WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

:: 5/ago/2017 . 22:34

Polícia apreende mais de 300 KG de droga no sul da Bahia

Foto divulgação PM.

Neste sábado (05) uma operação conjunta entre a Polícia Federal, Polícia Militar (61 CIPM e CIPE Cacaueira ) e uma força tarefa da SSP apreendeu uma grande quantidade de drogas ( Maconha e Pasta de Cocaína ) no sul da Bahia.

A polícia interceptou um veículo de placa policial JHL 4211 com dois indivíduos a bordo, no trecho de Ubatã, conduzindo 60 kg de maconha. Em ato continuo foi abordado outro veículo, dessa vez um Fiat Pálio placa policial 5914, conduzindo pelo indivíduo Joacre Porciano dos Santos, onde foram encontrados mais 20 kg de maconha.

Com base nas informações dos presos, as guarnições chegaram até a fazenda de propriedade de um indivíduo vulgo “pio” onde foram encontrados 3 Kg de pasta de cocaína, além de uma quantidade de maisena e bicarbonato de sódio, utilizado na preparação da droga.

Já em outra fazenda, agora na região de Cachoeira Bonita foram encontrados 22 kg de maconha, além de balança digital e uma prensa hidráulica utilizada na produção da droga.

Todo material apreendido, bem como os presos na operação foram apresentados da delegacia Territorial de Ilhéus.

Itabuna: Desmontado esquema fraudulento de R$ 200 milhões

Fotos da SSP/ Ba

Os departamentos de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) e de Polícia do Interior (Depin), da Polícia Civil, desarticularam, na quinta-feira (3), um esquema fraudulento que lesou milhares de pessoas e rendeu mais de R$ 200 milhões aos criminosos. Uma operação foi deflagrada para cumprir 10 de mandados de busca e apreensão, em Itabuna, na região sul do estado.

O delegado Delmar Bittencourt, do DCCP, informou que uma das ações ocorreu na sede da empresa D9 Clube, na Avenida Ruffo Galvão, no centro de Itabuna, e lá foram apreendidos veículos, uma moto aquática, uma motocicleta Harley-Davidson, um servidor de internet e até um drone.

Iniciada na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), de Itabuna, pelo delegado Humberto Matos, a investigação revelou que a quadrilha aplicava um golpe classificado como de cooptação progressiva de pessoas, a famosa “pirâmide financeira”. Os investigados, para tanto, utilizavam a empresa de fachada D9 Clube para comercializar o serviço de treinamento de pessoas em apostas esportivas.

Para atrair as vítimas, a D9 Clube informava em seu site oficial www.d9clube.com e em redes sociais abertas que o percentual de lucro obtido com as realizações das apostas de seus clientes seria de 33 por cento sobre o valor investido, com pagamento semanal durante um ano, e ao final, ainda o valor principal investido de volta.

“É quase impossível se obter 100 por cento de acertos em apostas de jogos de qualquer natureza e durante longo período. Contraria a lei natural do mercado de capital”, salientou o delegado Delmar Bittencourt, acrescentando que os valores arrecadados pelos estelionatários eram depositados nas contas dos investigados e, em seguida, o dinheiro era pulverizado em contas de terceiros e em gasto na compra de bens para dificultar a identificação.

Os integrantes da quadrilha vão responder pelos crimes de estelionato, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e pichardismo, exploração fraudulenta de credulidade pública e que se diferencia do estelionato porque o número de pessoas é indeterminado.

As investigações que levaram a desarticulação da fraude, contaram com o apoio de equipes coordenadas pelos delegados André Aragão, da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna), Katiana Amorim, da DT/Itabuna, e Oscar Neto, do Laboratório de Lavagem de Dinheiro (Lab), da Secretaria da Segurança Pública.

Fonte: Ascom/PC

Brasil é o terceiro no ranking mundial de produção de cerveja

Imagem ilustrativa.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil), o País tem cerca de 117 mil hectares plantados com cereais destinados à produção da bebida.

O setor gera cerca de 2,2 milhões de empregos e sua receita corresponde a 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, contribuindo com R$ 23 bilhões de impostos ao ano.

Terceiro maior produtor mundial de cervejas, o Brasil fabricou 14,1 bilhões de litros de cerveja em 2016, ficando atrás apenas da China e dos EUA.

Segundo o auditor fiscal e mestre cervejeiro Carlos Müller, atualmente estão registradas, no Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Mapa) 610 cervejarias, que fabricam 7.540 produtos, divididos entre cervejas e chopes.

Esse número cresceu cerca de seis vezes desde 2007, impulsionado, principalmente, pela abertura de empresas de pequeno porte, microcervejarias e brewpubs (bares que produzem sua própria cerveja).

Segundo Müller, cabe ao ministério a fiscalização e a padronização da produção nacional de cervejas. O Ministério da Agricultura estabelece os padrões de identidade e qualidade, as condições higiênico-sanitárias e tecnológicas das cervejas brasileiras. “O Brasil tem mantido sua vocação de cervejeiro, mesmo em tempos de crise”, diz auditor.

Interessados em registrar seus estabelecimentos cervejeiros devem procurar as superintendências federais de Agricultura nos seus estados e no Distrito Federal para formalizar sua situação.

Nota de Pesar

É com profundo pesar que recebi a notícia do falecimento de Roberto Scarpita, pai do comunicador Robertinho Scarpita, apresentador do Programa Tropa de Elite da Rádio Bahiana de Ilhéus.

Presto toda minha solidariedade ao grande amigo Robertinho e toda sua família.

Bebeto – Deputado Federal

mega turbonet

agosto 2017
D S T Q Q S S
« jul   set »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
Aguarde as próximas enquetes...


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia