Bolsonaro. Crédito da Foto: Minervino Junior/CB/D.A Press.

A decisão de não ir ao debate dos presidenciáveis no Fórum da Liberdade se inscreve na estratégia de Jair Bolsonaro para a pré-campanha: evitar confronto direto com adversários e ambientes em que possa ser questionado, aproveitando a dianteira que as pesquisas lhe dão.

 Bolsonaro vai optar por falar aos eleitores e simpatizantes diretamente, por meio de sua azeitada estrutura em redes sociais. E para eventos públicos privilegiará as plateias que lhe são favoráveis, como há duas semanas, em Curitiba. A decisão de evitar debates lembra a tática de Fernando Collor, em 1989. ( BR 18)