Da esquerda para direita- Luca Lima, radialista Tony, Alemão e Cacá Colchões.

Na manhã desta sexta-feira, 14, o candidato a deputado Estadual, Cacá Colchões, participou do debate promovido pela Rádio Santa Cruz, com o radialista Tony Martiolli, onde foram convidados todos os candidatos a deputado estadual que possuem domicílio eleitoral na cidade de Ilhéus. Durante o debate, Cacá destacou sua trajetória e falou do amor que tem por Ilhéus, além de apresentar propostas para melhorias da região. Também compareceram os candidatos Luca Lima e Alemão.

Na área da Saúde, Cacá Colchões lembrou da luta para trazer o Hospital Regional Costa de Cacau, uma grande conquista para toda a região, no período em que era vice-prefeito de Ilhéus. Porém, lamentou a falta de compromisso e atitude dos atuais gestores municipais, os quais permitiram que o Hospital Regional Luiz Viana Filho fosse fechado. O candidato reafirmou que a luta pela reabertura da Instituição é uma de suas pautas prioritárias, junto ao governador Rui Costa.

O candidato também destacou que uma de suas lutas na Assembleia Legislativa será pela implantação das Cotas Regionais nas Universidades da região. O projeto prevê o bônus de 20% sobre a nota do ENEM, para candidatos que cursaram o ensino médio em escolas com até 150km de distância das Instituições, sendo escola pública ou privada. Além de valorizar o estudante da região, o projeto busca também reduzir o índice de evasão dos cursos, já que a maioria dos estudantes não conseguem se manter em outra cidade devido ao alto custo com habitação, transporte, alimentação e material estudantil.

Ilheense, comerciante e gerador de empregos na cidade de Ilhéus e Itabuna, Cacá Colchões falou do seu comprometimento com essa área. “Uma de minhas lutas será pela instalação de um Call Center em Ilhéus”. Segundo Cacá, a instalação de um Call Center, na antiga Fábrica de Cacau, localizada no Terminal Urbano, gerará cerca de 4.500 empregos diretos e indiretos, o que movimentará a economia do município e beneficiará 4500 famílias.

Cacá lembrou que, enquanto vice-prefeito, realizou o decreto para a desapropriação da Fazenda Primavera, na Ilhéus-Itabuna, para construção de um Parque Industrial Municipal, onde seriam implantadas mais de 300 fábricas em nosso município. Porém, a atual gestão municipal anulou o decreto. “Sei das dificuldades dos municípios baianos e sei que toda família possui um desempregado. Por isso, defendo a geração de emprego para a nossa região”, concluiu.