WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
prefeitura de ilheus







cenoe

Parceira do Colo Colo pode ser “de fachada”

Do Jornal A Região

Empresa também queria assumir administração do estádio Mário Pessoa.

Segundo investigação feita pelo jornal A Região, os dirigentes do Colo- Colo se deslumbraram com a proposta de uma empresa “do Reino Unido” que pretendia investir R$ 2,5 milhões para transformar o Colo-Colo em um time de “nível mundial”.

A empresa se apresentou como voltada para “gestão de Clubes de Futebol, agenciamento e formação de atletas a nível europeu, eventos e marketing a nível mundial”, prometeu formar um grande time, construir Centro de Treinamento e pagar as dívidas do Colo- Colo.

Estas são tarefas que parecem impossíveis para uma empresa que não registrou qualquer tipo de atividade na Inglaterra e está com sua conta bancária parada desde abril do ano passado. Se os dirigentes tivessem feito uma simples pesquisa pela internet teriam evitado a ilusão.

Um problema, por exemplo, é o fato de a CVL Alpha Sports estar com a conta bancária “dormente” desde abril de 2016. Este é o status que os bancos conferem às contas que estão há mais de um ano sem qualquer movimentação. Ou seja, desde que a empresa foi aberta, em 2015.

Alpha Sports

É o caso da CVL Alpha Sports e de outras três empresas com “Alpha” no nome, abertas pelo brasileiro Cleves Valdo Lopes usando como “sede” o endereço de sua casa. Na Inglaterra, para abrir uma empresa basta o nome do dono, de secretária e endereço. Por isso, muitas são usadas para golpes.

198 Casewick Road, SE27 0SZ, London, é o endereço desta casa da foto, o mesmo indicado como residência de Cleves. Uma quarta empresa neste endereço, a CVL Alpha Construction, é a única com a conta corrente funcionando, mas movimentou só 88 mil libras em 2016.

A CVL Alpha Sports foi criada em 22 de abril de 2015, tendo como sócios Cleves, com quase totalidade das cotas, Kethleen Ribeiro Rodedrich (que representa a empresa em Ilhéus) e Sansão de Jesus Pinas Rodrigues. Apresentado como diretor regional, Claudio Cardoso não é sócio.

Curiosamente, Cleves Valdo Lopes tem uma empresa funcionando de verdade, mas não na Inglaterra. Ele é sócio da Maclara Comercio e Representacoes Ltda – ME (Stander Brasil), que tem endereço na Rodovia Ilhéus – Olivença, Km 3, no Ceplus.

A empresa não trabalha com nada relacionado a esportes. Ela atua no comércio atacadista de madeira e produtos derivados e tem como outro sócio José Lopes. Outro detalhe importante é que Cleves é o dono da Alpha, mas nunca participou dos eventos com o Colo-Colo. Por quê?

 

2 respostas para “Parceira do Colo Colo pode ser “de fachada””

  • Josemildo says:

    Esta é a reportagem exclusiva prometida pelo blog em 20.06?

  • Junior Sts says:

    Acredito que o Clube não pode deixar isso passar em branco, como se fosse apenas uma parceria que não deu certo, isso está se mostrando com grandes evidências de golpe, ou seja, caso de polícia, nós tivemos uma grande prjuízo para o clube, tanto financeiramente, como moralmente, o clube foi humilhado em caso, tomando uma goleada histórica de 5×0 para ADJ, onde através dessa empresa se montou uma equipe fraquíssima, onde tínhamos uma boa proposta de um investidor, que por sinal levou a ADJ ao título e consequentemente a vaga na série A do campeonato baiano, então se analisarmos, o prejuízo foi muito grande, acredito que seja caso de justiça, danos morais e materiais, inclusive levando o caso para TV, a situação é muito grave. Podem estar buscando mais uma vítima neste momento.

Deixe seu comentário



julho 2017
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Aguarde as próximas enquetes...


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia