WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
prefeitura ilheus transporte ilegal


Câmara de Ilhéus requer ao governador construção de nova unidade escolar na Zona Sul

Requerimento foi apresentado pelo vereador Paulo Carqueija.

Na sessão ordinária da última terça-feira, 14, o plenário da Câmara Municipal de Ilhéus aprovou, por unanimidade, o requerimento do vereador Paulo Carqueija que solicita ao governador Rui Costa, ao Secretário Estadual de Educação e ao Prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, a viabilização da construção de uma Unidade Escolar localizada entre o Bairro Nossa Senhora da Vitória e os Conjuntos Habitacionais “Sol e Mar I” e “Sol e Mar II”.

Segundo Paulo Carqueija, a solicitação foi motivada pela necessidade de atender tanto às 2.120 famílias contempladas com novas moradias no Sul da cidade, quanto às comunidades rurais dos distritos do Couto e do Santo Antônio, além de absorver também os alunos do Colégio Estadual Padre Luiz Palmeira, que foi desativado devido à construção da nova ponte de Ilhéus.

Ainda segundo o vereador, o papel da prefeitura neste momento é assumir as devidas providências e começar a estabelecer, desapropriar e doar uma área do município que possa atender a essa demanda. “Estas pessoas são responsáveis pela expressiva expansão populacional no setor do extremo-sul da cidade e precisam de melhor infraestrutura para se estabelecerem com dignidade na região juntamente com suas famílias”, afirma o parlamentar.

“Nós precisamos nos debruçar de fato sobre as estatísticas, sobre os números, para sabermos de verdade quais são os locais da cidade que realmente precisam de uma escola. Entre os bairros Hernani Sá, Nelson Costa e Pontal temos 12 unidades escolares públicas no total, ou seja, existem vagas ociosas nesses locais, ouve-se até que uma professora chegou a sortear uma bicicleta para estimular a matrícula em sua turma. Porém, na região entre o bairro Nossa Senhora da Vitória e os conjuntos habitacionais Sol e Mar I e Sol e Mar II, do empreendimento Minha Casa Minha Vida [MCMV], a carência por escolas é grande, existe a dificuldade de deslocamento e a real necessidade da instalação de uma unidade escolar pública naquele local, de preferência uma escola de ensino médio, e isso só poderá ser realizado com o apoio do Governo do Estado da Bahia”, salientou o edil.



5 respostas para “Câmara de Ilhéus requer ao governador construção de nova unidade escolar na Zona Sul”

  • Francisco Pires says:

    Eu acrescentaria a este pedido, não de uma só nova Escola Municipal (presumo que seja uma Escola Secundária) e que se irá situar entre, N. S. das Vitórias e os novos Conjuntos Habitacionais, recentemente inaugurados, Sol e Mar I e Sol e Mar II, mas também, novas Creches Municipais, Escolas Primárias Municipais, Campos de Jogos, Ludoteca, Biblioteca, Gimnodesportivo (coberto) e áreas de terreno para experiências com agricultura e jardinagem (entre alunos e professores), já que, e desde há muitos anos a esta parte, nada existe no que a Unidade Escolar Completa e Funcional diz respeito, e, como todos nós sabemos, a EDUCAÇÃO, é primordial no contexto de: fazer e formar uma Sociedade melhor, com mais conhecimentos e mais justa.

  • Francisco Pires says:

    Por esquecimento, no comentário anterior não mencionei o seguinte: era bom que isto acontecesse (a construção de uma Unidade Escolar na área em questão), pois seria uma das maneiras de acabar com os vários lixões que existem em quase toda a extensão da Estrada que vai para o Couto e muito especialmente no trajeto que vai desde o final do Bairro de Nossa Senhora das Vitórias e a entrada para o Conjunto Habitacional Sol e Mar I e Sol e Mar II. E isto já vem acontecendo desde que se iniciaram as obras de construção do Projeto do Minha Casa Minha Vida, ou até mesmo antes, ou seja, há mais de 4 anos.
    Será que, os Administradores Municipais, aquando da inauguração do Conjunto Habitacional acima referido, não repararam nas “montanhas de lixo” ali existentes?

  • Flávio Vitor says:

    Parabéns Carqueija certamente os moradores do conjunto habitacional Sol e Mar ficarão agradecidos.

  • armando fraga says:

    Prezado Francisco. O lixo é gerado pelo poder público ou pela população? Mesmo obrigado, o poder público, amparado por lei, coleta o lixo doméstico domiciliar em condições de descarte obrigatórios pelo gerador, ou seja, nesse caso, pela população. Na legislação municipal o povo não pode descartar o lixo de maneira arbitrária e se considerarmos as leis estaduais e federais há necessidade de segregação prévia do lixo pelos munícipes para a coleta seletiva, acho que inclusive já tem uma lei específica no município de ilheus. Temos que pensar também como cidadão não só nos nossos direitos, mas das nossas obrigações, estas, nesse caso, incidem diretamente na equipe de coleta de lixo, nos valores necessários para sua realização e na qualidade de vida dos catadores de materiais recicláveis.

    • Francisco Pires says:

      Sr. Armando, como muito bem deve saber (se não sabe, seria bom que o fosse verificar) e em relação ao referido lixo (aquele que está a seguir ao Bairro de N. S. das Vitórias e em ambas as bermas da estrada do Couto há pelo menos 4 anos e em enorme quantidade, certamente e devido à sua quantidade, qualidade (maior parte dele não é lixo doméstico) e ao seu volume), este não deve ter sido gerado pelos moradores que recentemente ocuparam os Conjuntos Habitacionais Sol e Mar I e II, pois estes só lá moram há pouco mais de 1 mês (quem sabe se, daqui a alguns meses, isso não poderá vir a acontecer (lixo gera lixo!…),fui em visita a estes Conjuntos Habitacionais no Domingo passado e já reparei que, a coleta domiciliar é deficiente, já existe lixo doméstico e outros em locais indevidos, além de haver muitos terrenos propícios ao descarte do mesmo e em toda a extensão do Bairro, tal como ainda se verificar alguns resquícios de restos de materiais de construção, deixados pela empresa construtora e que já não se encontra no local).
      Só para sua informação, devo também referir de que fui informado, em tempos (cerca de 2/3 anos), e por várias “lideranças” do Bairro de N. S. das Vitórias, de que e devido à greve da empresa recolhedora do lixo de Ilhéus e devido a isso, nessa altura, alguém deixava nas bermas dessa estrada, o lixo recolhido nos Bairros de N. S. das Vitórias, Ilhéus II e noutros Bairros e ainda por cima, com “conhecimento” dos administradores municipais, pois nessa altura, “pensava-se” em construir uma “estação de reciclagem” nos terrenos anexos a uma pedreira ali existente e desativada.
      Portanto e para finalizar, gostaria de o chamar à atenção e comunicar-lhe de que: “de nada servirão “os seus (válidos) conselhos”, especialmente os acima referidos e independentemente quanto à questão dos lixos serem gerados pelo poder público ou pela população (?), pois em vez de nos “aconselhar”, devemos isso sim, ATUAR e de modo a fazer com que, os Administradores do Município de Ilhéus, também cumpram e façam cumprir a Lei (seja ela específica ou não).
      P.S. Gostei do seu comentário.

Deixe seu comentário

fevereiro 2017
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia