição de réu, ele poderá assumir o mandato de presidente da República?

Em caso de resposta positiva às indagações anteriores, pode um réu em ação penal na Justiça Federal, em razão de denúncia de supostos crimes cometidos no exercício da Presidência da República, em mandato anterior, candidatar-se à Presidência da República?

Em caso de resposta positiva à pergunta anterior, caso eleito e perdurando a condição de réu, ele poderá assumir o mandato de presidente da República?”

Ao votar pelo não conhecimento da consulta, o relator, ministro Napoleão Nunes Maia Filho, afirmou que ela não observou o requisito legal indispensável da abstratividade.“Contém elementos manifestamente capazes de induzir sua eventual resposta à aplicação a caso concreto”, disse. “Aponta circunstâncias singulares e individualizantes de condição, estado ou situação, passíveis de serem específicas de pessoa determinada ou facilmente determinável”.

Maia acrescentou que a impossibilidade de conhecimento da consulta decorre da conclusão de que o pronunciamento do TSE a seu respeito poderia resultar em “manifestação implicante de incidência sobre caso concreto, antecipando indevidamente o seu entendimento judicial sobre matéria específica a ser debatida, se for o caso, apenas na apreciação de eventual pedido de registro de candidatura”.

Segundo ele, a rigorosa exigência prevista em lei de formulação de questão eleitoral somente em tese, de maneira abstrata, concretiza a preocupação jurídica de evitar pronunciamentos que, “sem a devida observância do indispensável contraditório e ampla defesa, pilares de ferro do justo processo jurídico, aponta soluções de casos concretos que poderão, no futuro, bater às portas desta Justiça Eleitoral”.

Finalmente, o relator lembrou que, embora não tenham caráter vinculante, respostas a consultas eleitorais veiculam orientações valiosas a partidos, candidatos e órgãos que compõem o Judiciário Eleitoral.



junho 2018
D S T Q Q S S
« maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Aguarde as próximas enquetes...


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia