WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
secom primeiro emprego
hospital sao jose secom sao joao prefeitura ilheus transporte ilegal


A blitz contra o bom senso

Editorial

Gigantescos engarrafamentos e muita reclamação, esse é o saldo de várias blitze.

Um dos grandes males que assola o país, é a falta de fiscalização, e o não cumprimento das leis constituídas. Isso é fato.

Por causa disso, a corrupção, em todas as instâncias, se tornou prática corriqueira e chegou a atual situação. A crença na impunidade, e a certeza de que eles, os corruptos, jamais seriam descobertos, causou (e causa) gigantescos prejuízos aos cofres públicos.

Mas, para tudo nessa vida, o bom senso nunca deve sair de campo. Caso contrário, situações que tinham tudo para esbanjarem saldos positivo, acabam gerando transtornos, ofuscando as benesses que supostamente acarretariam.

Um bom exemplo para ilustrar isso, são as blitze que aconteceram em Ilhéus na sexta (10) e neste sábado (11). Ninguém questiona a imprescindibilidade de realiza-las, até porque, milhares de vidas são colocadas diariamente em risco, à mercê de irresponsáveis e criminosos em potencial, cujos veículos se convertem em verdadeiras armas. Para percebermos a dimensão disso, basta consultarmos as estatísticas de mortes no trânsito, devido à combinação: Bebida alcóolica + volante.

Mas, como nos ensinam os mais velhos, para tudo nessa vida deve haver ordem e decência. E são justamente essas duas palavras chaves, que notadamente foram retiradas do vocabulário dos idealizadores e realizadores das referidas blitze. Ou seja, o governo do Estado, através do Detran. Segundo informações, o alvo principal é pegar os automóveis com IPVA atrasado, além de flagrar condutores sob efeito de álcool.

Vejamos alguns absurdos cometidos. Na sexta, a operação começou no início da tarde, e perdurou até as 21h. Na operação, os condutores de veículos foram forçados a passar em frente ao estádio Mário Pessoa, onde a blitz foi realizada. Para isso, todas as vias foram bloqueadas, a exemplo da subida para o viaduto Catalão, e os acessos para as avenidas Soares Lopes e Canavieiras. Tal situação, consequentemente, em uma cidade com gravíssimos problemas de mobilidade urbana, contribuiu para que o trânsito ficasse travado, revoltando cidadãos de bem, que, geralmente apoiam esse tipo de fiscalização, mas que se mostraram totalmente revoltados como a forma irresponsável que tal foi conduzida.

Hoje, uma nova blitz foi realizada, dessa vez na avenida Lomanto Júnior, na altura do Muro do Aeroporto, para quem ia em direção a Olivença, e nas proximidades da curva do aeroporto, para quem vinha da zona sul. Mais uma vez, algumas vias foram obstruídas, colaborando para que o já conturbado fluxo de veículos na localidade, se tornasse um tormento de proporções infernais.

A frase de autoria do ex-governador Octavio Mangabeira, “Pense num absurdo, na Bahia tem precedente”, volta à tona com as Blitze em Ilhéus.

Uma coisa chamou a atenção nas operações: A presença de um estranho guincho, com placa do Rio de Janeiro, que conseqüentemente não é contribuinte baiano.

Perante essa situação, algumas perguntas pairam no ar: Até que ponto a realização de uma blitz (essenciais, desde que realizadas com sabedoria), pode interferir no nosso direito constitucional de ir e vir?

Onde estão os nossos representantes políticos, eleitos democraticamente para nos representar, e interceder pelo bem estar da população? Será que eles, deputados e o nosso prefeito, concordam com a forma que essas blitze estão sendo tocadas? E se discordam, continuarão de braços cruzados?

A população ilheense exige que nossos políticos se manifestem ante tal descalabro, e, obviamente, façam jus aos seus mandatos, tendo como companheiro o bom senso, e busquem soluções para esse problema.

É o que todos esperam!

19 respostas para “A blitz contra o bom senso”

  • Eduardo says:

    A cidade já está em Crise, ainda me vem uma dessas pra derrubar mas ainda o movimento da cidade, espantado mas ainda o pingo de turismo que ainda existe. Abre teu olhou doutor Mario não afunda mais ainda nossa cidade. Sobrevivemos do turismo também, não esqueça..Fica aqui a dica.

  • julio says:

    Ontem passei a noite 20:00Hs e aquela Amarok que encontrava-se em frente a entrada da Rua Barao do Rio Branco na contramao estava com farois acesos direcionado para a frente dos veiculos que passavam ofuscando o condutor que passava pelo local. Lamentavel este tipo de conduta irresponsavel!

  • jorge luiz araujo dos anjos says:

    Apesar dos transtornos, temos também que usar o bom senso e apoiar esse tipo de medida como uma das alternativas mais eficazes para colocar ordem legal nas irregularidades que se acumulam no cumprimento da lei e da ordem em nosso País.
    A matéria publicada tem razão em alguns pontos, porém a omissão, falta de honestidade e a veemente condenação não ocorre quando meia dúzia de desocupados,sem motivo aparente, bloqueiam para protestos duvidosos e muitas vezes ordenados por criminosos.
    Diversos transtornos foram causados por alguns desses protestos em nosso Municípío. Recentemente, uma pequena parcela de estudantes da UESC levaram vários dias impedindo a livre circulação de veículos na rodovia Jorge Amado, de forma ilegal, e não vimos por parte da imprensa qualquer crítica com os termos utilizados em alguns pontos da matéria em questão.
    Como formadora de opinião, ter mais responsabilidade e compromisso com a realidade dos fatos,é uma prova de honestidade, valor que fica cada vez mais raro nos meios de divulgação de massa.
    Vamos perder o medo em criticar o “politicamente correto”e fazer da defesa da legalidade um hábito.

  • JOSÉ says:

    ILHÚS SÓ TEM POLITICO BUNDA MOLE QUE DEVE FAVORES AO GOVERNO ESTADUAL POIS RECEDERAM OS CARGINHOS COMICIONADOS PARA SEUS PUXA SACOS ,ILHUES TERRA DE NINGUEM

  • Mário Laranjeira says:

    Ótima iniciativa do governo do Estado.
    Já não era sem tempo se fazer presente fiscalizando estes veículos e condutores que na maioria das vezes voltam embriagados da praia, principalmente nos finais de semana.
    Não vi nenhum dos senhores que reclamam de ficarem horas no congestionamento destas blitz, reclamarem da mesma forma por tbm ficarem nos engarrafamento que se formam na estrada Ilhéus/ Olivença em dias de festa no Batuba, em especial no fim de ano.
    Apenas pelos acidente evitados e pelas vidas salvas estas blitz já valeram a pena. (Basta ver que sem as blitz sempre ocorrem acidentes com vítimas fatais nessa estrada, vide sexta feira última em frente ao mico leão pizzaria)
    E quem não gostou que compre e ande de bicicletas oras.
    Sei Não Viu.

    • Fabricio says:

      você citou como exemplo o acidente do mico leão pizzaria, tudo bem.
      Vale ressaltar que os condutores não estava sofre efeito de álcool,
      Se tivéssemos vias iluminadas e sem buracos muitos acidentes desse seria evitado.
      Cadê o dinheiro das blitz, ta indo para onde?
      Não vejo nenhuma melhoria na cidade, muito menos no Brasil.

  • César says:

    Não digo que é errado fazer blitiz mais desse jeito que está é demais isso é uma vergonha. A polícia tem que ir atrás e de bandidos e não ficar parando carros a toa. Ilhéus tem a sutran e juntos com o detran fazer esse papel. A polícia tem que cuidar da segurança da sociedade não de trânsito. Isso é uma vergonha Ilhéus.

  • avani says:

    Eu apoio a blitz sim . Ilhéus está uma cidade sem lei . Todos vem pra cá p litoral por exemplo. Bebe a vontade e sai pelas ruas e rodovias matando familias ese matando. Aqui só acontece tamanho congestionamento por haver uma só saida da zona sul. Mas em Maceió por exemplo eles fazem essas blitz constante.
    Cresça Ilhéus.
    Parabéns.

  • municipe indignado says:

    Ontem sábado foi o cumulo do ridiculo, pois tinha uma obra no Opaba hotel, festa de carnaval no pontal e a tal blitz, tudo no mesmo local, falta inteligência das autoridades.

  • A retenção ontem, sábado dia 10, na curva do aeroporto, próximo ao Opaba, por volta da 19 horas, foi causada por uma obra da Embasa,e não pela blitz.
    As blitzs são necessárias, principalmente contra os “motoqueiros”. Aqueles que andam sem camisa, de sandália havawiana, parecendo mais um macaquinho sobre a moto barulhenta e a descarga amarrada com arame. Contra os “motociclistas”, nada contra.
    Fernando.
    Em tempo: Será que esse pessoal do transito em Ilhéus, sabe o que é direção perigosa? E que é passivel de multa.? Acho que não….!
    Fernando

  • indignado says:

    O estado tem de utilizar os mecanismos legais de cobrança dos seu devedores.Utilize as negativaçoes junto ao orgaos competentes e a procuradoria da secretaria da fazenda.Já pensou se a revenda tomassse o veiculo com parcela atrasada de financiamento,no meio da rua?Isto até ocorre mas,só após um exercicio de cobrança infrutifero é dada a busca e apreensão.Isto é uma arbitrariedade e falta de bom senso dos governantes.

  • Sérgio Batista says:

    No sábado à noite, não foi somente a blitz. Teve um bloco de carnaval que atravessou a rua 13 de Maio em direção a Barão do Rio Branco que durou mais de 30min de paralisação do trânsito entre 19 e 20h. Eu estava na 13 de Maio e vi o trio elétrico saindo da passarela do álcool e atravessando a rua.

  • Guido Paternostro says:

    Parabenizo e concordo plenamente com o editor,fiquei indignado com a falta do bom senso, imaginem se vc tem um voo marcado iria perder o avião e aí quem iria arcar com o prejuízo, por isso precisa ser respeitado o direito de ir e vir .

  • Leonardo says:

    Na verdade eles estão metendo a mão no bolso dos condutores, na cara de pau. é a nova máfia do guincho e estão usando o poder do estado, para fazer cumprir o desejo de arrecadação dos empresários desse pátio localizado no polo industrial no Iguape.
    O estado que é bom cobrador é um mau pagador.

  • Carvalho says:

    É um absurdo o que estão fazendo, ontem teve cinco blitz aqui em Ilhéus. Uma na cabeceira do aeroporto, uma na Ladeira do Tengão “ao lado nas americanas – Av. Itabuna”, uma na entrada do Vilela, uma na praia do Cristo e outra na Chocolate Caseiro. Haja bolso pra tanto dinheiro…

  • Fabricio says:

    Lei: 2877 de 97 artigo 27, esse artigo PROIBI a remoção de seu veículo em caso de IPVA atrasado.
    para quem quiser ir mais afundo isso constituí abuso de autoridade, da LEI: 4898 de 65 abuso ou desvio de poder artigo 4 arlinea H

  • Alexandre says:

    O papel da policia não é só correr atrás de bandido, mas sim a manutenção da ordem, seja combatendo o crime ou fiscalizando o trânsito no intuito de salvar vidas, como também fechar o cerco aos bandidos que se ddeslocarem veículos transportando armas e drogas.
    Apoio total a PM. Bandido tem que ter medo de sair nas ruas pois a qualquer hora pode cair em uma blitze.

Deixe seu comentário

fevereiro 2017
D S T Q Q S S
« jan   mar »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia