WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
prefeitura de ilheus faculdade de ilheus




:: 2/jun/2018 . 14:49

Suspeito de estuprar bebê de 4 meses é morto dentro de presídio no sul da Bahia

Rairone Moura dos Santos, de 47 anos (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz).

Um homem que estava preso pelo estupro de uma menina – um bebê de quatro meses – na região de Santa Maria Eterna, município de Belmonte, sul da Bahia, foi encontrado morto no presídio de Eunápolis, na noite de sexta-feira (1º).

Rairone Moura dos Santos, de 47 anos, estava preso desde o dia 23 de fevereiro. A autoria do crime contra ele ainda é desconhecida, e os 17 detentos que estavam com Rairone na cela vão ser interrogados pela polícia.

Na época do crime, o bebê ficou internado por vários dias no hospital, mas já teve alta.

Segundo a polícia, Rairone foi encontrado morto após voltar do banho de sol, que acontece normalmente no fim da tarde. Os próprios presos que estavam com ele numa cela especial, para aqueles que respondem por crimes sexuais, chamaram o atendimento médico. Ao ser retirado da cela, ele já estava morto , com escoriações e hematomas pelo corpo. :: LEIA MAIS »

XI Feira Agrícola acontece no próximo dia 16

A XI Feira Agrícola, promovida pela Escola Municipal Nossa senhora das Neves acontecerá no próximo dia 16, a partir das 17h na Rodovia Ilhéus-Uruçuca km 10, na sede da escola. O evento contará com várias atividades como, bingo junino, barracas de comidas típicas e venda de produtos da terra, além de apresentações artísticas e forró.

Petrobras aumenta preço da gasolina em 2,25% nas refinarias

A Petrobras aumentou hoje (2) em 2,25% o preço da gasolina em suas refinarias. De ontem para hoje, o litro do combustível ficou 4 centavos mais caro, ao passar de R$ 1,9671 para R$ 2,0113, de acordo com a estatal.

Em um mês, o combustível acumula alta de preço de 11,29%, ou seja, de 20 centavos por litro, já que em 1º de maio, o combustível era negociado nas refinarias a R$ 1,8072.

O preço do diesel, que recuou 30 centavos desde o dia 23 de maio, no ápice da greve dos caminhoneiros, será mantido em R$ 2,0316 por 60 dias.

MPF ajuizou 329 ações na Bahia no último ano

No dia 2 de junho de 2018, a Lei de Improbidade Administrativa (Lei nº 8.429/92) completa 26 anos desde a sua homologação e 25 anos de vigência. A partir das condutas e penas previstas nesta Lei, o Ministério Público Federal (MPF) ajuizou no último ano – de 1º de junho de 2017 a 31 de maio de 2018 – 329 ações civis de improbidade administrativa no Estado da Bahia. No mesmo período, a pedido do órgão, a Justiça Federal expediu 51 sentenças condenatórias no curso dessas ações.

Dentre os acionados estão agentes ou ex-agentes públicos (incluindo prefeitos ou ex-prefeitos baianos), empresas e particulares que praticaram atos contra a administração que causaram enriquecimento ilícito, prejuízo aos cofres públicos ou atentaram contra os princípios da administração pública.

Os recursos públicos objeto das ações incluem verbas de diversos fundos, programas e instituições federais, como: o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), o Sistema Único de Saúde (SUS), oPrograma de Aceleração de Crescimento (PAC), o Programa da Atenção Básica (PAB), o Programa de Saúde da Família (PSF), o Centro de Apoio Psicossocial (CAP), a Caixa Econômica Federal e o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

Bloqueio de bens – Nos casos em que há enriquecimento ilícito ou prejuízo aos cofres públicos, o MPF requer a indisponibilidade de bens dos acionados para resguardar a devolução dos valores à Administração Pública.

Líder marca protesto com 50 mil caminhoneiros em Brasília, mas apenas 4 comparecem

Apenas 4 caminhões comparecem ao protesto até agora, que estima 50 mil veículos no domingo Foto: Dida Sampaio/Estadão.

Caminhoneiros têm chamado colegas para um novo protesto a poucos quilômetros do Palácio do Planalto. Wallace Landim, conhecido como “Chorão”, é o líder e promete parar o Brasil caso o governo não o receba para debater uma pauta ampla e genérica: menos impostos e combustíveis mais baratos. “Como o governo vai fazer isso? Não sei”. Nas redes sociais, mensagens sugerem que já há dezenas de caminhões à espera do ato marcado para o domingo. Não é bem assim. Na sexta-feira à noite, só quatro veículos estavam lá e a pauta era ainda mais, digamos, dispersa.

A ressaca gerada pela paralisação dos caminhoneiros nem acabou e uma parte dos motoristas tenta retomar a paralisação. “Desengate seu cavalinho e vamos para Brasília!”, conclama Chorão em um vídeo que circulou freneticamente pelas redes sociais nas últimas horas. A ideia é reunir caminhoneiros em frente ao estádio Mané Garrincha no domingo.

A Polícia Rodoviária Federal diz que não foi identificado movimento atípico de caminhões rumo a Brasília. No Palácio do Planalto, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse que órgãos de inteligência estão monitorando o tema.

Toda essa mobilização tem sido liderada por um nome que pode ser considerado dissidente da dissidência. “Chorão” era um coordenador informal de um dos bloqueios em Catalão (GO). Quando protestos ganharam os telejornais, foi até Brasília e se aproximou das entidades de caminhoneiros reconhecidas pelo governo. Foi assim que participou da primeira reunião do setor com o governo na Casa Civil. Mas, sem representar uma entidade, foi excluído dos encontros seguintes e disparou contra os que negociavam: “são uns vendidos”.

Se uniu, então, a outros insatisfeitos, inclusive nomes que não são das estradas. Assim, políticos e advogados passaram a acompanhar Chorão nos vídeos que circulam no WhatsApp. O acordo final no domingo passado gerou um novo racha e, após acusações mútuas, o caminhoneiro passou a caminhar sozinho. Agora, diz que 50 mil caminhões o acompanharão até Brasília. Por enquanto, só os quatro chegaram. Faltam, portanto, outros 49.996.

*Informações do Jornal Estadão.



junho 2018
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Aguarde as próximas enquetes...


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia