WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia




:: 25/mar/2017 . 18:51

Produção de alimentos e até de celular pode reduzir reservas de água, alerta ONG

Por Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil

As ações cotidianas para economizar água envolvem, geralmente, hábitos como diminuir o tempo no banho, fechar a torneira na hora de escovar os dentes ou usar um balde em vez da mangueira para lavar o carro ou a calçada. No entanto, grande parte da população desconhece a chamada água invisível, usada em processos como a produção de alimentos e até de celulares, e que pode reduzir ainda mais as reservas hídricas em tempos de crise de abastecimento.

Cada pessoa consome diariamente de 2 mil a 5 mil litros de água invisível usada na produção de alimentos, de acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgados esta semana pelo Instituto Akatu, para marcar o Dia Mundial da Água (22). Para chegar a esse volume, os pesquisadores analisaram toda a cadeia de produção de bens de consumo.

Uma única maçã, por exemplo, consome 125 litros de água para ser produzida, segundo a Waterfootprint, rede multidisciplinar de pesquisadores e empresas que estudam o consumo de água nos processos produtivos. :: LEIA MAIS »

Ilhéus tem três praias em estado impróprio para banho

Ilhéus: Praia do Malhado mais uma vez imprópria para banho.

O Inema recomenda que os banhistas evitem as praias de : Malhado (próximo ao bar do Litrão) , Marciano (próxima a escultura da Sereia),  Sul ( Enfrente as barracas, em direção ao Aeroporto) e Opaba (próximo a barraca Brilho de Luau).

O material é analisado e os exames bacteriológicos confirmam as praias impróprias para o banho. A praia é considerada própria quando houver no máximo em 80% das amostras, 1.000 coliformes fecais ou 800 Escherichia coli, ou ainda 100 enterococos por 100 mL de água. Ainda que nas análises anteriores a qualidade da água esteja dentro dos parâmetros considerados próprios para banho, se o valor obtido na última amostragem for superior a 2500 coliformes termotolerantes ou 2000 Escherichia coli ou 400 enterococos por 100 mL de água, a praia é considerada imprópria. Esses critérios foram estabelecidos pela resolução 274/2000 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

No período em que o tempo estiver chuvoso, as praias podem ser contaminadas por arraste de detritos diversos, carregados das ruas através das galerias pluviais, podendo causar doenças. Além disso, é desaconselhável, ainda em dias de sol, o banho próximo à saída de esgotos, desembocadura dos rios urbanos, córregos e canais de drenagem.

Incêndio assusta ilheenses

Fotos enviadas pelo leitor Mário

Segundo informações recebidas pelo Blog Agravo, acontece um incêndio neste momento  nas imediações da  Pousada Village Back Door, localizado na BA001,  Rodovia Ilhéus-Olivença, Km 13,5.  Não há notícias de feridos.  As chamas foram controladas pelo Corpo de Bombeiros.

Mais estradas são recuperadas na zona rural, em Ilhéus

A Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Agricultura, Pesca e Interior (Seap), realizou, esta semana, mais ações de recuperação das estradas rurais. Desta vez, o trabalho contemplou os principais acessos às comunidades de Retiro, Aderno e Tibina, situados na zona norte da cidade. Foram recuperados 32 km de estradas nesses trechos.

O serviço tem sido realizado desde o dia 23 de fevereiro, com êxito, nas estradas vicinais e em ruas de comunidades rurais. A princípio, aconteceu na Lagoa Encantada, Ponta da Tulha, Vila de Mamoan, Paraíso do Atlântico, Joia do Atlântico, Castelo Novo e Ponta do Ramo, também localizadas na região norte do município. As obras foram acompanhadas pelo secretário de Agricultura, Pesca e Interior, Angelito Dias, e contou com a presença da deputada estadual Ângela Sousa.

Atenta às demandas das comunidades, a gestão do município tem priorizado esses serviços nos acessos aos distritos, de modo a garantir o direito de ir e vir dos moradores das áreas mais afastadas do centro da cidade. A grande dificuldade encontrada na execução do serviço é o longo período de inatividade do processo de recuperação e manutenção das vias, o que obriga a realização do patrolamento. Em pontos mais críticos das estradas, há aplicação de cascalho.

O tempo estimado para acabar o trabalho nessa área será de 10 a 15 dias, se não chover. Segundo o Secretário de Agricultura e Pesca, as máquinas e equipamentos se encontram em plena atividade, seja no patrolamento das estradas vicinais ou na recuperação de ruas e estradas das comunidades. Caso chova, o trabalho será suspenso.

Importância da Biofábrica de Cacau para Bahia é discutida em Ilhéus

Foto divulgação / Caio Bandeira

O papel e a importância socioambiental e econômica do Instituto da Biofábrica de Cacau para a Bahia foram debatidos na sexta-feira (24) no parque fabril, em Ilhéus, em audiência pública presidida pelo coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista, deputado Marcelino Galo (PT). O evento reuniu a comunidade interessada no fortalecimento da Biofábrica, como técnicos, agrônomos e agricultores, movimentos sociais e secretários de agricultura e meio ambiente das cidades de Cícero Dantas, Santa Bárbara, Cruz das Almas, São Sebastião do Passé e Santa Luzia, com a participação do prefeito Antônio Guilherme, presidente do Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica. O instituto da Biofábrica de Cacau trabalha na produção de mudas fundamentais para o fortalecimento da agricultura familiar e também desenvolve projetos de restauração de matas ciliares.

“A Biofábrica tem papel fundamental no reflorestamento, no diálogo e fortalecimento da agricultura familiar, na diversificação agrícola e agroindustriais no estado, além de auxiliar em programas ambientais em diversos ecossistemas encontrados na Bahia. Também é referência na produção de mudas de cacau, fruteiras e essências, sendo responsável pelo abastecimento local e pela introdução de cacaueiros como novo pacote tecnológico em áreas não tradicionais de cacau. É, portanto, fundamental para o desenvolvimento sustentável e inclusivo da Bahia, para o fortalecimento da agricultura familiar, tendo em vista que seu trabalho alcança todo território do nosso estado através de parcerias com prefeituras e entidades rurais”, considerou Galo, que também é vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente, Seca e Recursos Hídricos da Assembleia Legislativa. :: LEIA MAIS »

março 2017
D S T Q Q S S
« fev   abr »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  
Aguarde as próximas enquetes...


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia