A cerimônia de posse dos vereadores, vice-prefeito e prefeito de Ilhéus aconteceu na tarde desse domingo, 1º de janeiro, no Centro de Convenções Luís Eduardo Magalhães. O ato que contou com a presença de diversas autoridades estava com o anfiteatro lotado por 1.500 pessoas, aproximadamente. Dentre elas, os deputados federais Bebeto Galvão (PSB-BA) e Paulo Magalhães (PSD-BA), a deputada estadual Ângela Sousa (PSD) e o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (DEM).

Recebido calorosamente pelo público, no seu primeiro discurso como prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre (Marão – PSD) ressaltou o lado humanista da gestão pública. Médico reconhecido por tratar os pacientes com cuidado e carinho, avisou que todos os secretários deverão agir da mesma maneira no tratamento com os cidadãos. “Ninguém será maltratado nas secretarias e o diálogo será constante”, enfatizou o novo gestor.

Segundo Marão, Ilhéus precisa se desenvolver respeitando os seus recursos naturais. Disse que a sustentabilidade vai ser uma marca do governo. Destacou que os termos da carta compromisso com a plataforma Cidades Sustentáveis serão respeitados. Também garantiu que se esforçará ao máximo para que a cidade inicie uma nova era, com “tempos de alegria”, expressão presente nas primeiras peças publicitárias da gestão.

O vice-prefeito José Nazal (Rede Sustentabilidade) fez um discurso com forte emoção. Disse que a cerimônia de posse foi o momento mais importante da sua vida, tanto dos 61 anos vividos como do resto dos seus dias. Garantiu que vai dar tudo de si para que Mário Alexandre seja o melhor prefeito dessa terra e que não tem dúvidas de que os que mais precisam serão prioridade no governo.

Eleito de forma unânime presidente da Câmara de Vereadores de Ilhéus para o biênio 2017-2018, Lukas Paiva (PSB) lembrou do pai dele, o também vereador Marcus Paiva, que faleceu em 2008. Segundo Lukas, onde quer que esteja, Marcus está muito satisfeito por ver o filho na Presidência da Mesa Diretora da Casa. Conforme o edil, a população ilheense se acostumou a vê-lo nos últimos quatro anos fazendo oposição segura e eficiente contra a gestão fracassada de Jabes Ribeiro. Agora, no entanto, chegou o momento de auxiliar Mário Alexandre a recuperar a cidade.

O pronunciamento da deputada Ângela Souza revelou consciência sobre a situação atual do município. O ex-prefeito Jabes Ribeiro (PP) costuma dizer que deixou a prefeitura numa situação bem melhor do que quando assumiu. Ângela não concorda, pois a maioria dos postos de saúde está fechada e os que funcionam não têm a mínima condição de trabalho. Ângela também lembrou que muitas escolas da rede municipal estão em ruínas. Segundo a parlamentar, a realidade de Ilhéus é muito diferente daquela alardeada pelo ex-prefeito.

O deputado Bebeto, adversário de Marão no pleito de 2016, fez um pronunciamento republicano. Disse que a sua presença na cerimônia sintetiza o seu respeito ao resultado das urnas e a consideração que nutre pelo prefeito eleito. Frisou que está a serviço da cidade e que mesmo durante a gestão de Jabes Ribeiro, com quem ele não mantinha relações politicas, garantiu recursos para Ilhéus através de emendas parlamentares. Com Mário, essa proximidade será mais fácil, pois sempre mantiveram bom relacionamento. Lembrou que seu empenho em defesa de Ilhéus garantiu 25 milhões de reais para a revitalização da Central de Abastecimento do Malhado.

O deputado federal Paulo Magalhães enfatizou a importância do PSD no contexto atual. O partido elegeu o maior número de prefeitos da Bahia (82). Também destacou a liderança do senador Otto Alencar. Paulo afirmou que tem trabalhado para destinar recursos para Ilhéus. Nos próximos dias, segundo ele, alguns bairros carentes da cidade vão receber serviços de calçamento de ruas e vias de acesso.

O prefeito Fernando Gomes (DEM), por sua vez, disse que está disponível para desenvolver projetos em parceria com o governo ilheense, pois as vizinhas Itabuna e Ilhéus são cidades irmãs. Alertou, contudo, que os dois municípios necessitam de um choque de gestão.

Após a cerimônia de posse, a passagem do cargo aconteceu no histórico Palácio Paranaguá. O ex-secretário de administração do município, Ricardo Machado, transmitiu o comando da cidade para o novo prefeito. O clima de cordialidade prevaleceu durante o rito. O vice-prefeito de Ilhéus, José Nazal, fez questão de ler a ata para todos os presentes. Na ocasião, Mario Alexandre assinou os decretos de nomeação do novo secretariado.