WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
prefeitura de ilheus faculdade de ilheus




:: 29/jul/2017 . 16:42

APPI destaca importância de conquistas da campanha salarial da Rede Municipal em Ilhéus

Rodadas de negociações junto ao governo.

Como resultado da força da representação sindical e da mobilização da categoria pela APPI/APLB, os trabalhadores da Educação Municipal, em Ilhéus, tiveram conquistas importantes em sua pauta de Campanha Salarial.  As diversas rodadas de negociações junto ao governo discutiram questões como reajuste salarial, mudança de padrão, condições de trabalho, ticket alimentação, saúde do trabalhador, mudança de referência e número de alunos por sala. Abaixo os resultados da ação sindical:

  • Em vigor desde abril deste ano, foi alcançado um reajuste de 7.68% para professores nos padrões B e C, segundo o piso nacional.
  • Trabalhadores não docentes tiveram correção de até 39% na tabela salarial, a partir de abril, com percentuais variáveis entre os níveis e referências, de acordo com a Lei 3549.
  • O valor do ticket alimentação saiu de R$ 131,00 para R$ 360,00, um aumento médio de 180%.
  • Também foi fechado acordo para que o executivo faça o envio à Câmara do Projeto de Lei para eleição direta para diretores escolares.
  • O texto base – fechado por uma comissão formada com esta finalidade – será enviado à Procuradoria Geral do Município para análise e, depois, segue para a Câmara. A previsão é de que as eleições ocorram em novembro de 2017.

Ao todo, o sindicato apresentou e discutiu uma proposta que inclui 42 itens. A negociação prossegue com a busca pelo fechamento de cláusulas de melhoria das condições de trabalho, valorização de professores, número de alunos por sala de aula, saúde do trabalhador, segurança do trabalho, entre outros itens.

Prefeitos aprovaram criação de Consórcio de Saúde e investimentos em infraestrutura

Governador Rui Costa, prefeitos, secretários e Estado e deputados estaduais. Foto de Aline Meira.

Em uma audiência com o governador do Estado, Rui Costa nesta sexta-feira, 28, em Itabuna, os prefeitos de 22 municípios do Território litoral Sul se comprometeram em aprovar a lei na Câmara Municipal de Vereadores para a criação de um Consórcio Público de Saúde na região. Além disso, foi tratada a formação de um consórcio na área de infraestrutura para contemplar equipamentos e serviços de manutenção e construção de estradas.

Segundo o governador, a partir da aprovação nas Câmaras Municipais de Vereadores, da proposta de criação do consórcio, o próximo passo será a construção de uma policlínica regional de saúde para contemplar os serviço de cirurgias eletivas e exames de alta complexidade.

Já na área de infraestrutura, os prefeitos estarão se organizando em um consórcio já existente, a exemplo dos Consórcios Litoral Sul e Mata Atlântica para receberem equipamentos do Governo do Estado e iniciar a manutenção das estradas estaduais, além da construção e a manutenção das estradas vicinais.

“Os prefeitos já saíram imbuídos de aprovar em suas câmaras, a lei autorizando a formar o consórcio de saúde, e também agilizar o consórcio de infraestrutura, onde o Estado da Bahia vai adquirir equipamentos para transferir aos consórcios e começar a fazer a manutenção das estradas estaduais”, declarou Rui Costa.

Para o prefeito de Itacaré e presidente da Amurc, Antônio de Anízio, o governador está trazendo um instrumento que vai facilitar a vida de todos os municípios com relação as cirurgias eletivas e os exames de alta complexidade que a região tanto precisa.

Em relação a área de infraestrutura, o gestor, que também preside o Consórcio Litoral Sul declarou que está prestes “a assinar o convênio de aquisição de máquinas, de melhoramento das estradas estaduais pavimentadas e não pavimentadas, contando com o apoio das usinas de asfalto de Itabuna e Ilhéus”.

Além dos prefeitos, participaram do encontro no hotel Tarik Fontes, deputados estaduais e os secretários estaduais da Saúde, Fábio Vilas-Boas, de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, e de Relações Institucionais, Josias Gomes.


Saída da crise deve vir da eleição de 2018, diz comandante do Exército

Comandante-geral do Exército, general Eduardo Villas Bôas.

Em entrevista a Folha de São Paulo, o comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, afirma que a saída para a crise do país “está nas mãos dos cidadãos brasileiros”, que poderão, “nas eleições de 2018, sinalizar o rumo a ser seguido”.

Voz moderada em meio à cacofonia histérica de extremos ideológicos que marca a crise, na qual volta e meia grupelhos clamam por intervenção militar, Villas Bôas diz que “o Brasil e suas instituições evoluíram e desenvolveram um sistema de pesos e contrapesos que dispensa a tutela por parte das Forças Armadas” e reitera que a Constituição deve prevalecer: “Todos devem tê-la como farol a ser seguido”.

Questionado sobre a candidatura de Bolsonaro à presidência, o general Eduardo Villas Boas foi enfático: ” Todo cidadão tem o direito de ser candidato a qualquer cargo eletivo. É natural que o deputado Jair Bolsonaro use o seu currículo e sua história pessoal, como ex- integrantes do Exército, em sua campanha. Como integrante da reserva, ele sempre terá o nosso reconhecimento e o nosso respeito”.

Clique aqui e leia a entrevista na íntegra.



julho 2017
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Aguarde as próximas enquetes...


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia